11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

O que é a otoplastia?

Otoplastia em adultos

Otoplastia consiste na cirurgia plástica para correção de insatisfações estéticas com as orelhas. Conheça quais alterações podem ser feitas no procedimento.

A otoplastia consiste na cirurgia plástica para correção da orelha proeminente, chamada popularmente de orelha de abano, e outras insatisfações com a estética dessa área.

Um aspecto importante é que a otoplastia é uma das únicas cirurgias plásticas que podem ser realizadas ainda na infância, a partir dos 7 anos. Por essa razão os pais precisam se informar adequadamente sobre o procedimento antes de recorrer à técnica.

Quais as indicações da otoplastia?

O otoplastia pode ser considerada tanto um procedimento reparador, visando corrigir uma deformidade das orelhas, como estético, pois melhora a harmonia facial da paciente.

A indicação mais comum da otoplastia é para a correção de orelhas de abano. Essa característica pode ser identificada ainda na infância e por estar relacionada com bullying e fobia social, muitos pais, e mesmo as crianças, desejam essa alteração precocemente.

Além disso, a cirurgia plástica da orelha também pode ser recomendada por um cirurgião plástico para tratamento de sequelas traumáticas, ausência congênita das orelhas e orelhas constritas.

Na avaliação da otoplastia, o cirurgião plástico vai estudar quais alterações devem ser realizadas nas orelhas para elas ficarem mais harmônicas em relação à face, como corrigir assimetrias relacionadas à forma, tamanho ou angulação e deformidades congênitas ou causadas por traumas.

Como visto, a otoplastia pode ser realizada a partir dos 7 anos , quando o desenvolvimento da orelha já está completo. Um aspecto positivo é que a realização precoce do procedimento aumenta as chances de resultados estéticos satisfatórios.

Como a cirurgia plástica é realizada?

A otoplastia é realizada com anestesia geral em crianças e local com sedação em adultos. A duração da técnica é de cerca de uma hora, sendo que a alta hospitalar costuma ocorrer no mesmo dia.

O cirurgião plástico faz uma incisão atrás da orelha acompanhando a dobra natural. A técnica empregada depende dos objetivos da cirurgia.

No caso da orelha de abano realiza-se a remoção do excesso de pele e o enfraquecimento da cartilagem para deixá-la mais maleável. Pode ser feita a remoção da cartilagem, em caso de tecido sobressalente e diminuição das orelhas.

Utilizando pontos faz-se a fixação da cartilagem na parte posterior da orelha para manutenção do novo ângulo e realiza-se o fechamento da incisão cirúrgica. 

Como é o pós-operatório da otoplastia?

O pós-operatório da otoplastia não é doloroso ou trabalhoso, mas tratando-se de crianças, é importante que os pais tenham atenção aumentada com os movimentos para evitar pancadas.

Nas primeiras 48 horas a cabeça é mantida enfaixada para proteger o local operado. Após esse período, as bandagens são removidas e a paciente pode tomar banho completo.

Durante 30 dias recomenda-se o uso de tiras de malha para proteger o local operado, reduzindo chances de traumas, inclusive ao dormir. Por conta disso, sugere-se que a cirurgia plástica seja realizada no período de recesso escolar.

Os pontos são removidos no consultório médico em uma consulta de retorno entre 7 e 10 dias após o procedimento. Nesse momento já é possível ver grande parte dos resultados que será definitivo em cerca de 3 meses.

Portanto, a otoplastia é uma cirurgia plástica simples para correção estética das orelhas, mas é crucial que seja analisada e conduzida por um cirurgião plástico de confiança.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).