11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

O que é a onfaloplastia?

Conheça mais da onfaloplastia

A onfaloplastia refere-se à cirurgia plástica do umbigo. Conheça em quais situações ela é indicada e também como o procedimento é feito!

A onfaloplastia consiste na cirurgia plástica para correção da estética do umbigo, sendo indicada para melhorar a forma e/ou contorno do umbigo em pacientes que sentem incômodo com essa característica.

Entender quais as indicações da onfaloplastia, como essa cirurgia plástica é realizada e os cuidados pré e pós-operatórios é fundamental antes de decidir pelo procedimento. Confira a seguir!

Quais as indicações da onfaloplastia?

A onfaloplastia é recomendada para casos de umbigo inestético, o que pode ter causas congênitas ou adquiridas ao longo da vida, além de depender diretamente de um incômodo pessoal da paciente. Entre as situações mais comuns incluem-se:

  • efeito sanfona: o umbigo pode ter a estética alterada em decorrência da perda significativa de peso ou após o efeito sanfona, pelo qual a paciente ganhe e perde peso com frequência, podendo ser associado à flacidez abdominal;
  • gravidez: múltiplas gestações podem causar alterações na estética do umbigo em decorrência da pele da região esticar e voltar a posição de origem. Nem todas as mulheres ficam insatisfeitas com o umbigo após a gravidez, mas a insatisfação acomete algumas pacientes;
  • hérnia umbilical: a hérnia umbilical consiste em um orifício na cicatriz umbilical pela qual extravasa parte do conteúdo da cavidade abdominal, causando uma protuberância no umbigo. A cirurgia para correção da hérnia pode ser associada à onfaloplastia ou posteriormente; 
  • congênito: quando a insatisfação com a estética do umbigo decorre do desenvolvimento normal.

Além disso, outro elemento que pode gerar implicações estéticas com o umbigo é o uso ou retirada de piercing, sendo que após a remoção algumas pacientes sentem-se incomodadas com a aparência do local.

A insatisfação com a estética do umbigo é muito particular, sendo que a onfaloplastia é uma alternativa para pessoas que sentem constrangimento associado à condição.

Como é realizada a onfaloplastia?

Apesar de não ser uma cirurgia plástica de grande complexidade, a onfaloplastia deve ser conduzida por um cirurgião plástico de confiança, pois como todo procedimento cirúrgico envolve riscos à saúde e aos resultados estéticos alcançados.

Por essa razão, o processo para realização da onfaloplastia inicia-se com uma consulta com o cirurgião plástico e a avaliação do estado de saúde da paciente por meio de exames específicos.

O primeiro passo da cirurgia é a incisão cirúrgica, que pode ter diferentes formatos de acordo com as demandas do caso, como: circular, semicircular, elíptica, quadrangular, linear na vertical ou horizontal, em formato de +, U, T, V ou Y.

A partir das pequenas incisões realizadas na cavidade do umbigo, o especialista remove o excesso de gordura e tecidos sobressalentes, remodelando o umbigo para que ele adquira um formato e contorno mais harmônico e natural.

A técnica cirúrgica selecionada pelo especialista vai depender do problema identificado na avaliação médica, como correção de hérnias, flacidez, ausência do umbigo, umbigo saltado, estenose (umbigo fechado) e outros.

A duração média da cirurgia varia entre uma e duas horas, a depender da complexidade do caso, e o procedimento é feito com anestesia local e sedação.

No pós-operatório a paciente pode identificar incômodos como dor e edemas, mas eles são passageiros. Os cuidados incluem repouso, evitar exposição solar, usar cinta ou faixa modeladora e não fazer atividades físicas.

A onfaloplastia apresenta resultados estéticos satisfatórios, mas é fundamental que o procedimento seja conduzido por um cirurgião plástico e os cuidados pós-operatórios sejam seguidos corretamente. Agende sua consulta aqui!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).