11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

O que é a mastopexia e quem pode fazê-la?

Quem pode fazer a mastopexia?

Entenda a mastopexia e quando a sua realização é indicada

A mastopexia é um procedimento cirúrgico estético que tem como objetivo principal levantar os seios de pacientes que se incomodam com as suas aparências. Inúmeros fatores internos e externos ajudam para alterar os aspectos estéticos dos seios que, com o tempo, podem se tornar mais flácidos e caídos. Estas alterações causam problemas de auto estima e segurança em muitas mulheres de diferentes idades. 

Este procedimento permite o reposicionamento dos seis, deixando-os mais altos e firmes. Em casos mais extremos é possível, inclusive, colocar uma prótese de silicone com tamanhos naturais e harmônicos com a estrutura corporal de cada paciente, solucionando outros tipos de problemas estéticos. Veja a seguir quando o procedimento é indicado e quais os tipos existentes de mastopexia:

Quais são as indicações?

As indicações são diversas, já que este tipo de cirurgia nas mamas reverte processos que são comuns na vida da mulher. Qualquer paciente que se sintam incomodada com o caimento, o posicionamento ou a flacidez das mamas pode recorrer a esta intervenção cirúrgica. A mastopexia garante que os resultados sejam naturais, simétricos e bem próximos do estado original dos seios.

Mastopexia: como é a cirurgia plástica?

Veja os tipos de mastopexia

  • Mastopexia com prótese: este tipo de procedimento, como o próprio nome diz, é utilizado quando a paciente deseja não apenas modificar o posicionamento dos seios, mas também preencher o volume e aumentar o tamanho das mamas. Quando as próteses são grandes, o procedimento precisa ser realizado em dois momentos diferentes. O silicone é colocado três meses antes da mastopexia, garantindo que o peso das próteses não interferirá no procedimento principal e só depois é que a flacidez é modificada.
  • Mastopexia clássica: ao optar pela mastopexia clássica, a paciente irá apenas realizar a correção da flacidez e posicionamento, sem a necessidade de incluir implantes mamários no processo de modificação dos seios. Caso a mulher queira realizar um pequeno aumento do volume das mamas no mesmo procedimento, é preciso uma avaliação do cirurgião para identificar se o tamanho não causará problemas no resultado final. 

É relevante lembrar a importância da avaliação médica em cada caso específico, ok? Converse com a cirurgiã escolhida e seja clara a respeito das suas expectativas de resultado. O procedimento não é diretamente relacionado com a colocação de próteses, mas pode ser indicado em casos em que a silhueta da paciente poderá ser melhorada ainda mais com a inclusão de próteses pequenas durante a cirurgia, por exemplo.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Rosa disse:

    Obriga adorei seu esclarecimentos sobre cirugia da mamã