11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Entenda como funciona a blefaroplastia

Mulher mais velha com o rosto com sinais de envelhecimento

Descubra os benefícios da cirurgia que irá rejuvenescer seu olhar

Uma grande parcela das pessoas, sejam mulheres ou homens, se preocupam com os sinais do envelhecimento. Isso é uma coisa que está por vir para todos nós e não podemos fugir, não é mesmo?! Contudo, sabemos que é possível disfarçar alguns desses vestígios.

A abundância de pele por todo nosso corpo é um deles e para atuar no tratamento e prevenção, existem diversos tipos de cirurgias plásticas.

Dizem que o olhar de uma pessoa sempre entrega a sabedoria que ela carrega dentro de si. Brincadeiras à parte, um dos motivos para isso é porque o rosto é o lugar em que isso se torna mais visível e notável.

Para resolver esse problema, é possível recorrer a uma cirurgia estética das pálpebras. Mas afinal o que é a blefaroplastia? Um procedimento que trabalha a retirada desse excesso de pele na àrea dos olhos, removendo uma parte das pálpebras, inferiores ou superiores.

O intuito é fazer com que, por um pequeno detalhe, a pessoa aparente estar muito mais jovem.

Além de trazer um satisfação estética, optar por essa retirada também é uma questão de saúde. Isso porque a pele caída, quando rente aos olhos, pode prejudicar a visão pelo peso das pálpebras Pensando nisso, preparamos tudo que você precisa saber antes de tomar essa decisão. Dá uma olhada:

Como funciona o procedimento?

Existem duas formas de realizar o  procedimento, com laser ou bisturi. Ela deve acontecer em um local devidamente preparado e com todo o auxílio hospital que o paciente precisar.Tudo começa ao estabelecer o que será retirado da região, o cirurgião fará pequenas marcações ao redor dos olhos.

O próximo passo é a anestesia. Em geral, os médicos optam pela anestesia local, que se caracteriza melhor com o procedimento.

Em geral, a cirurgia tem duração entre 40 minutos ou 1 hora. Após todo o processo, são inseridos os pontos que podem ser feitos com linha ou cola cirúrgica.

Para quem é indicado?

A cirurgia de blefaroplastia é indicada para todos que se encaixem no quadro com o excesso de pele na região das pálpebras.

No entanto, o procedimento costuma ser realizado em pessoas acima dos 40 anos. Contudo, pessoas com menos idade também podem investir no procedimento se realmente for necessário. Isso porque a excessividade de pele não é exclusividade dos mais velhos.

Homem meia idade sorrindo

Quais são as contraindicações?

Antes de confirmar que esse é o procedimento certo para você, é necessário analisar alguns fatores. Se você possui qualquer tipo de problema com queda de cilio e supercilio, essa cirurgia não é indicada para você. Isso porque o distúrbio pode se agravar depois e você terá grande dificuldade na recuperação.

Pacientes que também possui diabetes ou doenças cardíacas também devem repensar sobre a operação.

Quais são os resultados?

O efeito da blefaroplastia é perceptível logo nos primeiros dias após o procedimento. É comum que o médico responsável tire algumas fotos do antes e depois a título de comparação, para que você consiga melhor avaliar os resultados.

O principal intuito da cirurgia é devolver o equilíbrio para o seu rosto. Além disso, é possível aliá-lo a outros procedimento estéticos a fim de potencializar os resultados alcançados.

Com é o pós-operatório da blefaroplastia?

O período pós-operatório da blefaroplastia apesar de simples, requer cuidados para garantir melhores resultados.

O paciente deve manter os pontos sempre limpos e bem tratados, porque por mais simples que seja, a blefaroplastia não deixa de ser uma cirurgia plástica. Ou seja, sempre existirá os riscos de infecções.

Depois da operação, é normal que a área dos olhos inchem bastante e que você sinta um pequeno desconforto. O período para cicatrização é de pelo menos 48 horas.

Uma ótima dica para passar por isso é fazer compressa de água quente para ajudar nos pontos e no inchaço. O indicado é realizar duas vezes ao dia, ou mais, caso necessário.

O paciente deve evitar colocar gelo ou panos mais frios no local. Isso porque a pele se encontra muito mais fina depois da cirurgia e qualquer coisa com baixa temperatura pode resultar em uma queimação grave.

Além disso, é possível que haja um pequeno escurecimento da pele depois da operação. O ideal é evitar tomar sol na região por pelo menos um mês após o procedimento . Assim, você ficará livre de manchas ou qualquer tipo de descontentamento com a cicatriz.

Agora você já sabe o que é a blefaroplastia, restou alguma dúvida? Se você já realizou o procedimento e tem vontade nos deixe um comentário com a sua opinião. Ficaremos felizes em tirar qualquer dúvida que restar.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).