Viver sem xampu é possível

Muitas mulheres estão diminuindo ou abandonando o uso de xampu. Conheça mais sobre as técnicas de no – poo e low – poo.

Várias já abandonaram a chapinha, outras os selantes e os alisamentos, tudo em função da saúde do cabelo, mas agora as coisas estão um pouco mudadas, pois até o xampu está ficando de fora. As expressões são americanas, no – poo, quer dizer sem xampu e low – poo significa pouco xampu. As duas práticas surgiram devido à recusa de muitas mulheres em usar produtos químicos em suas madeixas e acabaram se tornando muito populares. As duas práticas já estão sendo chamadas de “o grande movimento capilar do século” e também estão cada vez mais difundidas na internet.

O objetivo é a diminuição da ação nociva dos xampus, que podem remover a proteção lipídica natural do couro cabeludo. Alguns produtos no mercado apresentam agentes que ainda podem tornar o cabelo mais frágil e ressecado e são esses que estão ficando de fora dos carrinhos de compras. O pior é que outros produtos como cremes, condicionadores que não conseguem aumentar a proteção lipídica. Por isso as técnicas estão fazendo tanto sucesso. Algumas mulheres não abandonaram por completo e ainda utilizam um pouco do xampu, que por tanto tempo se tornou um grande aliado do público feminino. Para dar início a alguma das técnicas é preciso aprender a ler o rótulo do xampu e ficar longe daqueles que possuem alto teor de sulfato.

Na técnica de low poo, o xampu ainda é usado, contudo em pouca quantidade, em dias específicos, ou mesmo o uso de xampu com fórmulas que não contém determinados agentes, como o sulfato (maior agente que danifica os cabelos). Existem no mercado, marcas que utilizam o sulfato em formas mais leves, ideais para quem já possui o cabelo ressacado ou que quer evitar o ressecamento. Algumas adotam a seguinte medida: só usam o xampu com sulfato a cada 15 dias para retirar algum tipo de substância e nas demais lavagens usam um modelo com nenhum ou pouco sulfato. Essa prática é indicada para quem colore os fios com produtos insolúveis (não dissolvem na água) e ficam no cabelo.

Já a prática de no – poo é um pouco mais radical e prevê o abandono de produtos com sulfato em sua composição. Em ambos os casos há a substituição por produtos naturais ou daqueles que não trazem problemas para o cabelo, podendo, inclusive, fortalecê-los. Nesses casos é necessário também eliminar todo o tipo de produtos insolúveis em água, capazes de grudar nos fios e necessita do sulfato para serem retirados totalmente. Entre esses produtos estão o silicone, óleos minerais parafina e outros. Para isso é possível substituir o xampu por receitas caseiras ou o produtos higienizados, como detergentes capilares sem sulfato. Eles proporcionam a mesma limpeza, mas os danos ao cabelo são bem menores.

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).