11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Como funciona a musculatura facial?

Entenda como funciona a musculatura facial

Entenda os músculos da face e quais os tratamentos recomendados para rejuvenescimento do rosto

Você já deve ter ouvido que reduzindo os movimentos dos músculos da face vai diminuir a formação de rugas e ficar com uma aparência mais jovem.

A musculatura facial, no entanto, tem um funcionamento mais complexo, sendo preciso saber como ela funciona e quais tratamentos estéticos realmente podem promover mudanças nesse aspecto que determina nossa aparência, reações e até mesmo reflete a personalidade. Saiba mais!

Como funcionam os músculos da face?

A face detém cerca de vinte músculos faciais que se encontram abaixo da pele. Muitos deles são delgados e conectados com o escalpo e vão até o pescoço, sendo conhecidos como músculos dérmicos.

O nome se deve ao fato de que os músculos da face, ao contrário dos demais, não são fixados por partes esqueléticas em ambas as extremidades. Em geral, uma delas está fixa na estrutura esquelética e outra se prende na camada profunda da pele.

É por meio dessa diferenciação que é possível movê-los, formando as diferentes expressões faciais. Por essa razão os músculos são conhecimentos também como músculos da expressão facial ou músculos mímicos.

A maioria das expressões faciais é resultante de uma ação combinada de vários músculos, de forma que um mesmo possa ser ativado para diferentes estados emocionais, como alegria ou tristeza.

As variações individuais no desenvolvimento e independência dos músculos mímicos fazem com que as expressões variem entre os indivíduos sendo alguns conhecidos por serem mais expressivos e outros menos.

Tônus muscular

Outro aspecto importante dos músculos da face é o que conhecemos como tônus muscular. Para tonificar os músculos é preciso mover todo o conjunto das fibras, mas, em geral, isso não acontece nos movimentos normais do dia a dia.

Quando as pessoas se expressam, a gravidade mantém parte das fibras inativas devido aos movimentos antagonistas – quando parte do músculo está em movimento outra parte fica em repouso.

Dessa forma, em geral, as pessoas perdem tônus muscular não por movimentar os músculos da face, mas justamente porque no dia a dia eles são movidos de forma insuficiente.

Esse processo também explica a formação de expressões indesejadas mesmo quando a pessoa está em repouso, visto que o estado frequente de contração e relaxamento do músculo resulta na perda do tônus muscular.

Quais tratamentos estéticos afetam a musculatura facial?

Compreendendo melhor como funciona a musculatura facial é possível entender como ela influencia a estética do rosto.

Um dos principais responsáveis pela formação das rugas da face são os movimentos das expressões faciais, causando as rugas dinâmicas que podem se transformar em permanentes – as que são visíveis mesmo com a face em repouso.

Existem diferentes tratamentos focados nos na musculatura do rosto em decorrência da centralidade deles na estética do rosto. Conheça os principais a seguir!

Ginástica facial

Como afirmamos, a perda do tônus muscular não ocorre porque mexemos muito os músculos do rosto, mas justamente porque os movimentos cotidianos são insuficientes.

A ginástica facial é a atividade mais indicada para que haja um movimento completo dos músculos para que eles mantenham-se tonificados e fortalecidos, o que evita a formação de rugas e também a flacidez cutânea.

Os exercícios de ginástica facial são direcionados aos diferentes músculos da face, como da boca, olhos, nariz e pescoço.

Principais músculos da face

Toxina botulínica

A toxina botulínica, conhecida popularmente como Botox, é um tratamento estético direcionado à musculatura facial.

O que ocorre é que a substância age como um bloqueador neuromuscular impedindo as sinapses nervosas que comandam a contração do músculo.

Ao evitar o movimento, o tratamento reduz as rugas dinâmicas causadas pelas expressões faciais.

Como mostrado, alguns músculos agem em diferentes expressões, de forma que a aplicação da toxina botulínica deve ser realizada por um cirurgião plástico experiente para evitar uma face paralisada e com expressões artificiais.

Lifting facial

O lifting facial é a cirurgia plástica para rejuvenescimento facial, promovendo mudanças mais profundas na estética do rosto.

Por meio dessa intervenção cirúrgica, o especialista consegue reposicionar as estruturas faciais, incluindo os músculos, e remover o excesso de gordura e pele flácida.

Como resultado, há uma redução dos vincos e sulcos e também da formação de rugas, sejam as permanentes como também as dinâmicas que ocorrem junto com as expressões faciais.

A recomendação de qual conduta estética é mais adequada depende de uma avaliação detalhada do cirurgião plástico.

Em geral, casos mais amenos e nos quais se deseja adotar uma postura preventiva, a ginástica facial e o Botox apresentam resultados satisfatórios aumentando o tônus muscular ou diminuindo a movimentação da musculatura facial.

Por sua vez, o lifting facial é mais recomendado para pessoas com mais idade e nas quais os procedimentos estéticos já não entregam os resultados almejados.

Portanto, busque um auxílio especializado do cirurgião plástico para definir quais as principais necessidades para o seu caso e identificar o tratamento mais apropriado às suas insatisfações com a estética facial.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).