Dicas simples para suas roupas durarem mais

Veja dicas simples e práticas de como prolongar a vida de suas roupas.

As roupas são um dos artigos pessoais mais consumidos no mundo todo. São diversos tipos, estilos e cores de roupas que variam de acordo com a estação do ano e ocasião pretendida. O problema é que muita gente compra roupas repetidas vezes dentro de um curto espaço de tempo e não sabe porque as roupas desbotam ou estragam tão rápido. A resposta pode estar exatamente no armazenamento, na lavagem e no modo como as roupas são manuseadas na hora de colocá-las nos cabides, entre outras coisas que ajudam a encurtar a vida das peças e causam desperdício. Para que isso não aconteça, é importante adotar alguns hábitos e cuidados importantes que ajudarão a manter a saúde, a cor e o brilho das roupas por muito mais tempo, reduzindo o consumo excessivo na hora de sair às compras. Acha que é complicado? Pelo contrário! Veja nossas dicas!

Como lavar
A primeira dica é separar as roupas brancas das mais escuras antes de colocá-las na máquina de lavar. Também é necessário separar os tecidos para que eles não entrem em atrito. Afinal de contas, você não quer sua camisa social do trabalho girando na mesma máquina que tecidos ásperos e com zíperes afiados, não é? O fato é que, na pressa, muita gente acaba colocando todas as roupas juntas para lavar e isso afeta os tecidos. Por isso, uma boa dica é juntar as roupas de mesmo tecido ou tecido semelhante em uma lavagem. Lembre-se sempre de fechar os zíperes na hora da lavagem, caso contrário eles podem ficar presos ou puxar o fio de outras roupas. Isso parece um detalhe pequeno, mas quando estamos falando de lavagens diárias ou semanais, a coisa muda de proporção.

Como armazenar
É comum as roupas perderem sua forma por conta do armazenamento inadequado. Para sanar o problema, é preciso dobrar as peças que precisam ser dobradas e pendurar as que precisam ser penduradas. Pareceu óbvio? Mas poucos fazem isso! Peças como blusas duram mais quando são dobradas, visto que os cabides podem acabar esticando os ombros com o tempo. O ideal é pendurar peças como camisas, vestidos, blusas de seda e calças compridas, por exemplo, a fim de preservar sua forma e prevenir rugas e desgastes. Para os ternos e casacos mais pesados eles precisarão de ganchos pesados e jamais devem ser dobrados. Se você possui roupas que só usa em temporada, o indicado é mantê-las em caixas ou sacos seláveis para evitar o mofo, traças ou acúmulo de poeira.

Como pendurar
Primeiramente, peças de lã, linha ou malha, bem como casacos e blusas não devem ser penduradas, já que suas fibras são mais abertas e o peso pode acabar esticando-as e deformando-as. Outra dica é sempre ater-se ao desenho do cabide. Para tecidos mais finos e delicados, recomenda-se o uso de um cabide com os ombros curvados para baixo. Para as calças, prefira pendurar uma ou no máximo duas por cabide, se você possui muitas calças. O cabide infantil é uma ótima dica para pendurar apenas uma calça, visto que traz maior fixação e evita que ela deslize e caia no guarda-roupas.

Como tirar umidade do armário
A umidade é a grande causadora de mofo no armário, o que deixa as roupas mais amareladas e pode causar alergias de pele. Para evitar a umidade no armário você pode recorrer aos produtos antimofos, que são vendidos nos mercados por preços bastante acessíveis. Há também uma outra dica caseira extremamente eficiente para solucionar esse caso, que é colocar uma caixa de giz de lousa no armário ou dentro das gavetas, já que o giz absorve toda a umidade do local, como uma esponja, tirando a umidade do ar do armário e concentrando-a em si.

Como evitar o mau cheiro
Para evitar o cheio forte das roupas, você pode optar por uma combinação de spray de roupas e um pouco de vodca, que ajuda a diminuir o odor. Outra opção é pegar uma meia calça e enche-la com serragem de cedro, que pode ser encontrado em qualquer marcenaria. Essa tática é bastante eficaz para espantar as traças que podem se proliferar e estragar as peças. Outras opções são a Sílica Gel e o Cloreto de Cálcio, que evitam fungos e mofo, além de ajudarem a afastar o mau cheiro.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).