Conheça os benefícios da micropigmentação e deixe o seu rosto mais harmonioso

Mulher com sobrancelha definitiva

Micropigmentação pode ser usada em casos estéticos e também em casos de doenças como vitiligo e câncer de mama.

Novas técnicas estéticas têm sido difundidas para promover o rejuvenescimento facial e também melhorar a aparência. Entre esses recursos está a micropigmentação, que promove a definição e coloração de diferentes partes do corpo.

Ao falar em micropigmentação você pode pensar em alguns procedimentos específicos, como a chamada sobrancelha definitiva. De fato, essa é uma das técnicas mais conhecidas, mas não é a única.

A seguir conheça o que exatamente é a micropigmentação e quais os benefícios proporcionados por esse procedimento estético.

O que é a micropigmentação?

A micropigmentação estética e paramédica é conhecida também como maquiagem definitiva, no entanto, esse não é o único uso para qual ela serve. A técnica consiste em um processo de pigmentação da pele com o objetivo de definir ou corrigir traços e formas do rosto.

Ela também pode ser utilizada para suavizar imperfeições e uniformizar cores da pele do rosto ou do corpo, o que faz com que seu uso não se restrinja apenas à maquiagem, como é conhecida mais frequentemente.

Para a realização da micropigmentação é utilizado o dermógrafo. Esse aparelho possui uma agulha na extremidade e permite a aplicação de um pigmento antialérgico à base de glicerina na camada mais superficial da pele chamada de epiderme.

O procedimento é recomendado para diferentes casos, podendo ser realizado para:

  • definição ou preenchimento da sobrancelha;
  • coloração dos lábios;
  • suavização de cicatrizes;
  • cobertura de áreas de vitiligo;
  • reconstrução de aréolas no caso de procedimentos na mama.

Portanto, além de uma função estética, a micropigmentação propicia benefícios relacionados a autoestima e minimização de efeitos decorrentes de doenças como o vitiligo e o câncer de mama.

Como a técnica é realizada?

Para a realizar a micropigmentação inicialmente é necessário procurar um profissional de confiança para análise do caso. O mais recomendado é que o procedimento seja executado por um cirurgião plástico ou dermatologista devido aos detalhes estéticos necessários.

O profissional deverá avaliar o caso para verificar se as expectativas do paciente estão alinhadas com as possibilidades da técnica, além de explicar como ela é realizada e fazer um teste antes de conduzir o procedimento, minimizando riscos de alergia ou irritação posterior.

Para iniciar a técnica é utilizado um anestésico para reduzir os desconfortos. Apesar de não ser invasiva, a dor depende muito da sensibilidade de cada paciente.

Seguindo as linhas naturais da face e o estudo anterior, considerando as características do paciente e desejos dele, o profissional faz a aplicação da coloração usando o dermógrafo. A duração do procedimento depende da região e extensão.

Logo após a aplicação é possível que a coloração fique mais escura, no entanto, o pigmento tende a suavizar conforme ocorre a descamação da derme nos dias posteriores a sessão. Após essa fase, é possível que o profissional indique retoques na região onde o procedimento foi realizado.

Quais os benefícios do procedimento?

A foto está focando no olho de uma mulher

Existem diversos benefícios relacionados com a realização da micropigmentação, seja estética ou paramédica. As vantagens variam de caso para caso, mas, em geral, as pacientes ficam satisfeitas com os resultados obtidos. Conheça os principais benefícios a seguir!

Facilidade para se arrumar

Ao realizar procedimentos com foco mais estético, como a sobrancelha definitiva ou pigmentação dos lábios, um dos principais objetivos das mulheres é ter mais facilidade para se arrumar diariamente, sentindo-se mais bonita com menos esforço.

Você pode se identificar com a cena: acordar mais cedo para passar maquiagem, desenhar a sobrancelha e lábios, passar batom e outros cuidados diários.

Realmente, muitas mulheres passam por isso diariamente, principalmente quando estão incomodadas com as falhas e coloração clara dos lábios e sobrancelhas. Ao optar pela micropigmentação esses problemas são minimizados, já estando pronta logo ao acordar.

Autoestima

A autoestima da mulher também é um aspecto importante e que deve ser considerado ao optar por procedimentos como a micropigmentação, seja ela com fins estéticos ou paramédicos.

Imagine, por exemplo, uma mulher com Alopecia Areata, que consiste na ausência de pelos no corpo, e que tem vergonha da própria aparência. Com a micropigmentação ela pode ter a sobrancelha desenhada sempre e com resultados naturais, sem ter que refazê-la diariamente.

Esse também é o caso de mulheres que precisam retirar as mamas devido ao câncer de mama, sendo que a possibilidade de reconstrução é importante para devolver a autoestima e vivacidade após a doença.

Ao preservar a autoestima, a micropigmentação paramédica auxilia em outros fatores, como reduzir quadros de ansiedade e depressão, que podem ser associados a problema de saúde que afetam a aparência.

Sociabilidade

Em alguns casos, a insatisfação com a aparência faz com que a mulher reduza o próprio convívio social, prejudicando a vida profissional, os estudos e mesmo as relações pessoais.

Um exemplo é no caso de vitiligo, que provoca manchas brancas na pele devido a diminuição de células produtoras de melanina. Ainda que muitas pessoas lidem bem com a situação, outras optam pelo confinamento, prejudicando a qualidade de vida, condição que pode ser amenizada com os procedimentos estéticos.

Quais os cuidados após a micropigmentação?

Os resultados da micropigmentação podem demorar até um mês para chegar a coloração desejada, e é importante que se adote os cuidados necessários após o procedimento para que os resultados sejam ainda mais satisfatórios. Entre as recomendações estão:

  • uso de medicação cicatrizante indicada pelo profissional;
  • evitar o uso de maquiagem na região antes do processo de cicatrização;
  • realizar a assepsia e lubrificação do local;
  • evitar a exposição solar e após a cicatrização utilizar protetor solar.

A duração dos efeitos da micropigmentação pode variar entre seis meses e seis anos de acordo com fatores como região da aplicação, tom de pele, tons do pigmento, exposição ao sol, tratamentos de clareamento e outros.

A micropigmentação é uma técnica não invasiva e muito segura que está associada a beleza e autoestima. A recomendação e realização do procedimento devem ser feitas por um profissional especializado e de confiança, portanto, agende sua consulta em nossa clínica para avaliação!

Agende agora a sua consulta!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).