Massageador Para Celulite Resolve? Como Acabar Com a Celulite

Celulite

O desconforto com os furinhos na pele faz com que muitas pessoas adquiram um massageador para celulite, mas será que esse dispositivo funciona?

O verão está chegando e, com ele, aumenta a preocupação com a aparência do corpo e mulheres começam procurar formas de combater o aspecto de casca de laranja na pele. Um dos métodos caseiros é o massageador para celulite, mas será que ele resolve o problema?

Os modelos disponíveis no mercado variam entre os massageadores manuais e os elétricos. Ambos dispõem de uma superfície recoberta por bolinhas, que entram em contato com a pele e se destinam a desmanchar as células de gordura enquanto aquecem a pele.

Enquanto os massageadores elétricos são mais práticos, os manuais exigem que a pessoa aplique um pouco mais de pressão para fazer a massagem. Os dois, porém, carregam a promessa de possibilitar uma automassagem que acaba com a celulite e reduz medidas.

Como funciona o massageador para celulite

Massageador Para Celulite

Ao serem comprimidas contra a pele, as bolinhas do massageador para celulite ativam a circulação local, aumentando o fluxo sanguíneo e o aporte de oxigênio e nutrientes para a região. No caso dos massageadores elétricos, esse efeito é potencializado pela vibração do aparelho.

Com isso, o organismo recebe uma ajuda para eliminar toxinas e a retenção de líquidos, dois dos fatores que contribuem para o surgimento da celulite. Além disso, eliminar o inchaço também promove uma redução de medidas, melhorando os contornos.

O mecanismo de ação desses aparelhos pode ser muito interessante, mas será que eles realmente têm o poder de acabar com a celulite?

Limitações do massageador para celulite

Por conterem a superfície com bolinhas, o massageador para celulite pode causar um pouco de desconforto durante sua utilização. Dessa forma, pode ser um tanto complicado manter a pressão adequada enquanto você se faz uma automassagem.

Apesar disso, a maior limitação desses aparelhos é que nenhuma massagem sozinha elimina gordura. Na verdade, o que acontece é a redução de medidas e o rompimento das células adiposas, liberando a gordura para ser usada como fonte de energia pelo corpo.

Isso, porém, não significa que a pessoa emagreceu ou perdeu gordura. Esses efeitos só vão acontecer se a massagem for acompanhada por dieta equilibrada e exercícios físicos.

Além disso, é preciso lembrar que o massageador para celulite tem algumas contraindicações. Ele não é recomendado para pessoas com infecções agudas no local a ser massageado, tumores, insuficiência renal e problemas cardíacos.

Massageador Para Celulite Elétrico

Melhores procedimentos para acabar com a celulite

Embora não seja um problema de saúde, a celulite incomoda muitas pessoas. Felizmente, existem vários tratamentos que oferecem bons resultados, sendo mais eficazes do que os massageadores. Conheça algumas opções:

  • Drenagem linfática: é uma massagem dedicada a eliminar os líquidos acumulados nos tecidos. Ela estimula a eliminação das toxinas e a circulação sanguínea, melhorando a aparência da pele;

  • Massagem modeladora: atua sobre as placas de gordura e o sistema linfático por meio de movimentos mais firmes. Com a vasodilatação, aumenta o aporte de oxigênio e a velocidade do metabolismo, ajudando também a combater a flacidez;

  • Endermologia: é um tratamento feito com um aparelho que contém um sistema de sucção e dois rolos de massagem. É recomendado para celulite de moderada a severa.

  • Radiofrequência: com um aparelho que emite radiação eletromagnética, esse tratamento estimula a produção de colágeno, reestruturando a pele que antes estava cheia de furinhos. Também ajuda a combater a flacidez;

  • Carboxiterapia: consiste na injeção de gás carbônico medicinal sob a pele, o qual estimula a circulação sanguínea, a produção de colágeno e a quebra das células de gordura, ajudando a eliminar a celulite;

  • Criolipólise: é utilizado um aparelho que aplica temperaturas muito baixas na pele e congela as células de gordura, facilitando seu rompimento e a eliminação pelo organismo;

  • Corrente russa: consiste na aplicação de uma corrente elétrica que promove uma contração muscular. Isso resulta em aumento do tônus muscular e redução da flacidez, que ajudam a melhorar a aparência da pele com celulite;

  • Lipocavitação: com um aparelho que emite ultrassom, o tratamento consiste em produzir pequenas bolhas dentro das células de gordura, facilitando a sua quebra;

  • Manthus: é um aparelho que combina ultrassom e correntes elétricas. Enquanto o ultrassom causa a agitação das células, promovendo seu rompimento, as correntes elétricas estimulam a eliminação da gordura pelos vasos linfáticos;

  • Ultracontour: consiste no uso combinado do ultrassom de alta intensidade e da cavitação para romper a membrana das células de gordura, drenando os resíduos para o sistema linfático.

Dependendo do grau da celulite e das características da pele do paciente, pode existir um procedimento que funcione melhor do que o outro. Por isso, é importante fazer uma avaliação com o médico dermatologista ou cirurgião plástico para descobrir qual é o mais indicado.

Antes e Depois dos Cuidados Contra Celulite

Afinal, o massageador para celulite ajuda alguma coisa?

O uso contínuo desses aparelhos realmente pode ajudar a estimular a circulação local, o que aumenta a oxigenação e a firmeza da pele, facilitando também a absorção de produtos tópicos. Assim, eles podem funcionar como bons coadjuvantes no tratamento da celulite.

Porém, é preciso ter em mente que, se for utilizado sozinho, o massageador para celulite não vai surtir muito efeito. É preciso aliar dieta, exercícios que combatem a celulite e tratamentos estéticos mais eficientes para observar uma mudança significativa na aparência da pele. E para um melhor tratamento entre em contato com uma Clínica de Cirurgia Plástica.

  • 23
    Shares

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).