11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Como fazer a manutenção do seu procedimento estético?

Importância da manutenção de procedimento estético

A manutenção de procedimento estético garante resultados mais satisfatórios e duradouros. Conheça períodos de acordo com as técnicas

A manutenção de procedimento estético gera dúvidas para muitas mulheres interessadas nas técnicas para rejuvenescimento facial, tratamento de sinais indesejados ou mesmo gordura localizada.

O questionamento é importante. Sendo assim, o alinhamento das expectativas em relação aos resultados é um passo fundamental para decidir sobre um procedimento estético.

A seguir saiba como cuidar dos resultados estéticos alcançados por meio dos procedimentos e também qual a rotina de manutenção de alguns deles.

Quais cuidados garantem maior durabilidade dos resultados estéticos?

Antes de conhecer a rotina de manutenção de procedimento estético, é importante avaliar quesitos particulares. Afinal, a durabilidade dos resultados pode depender de alguns fatores.

Ainda que a média de duração dos resultados não oscile enormemente, alguns cuidados podem contribuir no retardamento do envelhecimento facial e surgimento de sinais indesejados. O que, por sua vez, pode aumentar os intervalos entre as intervenções. 

Entre os bons cuidados incluem-se:

  • ter uma rotina matinal de skincare, incluindo limpeza, hidratação e proteção solar diariamente;
  • ter uma rotina de cuidados noturna, removendo a maquiagem e impurezas da pele;
  • beber uma quantidade de água diariamente apropriada ao peso e altura;
  • ter uma alimentação saudável, priorizando alimentos naturais e reduzindo as opções processadas, gordurosas e açucaradas;
  • no caso da toxina botulínica, reduzir os movimentos faciais;
  • no caso de tratamentos para gordura localizada, evitar condutas que aumentem o efeito sanfona como dietas restritivas seguidas alimentação abundante;
  • fazer exercícios físicos regularmente;
  • evitar o tabaco e consumo excessivo de bebidas alcóolicas;
  • ter sono de qualidade, evitando uso de telas e estímulos no período noturno.

Tais práticas contribuem para maior duração dos resultados dos procedimentos estéticos. Dessa forma, hábitos saudáveis contribuem diretamente na estética, devendo ser preservados sempre que possível. 

Como é a manutenção de procedimento estético?

Dicas sobre manutenção do procedimento estético

 

Apesar de os hábitos saudáveis contribuírem para os resultados, a manutenção de procedimento estético ainda é necessária.

Considerando isso, é sempre importante conversar de forma individualizada com o cirurgião plástico, dermatologista ou esteticista responsável para entender as particularidades e demandas da sua pele e organismo.

Portanto, a regularidade da manutenção pode variar de acordo com o tratamento, como: 

  • peeling químico: assim como a limpeza facial profunda, pode ser feito a cada 2 a 3 meses dependendo do tipo de pele e gravidade dos sinais faciais, como melasmas, cicatrizes e oleosidade; 
  • toxina botulínica: deve ser reaplicada a cada três a seis meses dependendo da absorção do organismo. Em geral, homens têm uma absorção mais rápida e precisam da manutenção em menos tempo;
  • preenchimento facial: dependendo da técnica utilizada, a absorção pelo organismo pode ocorrer entre 6 e 18 meses considerando o uso do ácido hialurônico;
  • preenchimento labial: a manutenção de procedimento estético deve ser realizada entre 10 e 12 meses após a realização da técnica;
  • MD Codes: a duração dos resultados permanece entre 12 e 24 meses, dependendo do ritmo de absorção do organismo e cuidados diários, sendo preciso acompanhar as especificidades do caso com o cirurgião plástico responsável;
  • harmonização facial: diferentes técnicas são realizadas na harmonização facial, mas os resultados costumam ser temporários com uma duração de 6 a 12 meses para manutenção;
  • radiofrequência: quando usada para tratamento de gordura localizada, após a finalização das sessões de tratamento, a manutenção pode ser a cada 1 ou 2 meses para preservação dos resultados.

É sempre necessário conversar com o cirurgião plástico responsável e entender as demandas específicas do seu caso.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).