Limpeza de pele ou peeling?

Tanto a limpeza de pele quanto o peeling fazem parte do universo de beleza feminino e masculino, contudo precisam de alguns cuidados. Conheça mais dos procedimentos e saiba qual o mais indicado. 

Para escolher entre as duas técnicas é importante levar em consideração alguns fatores, como o valor que você quer gastar, o resultado que deseja obter e a recusa em relação a processos mais invasivos. Ambos os procedimentos devem ser realizados por profissionais capacitados em clínicas ou centros de beleza com alvará de funcionamento expedido pela vigilância sanitária e boas condições de higiene. Além disso, é preciso conhecer mais sobre o procedimento. A limpeza de pele, por exemplo, consiste na e extração de cravos e acúmulo de sebo nos folículos. Ela é indicada para mulheres e homens a partir da adolescência, auxiliando, principalmente a quem tem pele oleosa, diminuindo a incidência de acne.

A limpeza de pele também ajuda na remoção da camada de células mortas, o que facilita a eliminação destas substâncias e micro organismos. O tratamento começa com a higienização da pele e em seguida a limpeza com géis, cremes ou emulsões. O próximo passo é a grânulos. Deve -se evitar a esfoliação utilizando produtos que possuem algum ácido em sua composição ou mesmo as receitas caseiras, pois a pele do rosto é muito delicada. A retirada de impurezas já é um procedimento delicado e por essa razão é importante evitar agentes que possam danificá-la.

Já o peeling é a esfoliação realizada com materiais específicos ou com aplicação de substâncias químicas com o objetivo de eliminar marcas de expressão e manchas. Os peelings são feitos com a aplicação de ácidos, tais como o ácido retinoico, fenol ou salicílico) ou físico, realizado com processos mecânicos: Microdermoabrasão, também conhecido como peeling de cristal ou diamante, em que é feita a esfoliação com aplicação de microcristais de óxido de alumínio. O método diminui a incidência de rugas finas e manchas, além de melhorar o aspecto e textura da pele. Outro tipo é chamado Dermoabrasão, que é realizado com lixas ideais para a diminuição de cicatrizes e marcas do tempo.

O tipo mais sofisticado e peeling é feito a laser em um processo de queima uniforme da pele, ideal para quem quer diminuir marcas de expressão. O método deve ser evitado por quem tem pele morena, pois podem aparecer manchas que demoram a desaparecer. Os dois procedimentos são seguros desde que realizados por pessoas capacitadas e com os devidos cuidados. Converse sempre com o dermatologista sobre qual a melhor opção e busque fazer o procedimento em um estabelecimento indicado por algum amigo ou parente que ficou satisfeito com o resultado.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).