Menu

Levantar os seios: Veja 07 dicas para evitar o caimento e como a mastopexia pode te ajudar!

Mamas projetadas e bem posicionadas são um dos maiores símbolos da beleza e juventude feminina. Saiba como cuidar dessa região do corpo

Mamas caídas envelhecem a silhueta e nos deixam inseguras em relação à nossa feminilidade. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para você evitar a flacidez nessa região e também vamos falar sobre a mastopexia, a cirurgia plástica para levantar os seios. Confira:

  1. Evite o efeito sanfona

Emagrecer e engordar são processos que também afetam as mamas, pois boa parte delas é formada por gordura. Assim, a pele precisa se esticar e encolher para se adaptar ao novo tamanho dos seios – uma capacidade que pode ser perdida no efeito sanfona.

Com as constantes mudanças de peso, a pele das mamas pode não conseguir mais voltar ao estado original, originando a flacidez e os seios caídos. Por isso, manter uma dieta saudável e uma rotina de exercícios é essencial para manter essa parte do corpo em dia.

  1. Saiba o que privilegiar na sua alimentação

Evitar o caimento das mamas também é uma questão de escolher os alimentos certos, como aqueles que são ricos em proteínas de alto valor biológico (carnes magras e ovos) e antioxidantes (chá verde e frutas vermelhas, por exemplo).

As frutas cítricas, que são fonte de vitamina C, também ajudam a levantar os seios, pois esse micronutriente é fundamental na síntese de colágeno, a proteína que dá sustentação à pele.

  1. Faça suplementação de colágeno

A partir dos 35 anos, a produção natural de colágeno cai 1% ao ano, o que prejudica a firmeza da pele e a deixa mais sujeita às rugas e à flacidez, inclusive das mamas. Por isso, também é necessário fazer uma suplementação dessa proteína, geralmente por meio de sachês.

Veja mais: O que é o colágeno – Tire suas dúvidas sobre essas proteína!

  1. Use um sutiã adequado para o seu peito

Além de levantar os seios e deixá-los mais bonitos temporariamente, um sutiã que forneça o suporte necessário ajuda a manter a integridade das fibras de sustentação da pele, evitando a flacidez pela ação da gravidade.

Esse cuidado é especialmente importante durante a prática de esportes, quando se devem utilizar tops específicos para segurar as mamas firmemente junto ao corpo.

  1. Hidrate a pele dos seios por dentro e por fora

Tomar cerca de 2 litros de água por dia é essencial para manter todo o organismo hidratado, o que inclui a pele dos seios, evitando o agravamento dos sinais do envelhecimento.

Além disso, é importante utilizar um creme hidratante com efeito firmador diariamente. Embora os produtos cosméticos não consigam levantar os seios, eles ajudam a deixar a pele mais resistente, prevenindo estrias e flacidez.

  1. Não se esqueça do protetor solar

Da mesma forma que devemos aplicar protetor solar com FPS 30 ou superior no rosto todos os dias, a região do colo e do decote que ficar exposta também deve receber esse cuidado.

Isso porque o sol é um dos principais agentes aceleradores do envelhecimento, pois a radiação ultravioleta destrói as fibras do colágeno e deixa a pele mais flácida, contribuindo para os seios ficarem caídos.

  1. Faça exercícios físicos

A prática de atividades físicas aumenta o gasto calórico e ajuda a controlar o peso. Além disso, exercícios que trabalham a musculatura do peitoral e do tórax contribuem para deixar a pele da região mais firme, evitando a flacidez das mamas.

Mastopexia: a cirurgia para levantar os seios

Se você já apresenta flacidez nas mamas, as dicas acima continuam sendo importantes para manter a beleza e a saúde principalmente dessa região, mas elas não vão ser realmente eficientes para levantar os seios.

Nesse caso, o procedimento que oferece uma boa solução é a mastopexia, a cirurgia plástica que tem como objetivo corrigir a flacidez das mamas e deixá-las com um aspecto mais jovem, firme e simétrico. Se necessário, aréola também pode ser corrigida e reposicionada.

Essa cirurgia pode ser feita com anestesia local com sedação ou anestesia geral e dura cerca de duas a três horas. As incisões podem ser em forma de L, T ou periareolar (ao redor da aréola), dependendo da avaliação médica.

Nesse procedimento, os tecidos serão reposicionados de forma a levantar os seios, com a secção do excesso de pele responsável pela flacidez. Se a paciente desejar e realmente for necessário, é possível fazer a mastopexia com prótese, aumentando o volume das mamas.

É importante destacar que, para seios caídos, a simples colocação de uma prótese de silicone não resolveria o problema, pelo contrário: por deixar a mama mais pesada, o implante poderia acentuar a ptose mamária. Dessa forma, é preciso também corrigir a flacidez.

Confira mais: Mastopexia com prótese – Tudo o que você precisa saber!

Como é a recuperação e os cuidados no pós-operatório da mastopexia

O pós-operatório não deve apresentar dores intensas, e os desconfortos devem ser aliviados com analgésicos prescritos pelo médico. Os curativos são retirados depois de 24 horas, mas a paciente deverá utilizar uma microporagem na cicatriz por pelo menos 30 dias.

Pode ser necessário o uso do dreno, mas os pontos costumam ser internos e não precisam ser retirados. Outro cuidado essencial é o uso do sutiã pós-cirúrgico por no mínimo um mês, o que acelera a cicatrização por manter os tecidos bem firmes em suas novas posições.

É necessário fazer repouso relativo por cerca de 15 dias, evitando o esforço físico. Nos primeiros 30 dias, é proibido fazer movimentos bruscos com os braços, erguê-los acima da linha do ombro e carregar peso.

Se recomendado pelo médico, devem ser feitas sessões de drenagem linfática na primeira semana para ajuda a reduzir o inchaço e remodelar as cicatrizes.

Confira todos os detalhes aqui: Pós operatório da mastopexia – Veja todos os detalhes!

 

Resultados da mastopexia

Os resultados definitivos da mastopexia podem ser observados cerca de um ano depois da cirurgia, quando as cicatrizes, o volume, a consistência, o formato e a sensibilidade das mamas assumem sua aparência final.

Como a amamentação pode ser prejudicada dependendo da técnica da cirurgia e os resultados podem ser perdidos se houver um ganho excessivo de peso na gestação (ou em qualquer outra época), recomenda-se fazer a mastopexia depois de ter tido todos os filhos desejados.

Você gostaria de fazer a cirurgia plástica para corrigir a flacidez das mamas? Agende sua consulta com a Dra. Luciana Pepino e tire todas as suas dúvidas em uma avaliação presencial!