(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
como não acabar com uma harmonização facial exagerada

Saiba como evitar exageros na harmonização facial

Harmonização facial visa rosto mais harmônico e rejuvenescimento, mas tratamento deve ser feito com especialista para evitar exageros

A harmonização facial exagerada já é chamada de “desarmonização facial”, ou seja, procedimentos que em vez de contribuir na estética e rejuvenescimento das pacientes promovem resultados indesejados.

Diversos fatores estão por trás da harmonização facial exagerada. Confira a seguir algumas recomendações para evitar esse problema.

5 dicas para melhorar os resultados

Nos últimos anos houve uma busca crescente pela harmonização facial, tratamento que reúne diferentes técnicas para promover mudanças sutis que tornem a face mais harmônica.

Os resultados excessivos e artificiais, no entanto, também cresceram. Saiba como evitá-los!

1. Escolha do cirurgião plástico

O cirurgião plástico é o profissional mais qualificado para executar um tratamento de harmonização facial devido seu amplo conhecimento da anatomia facial e senso estético.

Dessa forma, recomenda-se fazer o tratamento com o profissional qualificado e também escolher um cirurgião plástico de confiança, com experiência nesse tipo de tratamento e que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

2. Avaliação antes do procedimento

mulher caucasiana com traços faciais sendo medidos digitalmente

Um problema comum que pode resultar em excessos na harmonização facial é já querer fazer o procedimento de imediato ao chegar ao consultório médico.

O ideal é que seja feita uma avaliação antes do tratamento, explicando ao especialista quais os incômodos com a estética da face e quais os resultados desejados.

Pode ser necessária também uma aplicação teste para avaliar se não há rejeição à substância, especialmente se a paciente tiver histórico de alergias, doenças autoimunes ou outros problemas de saúde.

Ainda que não se trate de uma intervenção cirúrgica, é importante compartilhar essas informações com a equipe médica, reduzindo as chances de complicações.

3. Margem para refinar o resultado posteriormente

Muitos profissionais preferem trabalhar com uma margem de segurança na harmonização facial combinando de fazer retoques na semana posterior à primeira aplicação.

Com isso, evitam-se exageros na harmonização, pois com essa abordagem o resultado é buscado aos poucos e com melhor consciência de como o organismo reage à substância.

4. Intervalo das aplicações

Algumas pessoas criam tantas expectativas relacionadas às intervenções estéticas que fazem diferentes procedimentos em um curto período de tempo, dificultando saber como será o resultado final do tratamento.

Além disso, aplicações excessivas do ácido hialurônico, como com semanas de intervalo, podem causar resultados exagerados. 

5. Acompanhamento psicológico

Os resultados exagerados na harmonização facial também podem ser consequência de distúrbios de imagem que prejudicam a clareza da paciente em relação à própria aparência.

Os distúrbios de imagem demandam assistência psiquiátrica e/ou psicológica e podem ser resultado da busca por um ideal de beleza irrealista e pressão midiática.

Um cirurgião plástico, ao conversar com a paciente na avaliação do tratamento, tem experiência para avaliar se há alguma distorção em como a paciente se vê, podendo contribuir para evitar uma intervenção desnecessária ou exagerada.

Portanto, os exageros na harmonização facial podem ser causados por diferentes fatores, desde a escolha de uma pessoa não qualificada para realizar o tratamento, até condições psicológicas que afetam a autoimagem.

O cirurgião plástico é assim o profissional mais indicado para avaliar, indicar e conduzir o tratamento visando que a harmonização facial exagerada não ocorra e entregue um resultado satisfatório e harmônico. 

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    Quero ajudar!
    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    logo

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    Quero ajudar!

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.