Menu

Descubra como fazer um financiamento de cirurgia plástica!

Sua cirurgia plástica não deve representar um rombo no seu orçamento! Veja como adaptar o sonho à sua realidade financeira

Uma cirurgia plástica é um procedimento que requer planejamento. O melhor momento para a cirurgia, por exemplo, deve ser conciliado com a sua disponibilidade – levando-se em consideração o tempo de recuperação – bem como a agenda.

Esta certamente não é uma decisão para ser tomada da noite para o dia, mas isso acaba sendo uma vantagem também para quem precisa se planejar financeiramente para pagar a cirurgia.

Afinal, dispor de valores altos de uma só vez pode ser um incômodo no orçamento familiar. Contudo, como toda modalidade de investimento, não apenas as clínicas como também as instituições financeiras estão cientes disso e passaram a oferecer algumas soluções.

É por essa razão que existem hoje diversas modalidades de financiamento de cirurgia plástica. As possibilidades vão desde o parcelamento mais simples diretamente com a clínica até os empréstimos bancários para cobrir o pagamento total da cirurgia. Vamos saber mais.

Financiamento de cirurgia plástica: como fazer

Tudo vai depender da clínica que você escolheu para realizar o seu procedimento, pois as condições podem variar de acordo com cada estabelecimento.

Contudo, ciente dessa alta demanda por pagamentos em médio e longo prazo, boa parte das grandes clínicas oferece formas específicas de parcelamento que vão além das tradicionais – como boleto bancário ou cartão de crédito, por exemplo.

Além disso, podem existir outras formas de financiamento de cirurgia plástica oferecidas em parceria com instituições financeiras.

Nesse caso, todo o procedimento é feito e aprovado pelo agente financeiro em questão e, por conta disso, está sujeito a regras específicas. A taxa de juros é variável, mas as possibilidades de parcelamento também são.

Se o seu orçamento pede mensalidades mais acessíveis, por exemplo, ainda que elas representem um tempo maior de pagamento das parcelas, é bem provável que essa seja a opção mais interessante para que a cirurgia plástica não se torne um problema.

Obviamente, tudo vai depender das parcerias que a clínica em questão possui, por isso esse é um fator a ser pesquisado também nas suas primeiras consultas. Dessa forma, não tenha receio de perguntar sobre as condições de pagamento oferecidas pela clínica.

Saiba como fazer um financiamento de cirurgia plástica!

Empréstimo para cirurgia plástica

Já a modalidade de empréstimo para cirurgia plástica não depende da clínica em questão, mas sim das instituições financeiras. Nesse caso, você precisa ir até o banco e aprovar o empréstimo do valor total (ou da parcela que ainda lhe falta) para cobrir a cirurgia.

No caso do empréstimo, os trâmites legais e burocráticos ficam fora do alcance da clínica, uma vez que ela não precisa ter, necessariamente, uma parceria com as entidades financeiras em questão.

Depois de aprovado o seu crédito, você se dirige à clínica e faz o pagamento, como se estivesse contratando sua cirurgia plástica à vista. Dessa forma, as condições de parcelamento e as taxas de juros correspondentes vão depender única e exclusivamente da instituição financeira.

Nesse sentido, a alternativa do empréstimo dá a você mais oportunidades de escolher onde deseja realizar o procedimento, porém é importante que essa decisão não seja tomada apenas por conta do preço.

Qual é a melhor forma de investimento?

É difícil dizer com todas as letras que uma das formas é melhor do que outra porque é preciso avaliar uma série de fatores. Além disso, o que é melhor para você pode não ser a opção mais interessante para outra pessoa.

Por isso, é preciso sempre considerar ambas as possibilidades e decidir aquilo que mais se adequa ao seu perfil. Em linhas gerais, o financiamento é a opção mais interessante para quem busca parcelas maiores ou prazo mais extenso para o pagamento do procedimento.

Já os empréstimos bancários são mais interessantes para aqueles que buscam taxas de juros mais atrativas, pois nesse caso há uma ampla variedade para se pesquisar.

Porém, vamos voltar a um tema que é fundamental: a sua decisão de onde fazer o procedimento não deve ser condicionada exclusivamente ao preço da cirurgia plástica. Conheça os diversos procedimentos estéticos da Dra. Luciana Pepino.

Por mais simples que alguns procedimentos possam parece, trata-se de algo que mexe com a sua saúde e com o seu corpo. Portanto, você não deve arriscar seu bem-estar pensando apenas na economia.

Assim, você não deve recorrer a qualquer profissional apenas pelo fato de que ele tem um preço mais atraente. 

O que você deve levar em consideração é a experiência da clínica, o suporte que ela dá ao seu tratamento e, principalmente, o fato de você se sentir à vontade para dar sequência à cirurgia.

Entenda mais sobre o financiamento da cirurgia plástica!

Cuidados que você deve ter na hora de escolher um bom médico

Já que o preço é apenas uma das variáveis em uma cirurgia plástica – e nunca deve ser tratado como a principal delas – é importante que você tenha ciência de alguns conselhos para escolher bem quem será o cirurgião responsável pelo seu procedimento.

  • Lembre-se de analisar prioritariamente o seguinte: o médico em questão deve ser especialista em Cirurgia Plástica, com título concedido ou autorizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;
  • Todo o procedimento com sedação venosa ou anestesia geral deve acontecer em um hospital com centro cirúrgico, que siga todas as normas e determinações previstas pela Anvisa;
  • Informe-se antes com amigos e familiares e peça referências sobre os profissionais em questão. Quanto maior for a experiência dos envolvidos, certamente mais segurança você terá ao passar pelos procedimentos;
  • Tire todas as suas dúvidas com o cirurgião. O paciente deve ir para a mesa de cirurgia tendo o máximo possível de informações sobre os procedimentos, incluindo os riscos, as consequências e os prazos de recuperação no pós-operatório.

Desconfie de qualquer profissional ou clínica que se neguem a passar informações de forma clara e objetiva, sejam elas sobre o procedimento ou o pagamento.

As opções de financiamento em cirurgia plástica não devem ser o fator de decisão no seu procedimento, mas ele é essencial para que você fique satisfeita. Busque sempre as alternativas que se adequem melhor ao seu orçamento.

Agora que você sabe como fazer o financiamento, deixe seu comentário sobre o assunto e agende uma consulta com a Dra. Luciana Pepino.

  • 88
    Shares
  1. Silvia Caruso disse:

    Excelente site. Muito bom. Parabéns!!!!