Adeus aos erros cometidos no treino!

erros cometidos no treino

Veja se você comete alguns deslizes e saiba como revertê-los para não comprometer a atividade física

Correr para a academia todos os dias a fim de perder uns quilinhos faz parte da rotina de muitos brasileiros. Os erros cometidos no treino fazem parte dessa rotina, um conjunto de deslizes que acontecem com bastante frequência e que podem comprometer a qualidade da atividade física. Isso gera aquela sensação de levantar peso durante meses de forma errada e os músculos permanecerem no mesmo lugar, bem como aquelas séries intermináveis de abdominais que não ajudam em nada no adeus às gorduras localizadas.

Os erros cometidos no treino podem começar no alongamento, sem que você perceba. Quem faz academia, geralmente, tem o hábito de pulá-lo, o que não é recomendado, pois essa tarefa aquece e prepara os músculos para a atividade física. Porém, da mesma forma que há pessoas que o pulem, há quem o faça de maneira exagerada. Por exemplo, esticar a perna mais que o necessário ou o braço até o limite. É preciso entrar em um acordo e recorrer a um profissional que lhe indicará se o alongamento é feito da maneira correta. Isso evita rupturas nos tendões.

Os erros cometidos no treino mais comuns

Um deles acontece quando você resolve fazer a atividade física por si só e não pergunta ao instrutor se faz a coisa certa. Receber as séries de musculação que precisam ser feitas ao longo do dia, sem contar a posição na hora de levantar peso, influi não só na boa forma como na saúde de outras partes do corpo, como a coluna. Se você fizer isso, corre-se o risco de dar mau jeito e ganhar uma lesão por motivo bobo. Dentre os erros cometidos no treino, esse afeta os iniciantes que têm receio de serem caçoados na academia só por pedir auxílio.

Outro item que pertence à lista de erros cometidos no treino, é o não ajuste dos aparelhos na hora de levantar peso ou ao menos checá-los antes de iniciar a série pedida pelo instrutor. Se você não souber mexer neles, recorra mais uma vez ao profissional que está lá para ajudá-lo, independente do exercício a ser executado. Trata-se de uma forma de evitar acidentes. Nessa falta de atenção, também acontece o vício de tentar levantar mais peso do que se aguenta. Pela necessidade de querer resultados mais rápidos, muitos adotam medidas extremas, o que pode comprometer o sucesso do treino.

Repetir as séries é uma unanimidade dentro dos erros cometidos no treino. Para quem não sabe, os músculos viciam. Por causa disso que as séries de repetição são sempre atualizadas com o passar do tempo, pois elas pedem novas cargas a serem levantadas para trazer resultados satisfatórios. Fazer tudo com pressa também é um escorregão, pois cada levantamento ou agachamento precisa de uma velocidade moderada para que o corpo entenda que é exercitado. Lembre-se: rapidez e repetição não são garantias de sucesso.

Qualquer dúvida que você tiver, não pense duas vezes em recorrer ao instrutor. Assim, se promove a prática de atividades físicas de maneira saudável.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).