(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
como proceder após emagrecimento pós-bariátrica

Excesso de pele após emagrecimento pós-bariátrica: como funciona?

Apesar da satisfação com o emagrecimento pós-bariátrica, pacientes relatam excesso de pele após perda de peso que causa prejuízos físicos e emocionais. Saiba mais!

O emagrecimento pós-bariátrica é uma conquista importante dos pacientes que se submetem a essa cirurgia com o objetivo de tratar quadros de obesidade.

A cirurgia bariátrica é recomendada para pacientes com índice de massa corporal (IMC) igual ou superior a 40 ou igual ou superior a 35 quando apresentar comorbidades associadas, como diabetes, hipertensão e outras.

Apesar de o emagrecimento pós-bariátrica ser o principal objetivo com o tratamento, ele pode acarretar insatisfações como o excesso de pelo. Entenda mais a seguir.

Emagrecimento pós-bariátrica: o que fazer com a flacidez?

Pacientes aptos à realização da cirurgia bariátrica iniciam o tratamento muito antes do procedimento, incluindo a perda e controle do peso e um suporte médico multidisciplinar.

No entanto, é no período pós-bariátrica que ocorre uma perda de peso significativa, iniciando no pós-operatório imediato, devido às restrições alimentares dos primeiros meses, chegando a perder 8 e 12% do peso total no final do primeiro mês.

Nos meses seguintes, a reeducação alimentar e a manutenção de novos hábitos também resultam na perda de peso, com perda de 25 a 35% do peso, a depender da técnica cirúrgica, entre 12 e 14 meses.

No entanto, com o emagrecimento pós-bariátrica, os pacientes também relatam o aumento da flacidez devido ao excesso de pele.

A pele é constituída por fibras elásticas que, após serem esticadas, perdem a capacidade de se retrair, o que resulta na flacidez que, diferentemente de outros tecidos, não pode ser eliminada por mudanças alimentares ou mesmo exercícios físicos.

A única opção para remoção do excesso de pele com o emagrecimento pós-bariátrica é recorrer às cirurgias plásticas, como abdominoplastia, dermolipectomia e lifting.

Quando fazer a cirurgia plástica após bariátrica?

homem segurando sobras de pele por conta do emagrecimento pós-bariátrica

Com o emagrecimento pós-bariátrica o paciente pode observar depósitos de flacidez em diferentes áreas, como no abdômen, braços, pernas e glúteos.

O excesso de pele pode causar diversos prejuízos à qualidade de vida dos pacientes devido aos quadros de dermatite, dificuldade de mobilidade, desequilíbrios e também comprometimento da autoestima e satisfação pessoal.

Dependendo do caso, podem ser necessárias diferentes intervenções cirúrgicas para correção do excesso de pele que podem ser divididas em dois a três períodos operatórios.

No entanto, a cirurgia plástica para correção do excesso de pele após emagrecimento pós-bariátrica não pode ser imediata ao procedimento gástrico. Alguns critérios incluem:

  • ter o peso estabilizado, o que pressupõe cerca de 12 meses sem ganhos ou perdas significativas do peso corporal, pois alterações posteriores podem comprometer os resultados;
  • ter um acompanhamento multidisciplinar com diferentes profissionais para assegurar a manutenção do peso por meio de hábitos alimentares, controle hormonal e atividades físicas.

Quando tais critérios são atendidos, o paciente torna-se um candidato aos tratamentos cirúrgicos para remoção dos depósitos de pele, incluindo:

  • abdominoplastia: foca na remoção do excesso de pele do abdômen e reposicionamento do umbigo;
  • dermolipectomia: promove a remoção de pele dos braços e pernas;
  • mamoplastia: para quem a flacidez mamária torna-se incomoda à paciente;
  • lifting facial: quando a perda de pele provoca flacidez na face, especialmente na papada.
  • lifting: também pode ser realizado em outras regiões conforme necessidade do paciente, como nas costas e glúteos.

A definição de quais abordagens cirúrgicas após o emagrecimento pós-bariátrica vai depender diretamente de uma avaliação especializada do cirurgião plástico. Agende sua consulta aqui e saiba mais.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    Quero ajudar!
    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    logo

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    Quero ajudar!

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.