Eliminando a gordura do abdome

gordura abdome

Nem sempre uma cirurgia plástica é a solução, mas sim uma mudança de estilo de vida

Na hora que a gordura do abdome começa a incomodar, muitas pessoas já pensam em uma cirurgia plástica ao invés de tentar mudar certos hábitos, como melhorar a alimentação e aderir atividades físicas. É fato que a gordurinha não é bem-vinda em nenhuma parte do corpo, pois pode impedir que uma roupa fique bacana, mas, antes de considerar uma operação, é importante analisar se a sua situação não pode ser remediada com comportamentos positivos.

A gordura do abdome, seja na cintura ou o famoso pneuzinho, incomoda especialmente as mulheres. Pode ser difícil aceitar a ideia, mas é possível diminui-la. Às vezes, esse impasse acontece porque o intestino é preguiçoso e já está acostumado com a alimentação inadequada, por exemplo. É importante analisar como anda a rotina antes de pensar em uma abdominoplastia ou em uma lipoaspiração. Há casos que realmente precisam do auxílio desses dois procedimentos e outros podem ser resolvidos com auxílio de um nutricionista e de um personal na academia.

Se a gordura do abdome persistir, como acontece muitas vezes com o pneu no pé da barriga, recorrer a um procedimento estético pode ser necessário, mas sem se esquecer de pensar e considerar os altos e baixos de se submeter a ele. O excesso de gordura abdominal pode aumentar o risco de problemas cardíacos e do diabetes, por isso, é importante se cuidar!

Um dos maiores deslizes que provocam a concentração de gordura no abdome é a atitude de pular refeições. Pelo simples fato de uma pessoa comer pouco, o organismo sente falta de energia e estoca a gordura para fazer com que ele continue a funcionar da maneira correta. Quem tem metabolismo lento sofre mais com isso, pois a gordura tende a se acumular e fica um pouco mais difícil eliminá-la.

Dessa forma, é preciso se animar e mudar certos hábitos para mandar embora a gordura do abdome, como reduzir o consumo de calorias, mas sem se esquecer de fazer um balanço de tudo o que se põe no prato. Lembre-se de não excluir totalmente certos tipos de alimentos, como os carboidratos que nos dão energia. Alimente-se de 3 em 3 horas em pequenas quantidades de cereais integrais, frutas e vegetais. No almoço e no jantar, fuja das frituras. Faça musculação e alguma atividade aeróbica, pois esse combo ajuda a derreter as gorduras com rapidez.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. iamara disse:

    minha barriga e muito grande nao consigo emagrecer de geito nem um nao sei mas oque fazer