11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

7 perguntas para fazer ao médico antes de uma cirurgia plástica

Mulher com ponto de interrogação na testa

Saiba quais são as dúvidas mais frequentes sobre cirurgias plásticas e converse com seu médico!

As dúvidas sobre cirurgia plástica são comuns e não devem ser encaradas pelo paciente como uma restrição à realização de qualquer procedimento.

É papel do cirurgião plástico conversar com o paciente, esclarecendo as informações sobre a técnica escolhida, as etapas da cirurgia e também as expectativas em relação ao procedimento.

A seguir conheça alguma dúvidas recorrentes relacionadas aos procedimentos e conheça mais sobre esse tipo intervenção.

7 dúvidas sobre cirurgia plástica mais comuns

O pré-operatório é uma etapa muito importante das cirurgias, pois permite que o paciente conheça melhor o profissional responsável, estabelecendo uma relação de confiança.

Entender todas as etapas do procedimento, incluindo pré e pós-cirúrgico, também é importante para um melhor encaminhamento das fases.

1. Essa cirurgia plástica é a mais adequada para mim?

O primeiro aspecto a ser esclarecido é se a cirurgia plástica é a mais recomendada para o seu caso. O alinhamento das expectativas é uma etapa fundamental para que os resultados sejam mais satisfatórios.

Um exemplo é a confusão comum entre abdominoplastia e lipoaspiração. Muitos pacientes afirmam precisar de uma lipo, mas no caso de acúmulo de pele no abdômen esse procedimento não é o indicado.

A lipoaspiração é recomendada para remoção de gordura localizada, podendo ser realizada em diferentes partes do corpo, incluindo os flancos e o abdômen. Já a abdominoplastia se limita a remoção do excesso de pele e flacidez da região abdominal.

Por essa razão você deve ser honesta com o cirurgião plástico quanto às expectativas com o procedimento para garantir uma indicação mais adequada.

2. Quais cuidados devo ter antes da cirurgia plástica?

Apesar de nem sempre receber a atenção devida por parte do paciente, o pré-operatório é uma etapa fundamental para o sucesso do procedimento.

O cirurgião plástico deve passar uma série de recomendações que devem ser seguidas. Caso tenha dúvidas sobre cirurgia plástica ou indicações, pergunte ao profissional mais informações. O médico pode solicitar cuidados como:

  • manter uma dieta equilibrada e saudável, optando por alimentos naturais e que fornecem ao organismo os nutrientes necessários;
  • o paciente deverá submeter-se a uma série de exames para verificar a condição de saúde, incluindo exames de sangue, urina e coração;
  • realizar atividades físicas para manter o corpo em melhores condições e fortalecido para submeter-se a uma técnica invasiva;
  • revisão dos medicamentos ingeridos, como interromper o uso de acetilsalicílico e vitamina E antes da técnica. Anticoncepcionais também podem ser contraindicados no período;
  • para pessoas fumantes a recomendação é interromper o hábito um mês antes da realização da cirurgia, pois o tabaco aumenta os riscos do procedimento;
  • o consumo de bebidas alcoólicas também precisa ser interrompido no período.

Outras recomendações podem ser prescritas pelo especialista de acordo com a avaliação do caso.

3. Quais os riscos associados ao procedimento?

A cirurgia plástica é um procedimento invasivo e como tal pode acarretar em riscos ao paciente que devem ser esclarecidos já na consulta pré-operatória. Entre as situações incomuns, mas possíveis estão:

  • hematoma e manchas roxas;
  • retenção de líquido;
  • abertura dos pontos e sangramentos;
  • infecção da ferida cirúrgica;
  • trombose;
  • embolia pulmonar;
  • problemas na cicatrização, como queloides;
  • redução da sensibilidade na área operada.

Além dos riscos, o profissional deve esclarecer as chances de o procedimento não ser bem-sucedido. Essa ocorrência é mais comum em pacientes que não estão com o quadro de saúde adequada ou que se recusam a interromper o fumo.

Ainda assim, o médico deverá esclarecer as complicações possíveis de se submeter à cirurgia mesmo com esses agravantes.

4. Em qual local o procedimento será realizado?

Mulher deitada na cama

A maior parte das intervenções cirúrgicas deve ser realizada em ambiente hospitalar devido aos riscos inerentes de complicações. Devido esse fator o local deve ter uma equipe ampla, leitos de UTI disponíveis e tecnologias adequadas.

Outro fator a ser avaliado pelo paciente é se o local tem autorização de funcionamento pela ANVISA e se dispõe de um diretor clínico.

Quanto ao cirurgião plástico é indicado avaliar se ele tem registro no CRM (Conselho Regional de Medicina) e é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Caso esses critérios sejam atendidos, a segurança do procedimento é maior.

Em alguns casos, o profissional pode optar por fazer técnicas mais simples na própria clínica, nesse caso avalie se há autorização dos órgãos competentes para esse tipo de uso e se possui um centro cirúrgico com a estrutura recomendada.

5. Qual o tempo de recuperação?

O tempo de recuperação é um aspecto importante para que você se planeje antes da cirurgia, pois pode ser necessário pedir afastamento do trabalho, contar com ajuda de um acompanhante em casa, entre outros fatores.

Em geral, após uma semana os pacientes estão autorizados a voltar às atividades rotineiras, desde que elas não exijam esforço físico.

Cada procedimento e região do corpo exigem um repouso específico, de forma que esclarecer as dúvidas sobre cada deles com o médico responsável é a melhor opção para planejar o pós-cirúrgico corretamente.

6. Por quanto tempo preciso ficar sem fazer sexo?

Uma dúvida comum sobre a recuperação da cirurgia plástica é em relação às relações sexuais no pós operatório. Esse período também varia de acordo com o procedimento.

Na mamoplastia, por exemplo, a indicação são duas semanas de abstinência, desde que a relação, quando ocorrer, seja tranquila e não provoque traumas na região operada.

Já a ninfoplastia e a abdominoplastia exigem abstinência de um mês, a primeira devido à região e a outra por ser uma técnica mais invasiva.

A lipoaspiração, por exemplo, permite a retomada das relações em apenas uma semana se a recuperação estiver adequada.

7. Quando posso retomar as atividades físicas?

Uma das principais dúvidas dos pacientes é quando será possível retomar a rotina de exercícios físicos após a operação.

Em geral, a indicação é que atividades físicas leves, como caminhada ou bicicleta ergométrica, podem ser retomadas em 15 dias. Já atividades mais moderadas ou intensas podem ser realizadas após cerca de 30 dias de repouso.

Quanto mais exposta à atividade a impactos, maior terá que ser o período de afastamento evitando não apenas a abertura dos pontos, mas também não prejudicar os resultados.

O ideal, portanto, é conversar com o especialista e apresentar todas as dúvidas sobre cirurgia plástica e o procedimento específico que será realizado.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Paula disse:

    Boa tarde.
    gostaria de realizar labioplastia, rinoplastia qual a media dos valores….

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá, Paula. Tudo bem?
      Para definir os valores é necessário que você passe por uma avaliação pessoalmente, somente assim poderei opinar sobre qual a melhor indicação para você. Após a primeira avaliação é possível definirmos valores e formas de pagamento.
      Entre em contato conosco, se quiser, para agendar sua primeira consulta. No link estão nossos telefones: https://goo.gl/nvCFzz
      Beijos!

  2. Meire disse:

    Gostaria muito de poder fazer um procedimento no rosto, rereduzindo papada, olheiras, bigode chinês etc.
    Mas os valores são altos demais e fico só na vontade.

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá, Meire. Tudo bem?

      Nós trabalhamos com parcelamento. Entre em contato conosco, se quiser, para agendar sua primeira consulta e conversamos sobre as formas de pagamento.

      Beijos!

  3. Sueli disse:

    Tenho 45 anos, tenho muita vontade de fazer a abdomimoplastia mais tenho muito medo devido sentir muitas dores nas pernas, já tenho uma má circulação sera que meu risco com trombose é maior?