11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Eliminar Gordura, Dra. Luciana Pepino dá dicas para alcançar esse objetivo

eliminar-gordura

Conheça algumas formas para eliminar gordura e se sentir ainda mais bonita

Uma das maiores reclamações das mulheres em relação ao seu corpo é a gordura localizada em regiões como abdômen, coxas, bumbum, costas e braços.

Isso faz com que muitas mulheres se sintam insatisfeitas com sua silhueta, desejando fazer uma cirurgia para se livrar desse excesso.

Contudo, nem todos os casos realmente precisam de uma cirurgia e podem ser melhorados com alimentação e dieta. Veja as nossas dicas para se eliminar gordura localizada:

Tenha uma dieta controlada

Alguns tipos de alimentos aumentam o acúmulo de gordura localizada, principalmente na região da barriga. Para evitar que esse efeito aconteça, é necessário evitar o consumo de alimentos industrializados.

Isso porque esses alimentos contêm índices elevados de gordura trans, colesterol, sódio, açúcar e pouquíssimos nutrientes realmente importantes.

É claro que você não vai passar a vida toda sem consumir alimentos como salgadinhos, lanches e pratos congelados, bolachas e biscoitos e doces em geral, porém, quanto mais você puder deixar esses alimentos de lado e substituí-los por escolhas mais saudáveis, que sejam fontes de fibras e vitaminas, mais seu corpo vai agradecer e menor gordura você vai acumular.

Prefira carboidratos com baixo índice glicêmico

Outro tipo de alimento que devemos evitar para não acumular tanta gordura localizada são os alimentos ricos em carboidratos de alto índice glicêmico, como os pães e massas à base de farinha branca.

É verdade que nosso organismo precisa da energia que vem dos carboidratos, mas ela também pode ser obtida dos grãos integrais, que não fazem tanto pico glicêmico – e não dão aquela fome imensa pouco tempo depois da refeição.

Para evitar que os carboidratos se acumulem diretamente na sua barriga ou nas coxas em forma de gordura localizada, procure reduzir o consumo de arroz branco, pão normal (não integral), doces, biscoitos e massas.

Em vez desses alimentos, procure consumir arroz, pães e massas integrais, feitos com outros grãos diferentes do trigo, como aveia, chia, linhaça, quinoa e grão-de-bico.

Tem que tomar água

Não se esqueça de beber muita água. Os processos bioquímicos do nosso organismo se realizam em meio aquoso, por isso a água é fundamental para que ele funcione de maneira adequada.

Além disso, beber água ajuda o funcionamento do intestino e a eliminação de toxinas pela urina. Um consumo insuficiente de água pode fazer o organismo reter sais, que causam inchaço.

Ainda, é comum confundir a sensação de sede com a de fome, fazendo com que a gente coma sem necessidade e levando ao acúmulo de gordura e peso.

Invista nos exercícios físicos

Outra dica importante para se livrar da gordura localizada é investir nos exercícios físicos, especialmente aqueles que trabalham as áreas de onde você gostaria de eliminar as células adiposas.

A melhor forma de queimar a gordura é fazendo atividades aeróbicas, de 4 a 5 vezes por semana por pelo menos 30 minutos.

Entre as opções, estão a corrida, a caminhada, a bicicleta, a natação, o tênis e até mesmo a dança. Se você é fã da academia, as melhores opções de treino são a esteira, o elíptico e o spinning.

Apesar de os exercícios aeróbicos serem fundamentais, também é necessário fortalecer a musculatura da região onde você costuma apresentar gordura localizada, pois os músculos ajudam a consumir essas células adiposas.

Se o seu problema está na barriga, é importante fortalecer os músculos dessa região com abdominais que exercitem todas as partes do abdômen. As lutas como boxe e muay thai, por sua vez, são boas para combater a gordura localizada na cintura e para trabalhar os braços.

No caso do culote, a dica é investir na cadeira abdutora. O step também é um bom aliado nessa hora, assim como o agachamento. Já para a parte interna das coxas, recomenda-se a cadeira adutora.

Recorra aos tratamentos estéticos

Alguns tratamentos estéticos são bastante poderosos e capazes de potencializar o efeito da dieta e dos exercícios. Dois dos tratamentos mais utilizados para eliminar a gordura localizada são o ultracontour e o manthus.

O ultracontour é um tratamento não invasivo que promove a quebra das células de gordura com um aparelho de ultrassom de alta intensidade associado com a cavitação.

Esse método é indicado para tratar a gordura localizada no abdômen, coxas, flancos e braços.

O manthus, por sua vez, é um equipamento que associa o ultrassom com correntes elétricas. Seu objetivo é atingir tratar celulite e gordura localizada.

Enquanto o ultrassom promove a quebra das células adiposas, as microcorrentes potencializam esse efeito e estimulam a eliminação da gordura pelos vasos linfáticos.

Nada de resultado? Considere uma cirurgia plástica

Você controla a dieta, faz exercícios, investe em tratamentos estéticos e nada surtiu efeito na gordura localizada? Então vale a pena considerar uma cirurgia plástica para resolver o problema – claro, sempre com a indicação do médico especializa nessa área. Conheça algumas opções:

  • Abdominoplastia: reduz o volume do abdômen, retirando o excesso de pele e gordura da região – sem incluir flancos e cintura. Promove a restauração dos músculos enfraquecidos ou separados, melhorando o perfil abdominal.
  • Lipoaspiração: remoção do excesso de gordura localizada em uma região do corpo por meio da sucção. Pode ser feita nas coxas, braços, cintura, joelho, peito, costas, pernas, tornozelos e bochechas.
  • Lipoescultura: é a associação da lipoaspiração com a lipoenxertia. A gordura retirada do paciente passa por uma lavagem e depois é injetada nos locais onde exista uma falta de volume, modelando o corpo.
  • Hidrolipo: é praticamente igual à lipoaspiração, com a diferença de ser feita com anestesia local. Para isso, ela deve ser realizada por região, não podendo ser excedido o limite devido à toxicidade do anestésico.

É importante ter em mente que essas cirurgias só devem ser realizadas por um cirurgião plástico, que é o médico capacitado a avaliar o seu caso e dar uma expectativa real do que você pode esperar como resultado. Coloque sempre a saúde em primeiro lugar.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Melina disse:

    Olá Dra.
    Quero fazer uma hidrolipo no abdômen.
    Gostaria de passar em consulta contigo para detalhes desta cirurgia neste local e valores cobrados. Podemos agendar esta consulta no período da manhã e existe a gratuidade desta consulta? Possuo o plano empresarial da Bradesco

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá Melina
      Infelizmente nenhum convênio cobre consultas, tratamentos, procedimentos e cirurgias plásticas com fins estéticos e por isto não somos conveniados a eles. Trabalhamos por reembolso e se o seu plano trabalhar desta forma, o paciente pode levar o recibo e tentar reembolsar com eles, ok? Mas, é importante confirmar antes com o seu convênio.

      Beijos