Doenças causadas pela má alimentação e suas consequências

Principais doenças pela má alimentação

Alimentação inadequada pode gerar diversos problemas de saúde. Conheça as ocorrências mais comuns!

Uma dieta adequada é fundamental para manutenção da saúde, visto que existem diversas doenças causadas por má alimentação com consequências graves à qualidade de vida das pacientes.

A realização de dietas restritivas e malucas é, inclusive, um dos motivos que podem levar às doenças decorrentes. O recomendado pelos especialistas é uma reeducação alimentar que garantir diversidade e qualidade nos alimentos ingeridos.

A seguir conheça algumas das principais doenças decorrentes de maus hábitos alimentares.

9 doenças causadas por má alimentação

As doenças causadas em decorrência da má alimentação resultam da ingestão insuficiente de nutrientes necessários ao funcionamento adequado do organismo.

Isso pode ocorrer devido aos períodos longos sem comer, alimentação rica em gorduras e açúcares ou problemas de saúde que prejudicam a síntese de nutrientes. Saiba mais a seguir!

1. Obesidade

Uma das principais doenças relacionadas à alimentação inadequada é a obesidade, que é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, podendo desencadear outros problemas de saúde.

A obesidade pode ser resultado de questões genéticas, ambientais e psicológicas. No quesito ambiental destaca-se uma dieta com excesso de calorias e baixo gasto energético.

Para evitar essa doença é preciso associar uma dieta saudável, mais baseada em ingredientes naturais, e exercícios físicos. O auxílio multi-especializado também pode ser necessário.

2. Anemia

A anemia é decorrente da falta de ferro no organismo devido uma alimentação que não contemple esse nutriente.

Trata-se de uma doença grave que exige uma mudança nos hábitos alimentares ingerindo opções como carnes, fígado, alimentos integrais, feijão e vegetais verde escuros, como espinafre e rúcula.

Nos adultos a anemia também está relacionada às dietas restritivas para emagrecer, que não contemplam os nutrientes necessários ao funcionamento do organismo, como o ferro e outros.

3. Colesterol elevado

O colesterol elevado é caracterizado pelo entupimento das veias e artérias devido presença de gordura na corrente sanguínea.

Essa doença pode ser decorrente de fatores do próprio organismo, como o funcionamento do fígado que sintetiza a gordura ingerida.

Ela também é influenciada pela alimentação, principalmente se houver um consumo excessivo de gordura animal como manteiga, margarina, creme de leite, bacon, leite integral e queijos amarelos.

A recomendação é manter uma assistência médica periódica para controle da doença e também uma alimentação saudável, reduzindo o consumo de opções ricas em gordura e industrializadas.

4. Gastrite

A gastrite consiste em uma inflamação na mucosa do estômago. Ela pode ser crônica, causada bactéria helicobacter pylori, ou aguda.

Essa é uma das doenças causadas por má alimentação influenciadas por fatores genéticos, mas também estresse, frequência das refeições e volume de comida ingerida.

Uma das recomendações para controle de casos de gastrite é fazer mais refeições durante o dia em pequenas porções e também evitar alimentos como: frituras, doces, café, bebidas gaseificadas ou alcoólicas.

5. Diabetes

A diabetes consiste na falta de produção ou ação insuficientes de insulina causando o aumento da taxa de glicose no sangue.

Alguns tipos de diabetes têm causas genéticas, mas a diabetes tipo II pode estar relacionada com a obesidade e também com a alimentação.

Pacientes com diabetes devem fazer controle médico especializado, além de uma reeducação alimentar que contemple as necessidades específicas. A realização de exercícios físicos também é recomendada.

Alimentos saudáveis e alimentação saudável

6. Hipertensão

A hipertensão é um quadro no qual os níveis de pressão arterial ficam acima do adequado. Ela pode estar relacionada com a genética, obesidade, consumo excessivo de bebida alcoólica ou de sal, tabagismo e sedentarismo.

Pacientes com hipertensão têm maiores chances de desenvolver doenças cardiovasculares.

A alimentação adequada é uma das recomendações para evitar o agravamento da doença, sendo importante reduzir o consumo de sal e alimentos ricos em sódio.

7. Insônia e dificuldade para respirar

Entre as doenças causadas por má alimentação destacam-se aquelas que afetam a qualidade de vida, como a insônia e a dificuldade para respirar.

Esses problemas são causados pelo excesso de gordura a região do pescoço e tórax, pressionando a faringe, canal pelo qual passa o ar e que pode resultar em dificuldade para respirar, roncos e insônia.

A recomendação é melhorar a alimentação e realizar atividades físicas para controlar o peso corporal e reduzir a gordura acumulada.

8. Artrite, artrose e dores nas articulações

A alimentação também tem relação com doenças como artrite, artrose e dores nas articulações, principalmente devido ao excesso de pele que causa um desgaste adicional na musculatura.

Especialistas indicam a realização do controle de peso somado aos exercícios físicos e reeducação alimentar valorizando opções anti-inflamatórias, como frutas, verduras, atum, sardinha, castanhas e sementes.

9. Transtornos alimentares

Entre as doenças causadas pela má alimentação os transtornos alimentares estão entre os mais graves, pois podem levar a uma alteração rápida no peso, gerando problemas diversos de saúde.

A soma de uma alimentação inadequada, busca de padrões de beleza e questões emocionais pode levar a anorexia, bulimia e compulsão alimentar.

Nesses casos, a alteração na alimentação deve ter suporte de uma especialista como psicólogo ou psiquiatra, de acordo com a gravidade do caso.

Destaca-se que a realização de alterações estéticas, como por meio de cirurgias plásticas, não são recomendadas se a paciente estiver muito acima do peso ideal ou for diagnosticado algum problema de saúde.

Dessa forma, o controle das doenças causadas por má alimentação e bons hábitos de vida são fundamentais para que a paciente esteja apta a esse tipo de intervenção.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp