11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Dip Dye: a moda das mulheres descoladas!

As mechas coloridas dá uma renovada no visual com cores vibrantes que não saem de moda

O verão é sempre cheio das tendências mais inusitadas. As roupas e os acessórios sempre são os primeiros a sofrerem alterações e os cabelos ficam, por vezes, para a última hora. Os tons dourados sempre bombam nesta época do ano e os salões de beleza se preparam para atender à demanda que vai desde as luzes até mechas ombré. Contudo, nem todas ficam na mesmice e não têm medo de arriscar ao preferir tons coloridos nas madeixas proporcionados pelo estilo dip dye, que fez a cabeça do público feminino mais ousado.

No que se refere aos cabelos, o dip dye deixou os fios monocromáticos em baixa. Esse estilo é inspirado no modelo de roupas que figuram nas passarelas mais badaladas do mundo, com tingimento degradê, onde os tons mais fortes se destacam até atingirem um nível mais claro. Se você tem aquela vontade imensa de pintar o cabelo em uma cor que raramente ninguém usa, o dip dye pode ser aquele teste que você precisava, pois o tingimento é do meio dos cabelos até as pontas, como acontece com as mechas ombré e as californianas.

Qualquer pessoa pode mudar o tom de cabelo, desde que ele combine com o tom de pele. Quem é loira de pele clara pode investir nos tons prateados, por exemplo. As que têm cabelos claros e pele dourada podem usar tons de mel e marrom nos fios para dar aquela sensação praieira. As morenas de pele clara ficam bem com castanho-escuro, preto, loiro acinzentado e até o vermelho acaju, e as morenas de pele dourada terão o rosto mais iluminado com tons dourados, vermelho-alaranjados e loiro-acobreados.

O processo de tingimento é bem simples. Os fios podem ganhar uma tonalidade única ou misturada, como azul e rosa. Quem não tem tempo para fazer a manutenção das madeixas, o recomendado são os tons mais suaves, um pouco abaixo da coloração natural. Mas, se você estiver realmente disposta a fazer uma mudança radical, a dica vai para as cores azul, lilás e o rosa, que é o queridinho da mulherada. Para as que querem fios vermelhos, prepare-se para cuidar do visual para não ficar desbotado.

Se você ainda está sem coragem de fazer essa mudança, o dip dye faz muito sucesso no que condiz às roupas. Os shorts são um exemplo e ficam bem em qualquer ocasião, tingidos em tons diversos e em degradê. Calças jeans também não ficam de fora dessa, manchados de maneira aleatória com direito a figuras de círculos e até mesmo estrelas. Mesmo que as peças coloridas sejam as favoritas, há as versões mais básicas que tem uma parte branca na peça e a outra leva um tom diferente, que combina até com uma reunião importante.

Gostou da ideia? Seja no cabelo ou no visual, arrisque-se no dip dye!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).