Conheça as diferenças entre lipo e abdominoplastia!

Mulher no parque sorrindo

Conheça as indicações da lipoaspiração e da abdominoplastia e quando associar as técnicas

A escolha do procedimento estético correto é essencial para que os resultados obtidos sejam condizentes com as suas expectativas. Dessa forma, entender a diferença entre lipoaspiração e abdominoplastia é fundamental para escolher corretamente.

A principalmente diferença entre os procedimentos está nos resultados proporcionados. A lipoaspiração combate a gordura localizada, enquanto a abdominoplastia retira o excesso de pele e flacidez.

Uma semelhança entre as técnicas é que nenhuma delas deve ser realizada para o emagrecimento, ainda que as duas possam contribuir para a redução de medidas.

A seguir saiba como são feitas a lipoaspiração e a abdominoplastia e em quais casos cada uma delas é recomendada.

Como é a lipoaspiração?

A lipoaspiração é um procedimento indicado para eliminar a gordura localizada que pode ser encontrada em diferentes locais do corpo como barriga, flancos, costas, coxas e braços.

Quando associada à lipoescultura, os resultados incluem a retirada de gordura localizada de um local e aumento de outro. Por exemplo, quando ocorre a redução de gordura do abdômen e preenchimento dos glúteos.

A remoção da gordura localizada é feita utilizando cânulas de sucção que são inseridas por meio de pequenas incisões até o tecido adiposo. Nesse local um sistema de vácuo aspira a gordura.

Devido à complexidade do procedimento, os cuidados no pós-operatório são essenciais para resultados adequados. O repouso deve ser feito entre um e duas semanas e o retorno às atividades deve ser gradual no período de um mês.

É comum que o procedimento resulte em inchaço e hematomas, sendo recomendada a realização de sessões de drenagem linfática para melhorar a circulação sanguínea e estimular o sistema linfático, reduzindo o acúmulo de líquidos.

As cicatrizes são pequenas e discretas, ficando quase imperceptíveis conforme a recuperação ocorra.

Como é a abdominoplastia?

A abdominoplastia é recomendada quando há o acúmulo de pele e flacidez na barriga, sem que haja excesso de gordura localizada. Essa situação é comum após múltiplas gestações ou quando ocorre a perda de muito peso rapidamente.

O procedimento visa à correção da parede abdominal para restaurar a musculatura e melhorar o contorno da região, resultando em um abdômen mais firme e retinho.

Devido essas características do procedimento, a abdominoplastia não ajuda a emagrecer, contribuindo apenas para remodelar a região abdominal e eliminar a saliência no local em pessoas que estão em boa forma e dentro do peso adequado.

Mulher magra com roupa de banho

 

Para realização da abdominoplastia é feita uma incisão na parte inferior do abdômen e, dependendo do caso, na vertical desde o umbigo até a linha horizontal. Assim é possível retirar o excesso de pele e flacidez e reestruturar a parede abdominal.

Em alguns casos, o umbigo pode ser retirado e reposicionado após a retirada do excesso de pele, visando um resultado mais satisfatório.

Nas recomendações de pós-operatório o paciente deverá permanecer em repouso absoluto por duas semanas, utilizando cinta cirurgia por cerca de dois meses para remodelar o corpo e contribuir para o fluxo sanguíneo que acelera a recuperação.

Por ser uma técnica invasiva, os resultados finais podem ser observados em cerca de seis meses que é quando a cicatrização está mais avançada e o inchaço é completamente superado.

Qual cirurgia é a mais adequada para o meu caso?

Após compreender as diferenças entre lipoaspiração e abdominoplastia, destaca-se que cada cirurgia é mais indicada para casos específicos. São eles:

  • lipoaspiração: quando o paciente está na forma física ideal, mas concentra gordura localizada em diferentes locais, como culotes, coxas, glúteos, braços ou abdômen. As cicatrizes são discretas e o tratamento não surte efeito contra a flacidez;
  • abdominoplastia: recomendada após múltiplas gestações ou perda de peso para eliminar o excesso de pele e flacidez presente apenas na barriga. As cicatrizes são mais evidentes e não o tratamento não é eficaz para retirada de gordura.

A definição de qual procedimento é mais adequado deve ser realizada com auxílio do cirurgião plástico responsável. Após informar as insatisfações com a aparência ele indicará qual técnica tem maior potencial para corrigir os incômodos informados.

Além disso, é possível associar os procedimentos realizando a lipoabdominoplastia, que consiste na combinação dos dois métodos.

Nesse procedimento o cirurgião plástico realizará tanto a retirada da gordura localizada como também a remoção do excesso de pele e flacidez da região abdominal.

Dessa forma os resultados incluem tanto a eliminação da gordura localizada, normalmente responsável pelos culotes na região lateral, como também a melhora da aparência da parte frontal da barriga, deixando-a mais definida e reta.

Tanto a recomendação da associação da cirurgia plástica quanto da realização exclusiva da lipoaspiração ou abdominoplastia deve ser feita por um cirurgião plástico de confiança após avaliação do quadro e das insatisfações do paciente.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Janete Silva Santos disse:

    Qual o valor da consulta, doutora?

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá Janete! Como vai?
      Para verificar valores de consulta, por gentileza, entre em contato. Nossas secretárias terão o maior prazer em atendê-la. Aqui você encontra nossos contatos: https://goo.gl/nvCFzz

      Beijos!