Menu

Dieta vegana: por dentro dos benefícios

Dieta vegana benefícios

O veganismo também traz benefícios mentais e físicos por meio de uma alimentação sem derivados de animais

A dieta vegana é facilmente confundida com a dieta vegetariana. Pelo nome, dá para pensar que se tratam da mesma coisa, mas é apenas fachada. Uma pessoa que adere à dieta vegetariana não ingere alimentos que comprometam a sobrevivência dos animais, mas não deixam de lado os derivados, tais como leite e ovos. Os veganos seguem uma ideologia que reflete no tipo de alimentação que possuem, onde todos os produtos de origem animal são vetados, incluindo petiscos que caem bem no happy hour, como o querido queijinho.

O veganismo soa como uma dieta proibitiva devido aos cortes totais de alimentos ditos como essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Essa dieta, também chamada de vegetarianismo estrito, engloba pessoas, em grande maioria, que promovem a defesa dos animais e chegam a não utilizar roupas e cosméticos que comprometem a sobrevivência deles. O que pode soar como extremismo, trata-se de um estilo de vida que traz os mesmos benefícios de quem faz uma dieta com derivados de animais.

A dieta vegana proporciona hábitos alimentares saudáveis, pois aquele que a adere tem uma atenção especial naquilo que põe no prato. No início, não é uma tarefa fácil. Não é à toa que não é indicada uma mudança brusca no cardápio, pois será preciso um período – que pode ser longo – de adaptação. O veganismo é marcado por grandes alterações na rotina, uma troca dos produtos estocados no armário por outros a base de brotos de plantas e sementes orgânicas. Tudo o mais natural possível!

Os cuidados ao adotar uma dieta vegana

A carne e o leite de soja são imprescindíveis na dieta vegana. Quem gosta de um bom hambúrguer, pode ficar despreocupado, pois ele não será banido da alimentação. Assim como chocolates, sorvetes e iogurtes. No mercado, há produtos que atendem às necessidades do público vegano e, se você ainda tem dúvidas, procure um nutricionista para bater um papo aberto. Há muitos outros alimentos que podem ser adotados na rotina de quem é adepto ao veganismo, o que desmitifica o fato de que não há nada de agradável para comer.

Para aderir à dieta vegana, é preciso uma consulta médica. Não é porque você se identifica com a ideologia que o check-up deve ser pulado. Por ser uma mudança radical na alimentação, faça exames para impedir que doenças apareçam. Caso uma pessoa inicie a dieta por conta própria, pode ficar fraco e apresentar quadros de anemia. Diante do profissional, você saberá a quantidade exata de nutrientes e de vitaminas que o organismo precisa e que devem ser supridas por meio da ingestão de outros alimentos.

Assim como qualquer dieta equilibrada, essa também fornece benefícios mentais e físicos. O custo dos produtos pode ser um pouco alto, mas há muitos sites que fornecem alternativas para ajudar aqueles que se interessam pela dieta vegana. A ideia é adotá-la de maneira gradativa, de forma que o organismo se habitue aos poucos.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).