11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Dicas para manter a dieta no inverno

Com a chegada do frio vem a vontade de ficar vendo filme debaixo das cobertas, tomando um chocolate quente, depois um fondue e nada de exercícios físicos. O aumento nas calorias e mais preguiça faz muita gente ganhar alguns quilos a mais, assim elaboramos algumas dicas para não fugir da dieta no inverno.

No frio o corpo gasta mais energia, principalmente para manter a temperatura e para isso precisa de mais alimento, que vem com o aumento da fome. Como não podemos ficar famintos o dia todo, o ideal é comer apenas de três em três horas, dessa forma, o estômago não fica vazio, evitando também males como a gastrite. Se tem problemas com a balança, o ideal é incluir na dieta alimentos ricos em água, pois sentimos pouca sede no inverno e hidratar-se bem faz toda a diferença. Frutas como melancia, melão, laranja, pera, vegetais como brócolis, alface, espinafre, rabanete e tomate não devem ficar de fora do prato porque ajudam a emagrecer e despertam a saciedade.

A estação pede um chocolate quente, mas ele é um pouco calórico, principalmente porque não é só a bebida, junto vem um biscoitinho, um pãozinho e isso nem sempre é uma boa alternativa. Tente trocá-lo por um chá, principalmente aqueles com propriedades antioxidantes, que incluem o chá verde, mate, hibisco, de gengibre, capim limão e outros. Você pode ingerir a bebida quente acompanhada de bolachas de água e sal, que não engordam muito. Cuidado com as sopas, já que elas podem parecer mais gordinhas do que são, principalmente quando adicionamos macarrão, muito óleo ou mesmo o tradicional queijo no caldo. O ideal não é cortar tudo de uma vez, mas ir reduzindo até que já tenha deixado os alimentos mais gordurosos só para ocasiões bem especiais. Isso pode contribuir muito para chegar ao corpo desejado e o mais importante: saudável.

Abuse dos vegetais ricos em vitaminas que além de manter o corpo em forma aumenta a imunidade corporal, evitando resfriados, comuns no inverno. Aumente a ingestão diária de folhagens de coloração escura como couve, brócolis, agrião, rúcula, espinafre, frutas com grande concentração de vitamina C, D e K, como laranja, kiwi, acerola, abacaxi, goiaba, morango, das oleaginosas como castanhas, nozes e amêndoas, além das tradicionais leguminosas: feijão, soja, lentilha, grão de bico, ervilha, vagem e outras. Mesmo comendo muita salada, as pessoas ingerem mais calorias com os molhos e por isso é bom evitar aqueles carregados com óleos ou manteiga. Dê preferência ao vinagre de maçã ou um molho de pimenta com azeite e gengibre, pois tanto a pimenta quanto o gengibre são termogênicos, que ajudam na perda de peso.

Doces e chocolates só devem ser consumidos uma vez por semana ou em ocasiões especiais, o ideal é planejar um dia na semana para comer o que tiver vontade. Nos demais dias dê preferência para frutas quentes ou assadas, como maçã, banana, abacaxi, coco e outras. Para ficar mais gostosa, polvilhe um pouco de canela, outra termogênica. No mais aproveite a estação e quando puder, faça alguma atividade física.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).