Cuidados com a pele oleosa no inverno

A estação mais fria do ano também é a que mais causa danos à pele oleosa, mas com alguns cuidados é possível minimizar o prejuízo causado pelo clima.

Quem tem pele oleosa sabe quanto o inverno pode ser prejudicial, isso porque junto ao vento frio vem a poeira, que pode aumentar as chances de acne. Por essa razão é importante realizar a limpeza da pele com certa frequência, mas não todo dia, pois a oleosidade é uma proteção natural do corpo e deve ser preservada. A limpeza deve ser feita usando sabonetes líquidos, em barra ou gel compostos de ácido salicílico, que também diminui a incidência de cravos. Evite fragrâncias – pois aumentam irritações – e use diariamente o filtro solar.

A limpeza não é a única recomendação para quem possui pele oleosa. Além dela, a pele precisa de hidratação, evitando também o ressecamento. Algumas pessoas pensam que por já ter a pele oleosa, o hidratante irá piorar a situação, mas não é verdade, pois é preciso encontrar o equilíbrio da oleosidade. Dê preferência aos produtos que não obstruem os poros, para isso procure no rótulo se eles contêm óleo. Geralmente eles apresentam a inscrição “oil free” ou mesmo “não contém óleo”. Quem possui pele oleosa tende a adquirir cravos e por essa razão é importante escolher um hidratante “não comedogênicos” (também informado no rótulo).

Outros fatores contribuem com a melhora no aspecto da pele e da saúde como um todo. Por essa razão é importante escolher alimentos ricos em vitaminas e minerais, responsáveis pela neutralização dos radicais livres, ideais para prevenir o envelhecimento da pele. Dê preferência aos alimentos ricos em vitamina C, como laranja, acerola, tangerina, limão, cereja, brócolis, cenoura, repolho e outros. Além desses, é importante manter na dieta grãos como a soja, rica em isoflavonas que evitam o ressecamento e aumenta a elasticidade da pele. Castanhas, amêndoas e nozes possuem vitamina E, antioxidantes e Selênio, que também ajudam a manter a pele bonita e saudável. Manter-se hidratada durante o inverno também ajuda, principalmente porque a água aumenta a hidratação da pele e do organismo como um todo, que fica mais debilitado com frio.

No inverno as condições para realizar alguns tratamentos dermatológicos ficam melhores, principalmente por que alguns deles exigem que o paciente evite a exposição ao sol. Tratamentos a laser, peelings e outros procedimentos podem ser realizados sem problemas, já que os raios solares castigam menos no inverno. Evite banhos quentes e demorados nem passe muito sabonete ou esponjas, pois eles podem contribuir para alterar a composição do manto hidrolipídico, um hidratante natural que protege a pele. Tenha cuidado também com os lábios, que podem ressecar bastante no clima frio, por isso, abuse dos hidratantes labiais nesta época do ano. Eles evitam rachaduras e mantém um aspecto mais bonito aos lábios.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp