11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Cuidados com a exposição solar

Veja os cuidados com a pele no sol

Conheça os riscos da exposição solar prolongada e também cuidados com a pele no sol que contribuem para protegê-la!

Adotar bons cuidados com a pele no sol é essencial para que a exposição solar não seja danosa. Apesar de o sol ser importante na produção de vitamina D, por exemplo, é preciso ter atenção.

Antes de entender melhor quais os cuidados que podem ser adotados antes da exposição solar é importante ter conhecimento quanto aos riscos da falta de proteção. Confira a seguir!

Quais os riscos da exposição solar?

A exposição solar sem proteção adequada pode apresentar consequências negativas no curto, mas também no longo prazo.

No curto prazo alguns riscos da exposição direta ao sol sem cuidados incluem queimaduras, insolação e desidratação. Essas situações deixam a pele sensível e pode levar a complicações, como lesões cutâneas de gravidade moderada.

Já a desidratação pode levar ao surgimento de sintomas como fraqueza, cansaço, tontura, desmaio, dor de cabeça e outros.

No longo prazo, os riscos da exposição solar sem a devida proteção incluem maiores chances de desenvolver câncer de pele e doenças cutâneas, além de um envelhecimento precoce da pele.

5 cuidados com a pele no sol

Para proteger a cútis, seja dos riscos de curto ou de longo prazo, é fundamental adotar uma série de cuidados com a pele no sol, especialmente para períodos maiores de exposição e se ela for recorrente. Confira!

1. Passar protetor solar

O protetor solar é o primeiro e mais importante cuidado com a pele no sol, pois protege a derme, evitando queimaduras ou insolação em decorrência da exposição e, no longo prazo, contribuindo na prevenção do câncer de pele.

Um aspecto importante é que o protetor solar deve ser aplicado diariamente, pelo menos no rosto e nos locais que ficam mais expostos ao sol. A reaplicação deve ocorrer a cada três horas, mesmo se permanecer em ambientes internos.

Esse cuidado deve-se a capacidade do protetor de amenizar os danos causados pelo sol, mas também pela luz branca de telas. Ele também previne os sinais de envelhecimento facial.

2. Usar roupas de proteção térmica

Caso o objetivo é fazer alguma atividade em ambiente aberto, como praia, caminhadas ou prática esportiva, por exemplo, uma recomendação é usar roupas de proteção térmica.

Esse tipo de acessório reduz os danos e riscos da exposição ao sol, sendo particularmente recomendado para pessoas de pele muito clara ou sensível.

3. Usar chapéus e bonés

A proteção da cabeça também é importante, pois o couro cabeludo também pode sofrer queimaduras em decorrência da exposição intensa ao sol.

Entre os cuidados com a pele no sol destaca-se o uso de protetor solar na cabeça para pessoas sem cabelo e uso de chapéus e bonés que vai diminuir os riscos de uma exposição mais prolongada.

4. Evitar exposição direta

Mesmo com todos os cuidados com a pele no sol é importante evitar, sempre que possível, uma exposição direta em períodos de sol mais intenso, o que costuma ocorrer entre as 10h e 16h.

5. Beber água

A desidratação é um risco real da exposição prolongada ao sol sem os acessórios de proteção indicados. Dessa forma, consciente de que vai tomar sol é importante beber muito água e, preferencialmente, manter uma garrafa com água fresca sempre acessível.

Os cuidados com a pele no sol são importantes para proteger a pele da exposição solar, evitando riscos imediatos, mas também de longo prazo. Portanto, atente-se sempre a todas as recomendações antes de tomar sol.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).