11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Saúde e Qualidade de Vida. Cuidar do corpo é o Segredo para a Longevidade

saude-e-qualidade-de-vida-luciana-pepino

O ditado, de origem romana, diz muito sobre qual deve ser nosso estilo de vida para preservar a saúde, a qualidade de vida e a juventude

“Corpo são, mente sã.” Quem nunca ouviu esse ditado? Você deve desconfiar que essa expressão seja bem antiga, mas talvez você não imagine o quanto: sua origem está em um poema de Décimo Juvenal, um poeta que viveu entre os séculos I e II na Roma Antiga.

Juvenal costumava compor sátiras, uma espécie de poema irônico, e o famoso ditado teve origem justamente em um desses textos, intitulado Sátira X.

No poema, a frase original em Latim é “mens sana in corpore sano”, que em Português significa “uma mente sã em um corpo são”.

No contexto do poema, a frase é parte da resposta que Juvenal atribui à pergunta sobre o que as pessoas deveriam desejar na vida.

Segundo o poeta, seus contemporâneos faziam pedidos um tanto tolos em suas orações, sendo que tudo o que eles deveriam pedir era saúde física e espiritual.

O Segredo é garantir a saúde e a qualidade de vida, mesmo diante dos estresses diários que, comumente, passamos.

Com o passar dos séculos, a frase de Juvenal ganhou mais e mais fama, mas também passou a ter outros significados.

Tanto é que, nos tempos atuais, ela pode ser entendida como o conceito de que, para ter uma mente sã, ou seja, uma boa saúde mental, é preciso ter um corpo são, ou uma boa saúde física.

Dessa forma, somente um estilo de vida saudável poderia nos proporcionar o bem-estar psicológico.

“Corpo são, mente sã” e a busca pela juventude

É fato: muitas de nós desejam ficar jovens pelo tempo mais longo possível, conservando os traços da juventude, a beleza, uma pele firme, sem manchas e, de preferência, com poucas rugas, com uma aparência leve e isenta daquele ar de cansaço que os anos muitas vezes podem trazer.

saude-qualidade-de-vida-longevidade

Ao mesmo tempo, nós sabemos que a passagem do tempo é inevitável e que, por isso, o envelhecimento também é um processo obrigatório pelo qual nosso organismo vai passar.

Isso não significa, porém, que não possamos envelhecer de uma forma bem lenta, gradual e, principalmente, conservando a saúde. Afinal, envelhecer significa que estamos vivas – mas nem por isso gostaríamos de apresentar sinais de envelhecimento precoce, não é mesmo?

Você já deve ter reparado que pessoas da mesma idade podem apresentar aparências bastante distintas, com uma delas aparentando ter vários anos a mais do que a outra, certo?

Realmente existe um componente genético bastante relevante que faz com que cada um de nós apresente os sinais do envelhecimento em idades diferentes, porém não são apenas nossos genes que determinam o ritmo e a intensidade das mudanças.

Nosso estilo de vida, incluindo alimentação, atividade física, consumo de álcool e tabaco, cuidados com a pele, rotina estressante etc., também exerce uma grande influência no envelhecimento e no nosso bem-estar em geral.

Saúde e Qualidade de vida, na busca pela longevidade

É praticamente impossível manter um corpo são quando a mente não está tão legal, assim como problemas emocionais e psicológicos também acabam se refletindo na nossa saúde física.

saude-e-qualidade-de-vida

Nosso organismo é um conjunto, e um distúrbio em uma área poderá refletir em outra, mesmo que uma delas represente o corpo físico e a outra represente algo abstrato como a mente.

Por isso, quando se trata de manter nosso bem-estar, conservar a juventude e ampliar nossa longevidade, é fundamental que os hábitos que temos com nosso corpo estejam alinhados com aquilo que faz bem ao nosso psicológico.

Nossos hábitos e a garantia da saúde

Você sabe que uma comer uma coxinha de vez em quando pode ser delicioso, mas seu organismo também sabe que comer uma fruta contribui muito mais para a nossa saúde.

Consumir frituras ou doces uma vez ou outra não vai fazer você sair andando com uma bengala de vovozinha, porém, nossos hábitos alimentares podem sim influenciar no envelhecimento e na juventude.

Uma dieta rica em gorduras e açúcares contribui para a manifestação precoce dos sinais do tempo. O consumo excessivo de glicose, por exemplo, afeta a idade biológica por um processo de oxidação celular, acelerando o envelhecimento.

Isso, claro, sem contar que as gorduras aumentam nosso colesterol e favorecem as doenças cardiovasculares, como a aterosclerose.

As atividades físicas, por sua vez, são verdadeiras bênçãos para o nosso bem-estar: além de fortalecer os músculos e as articulações, os exercícios promovem a liberação de substâncias neurotransmissoras que agem nos centros de prazer do cérebro, nos deixando mais felizes e relaxadas e diminuindo o estresse e a ansiedade.

Além disso, as atividades físicas, como você sabe, ajudam a controlar a pressão arterial, evitam o ganho de peso excessivo, regulam os níveis de colesterol no sangue e promovem a oxigenação dos tecidos, contribuindo para uma vida ativa, saudável e longeva.

Outro fator de cuidado com o organismo se trata do consumo de tabaco.

Quando nosso organismo é exposto ao cigarro, estamos nos colocando à mercê de centenas de substâncias maléficas, incluindo algumas que favorecem o desenvolvimento de vários tipos de câncer e outras doenças graves.

Além disso, quando analisamos a pele de um fumante, é possível perceber que ela é muito mais manchada e apresenta rugas mais profundas do que um não fumante, pois o cigarro é um fator que contribui muito para o envelhecimento precoce.

Por fim, não podemos nos esquecer de cuidados como o uso de protetor solar. A princípio, a falta do protetor vai gerar apenas uma queimadura – que pode ser apenas um leve ardor com vermelhidão até a queimaduras bastante sérias.

Porém, além dessa lesão, a exposição desprotegida à radiação solar favorece o surgimento de manchas e rugas, além de aumentar e muito as chances de um câncer de pele.

Por isso, não tem outro jeito: para manter a mente sã, ou seja, estar bem psicológica e emocionalmente, conservando nossa juventude e valorizando a nossa saúde, de forma a ampliar a longevidade, é necessário manter nosso corpo são, zelando pelo nosso bem-estar.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).