Consórcio de Silicone e Cirurgia Plástica: Dá Pra Fazer? Descubra!

Descubra como funciona essa modalidade e de que maneira você pode se planejar para utilizá-la

Fazer uma cirurgia plástica ou colocar silicone nos seios não é uma decisão que se toma da noite para o dia. É preciso fazer um planejamento, consultar especialistas e descobrir qual é o melhor momento e quais são as maneiras mais adequadas para realizar os procedimentos.

Mesmo que você estiver com um orçamento mais apertado em um primeiro momento, planejar o pagamento em médio e longo prazo pode facilitar as coisas. Afinal, fazer uma cirurgia plástica não significa que você precise comprometer suas economias!

Além das modalidades tradicionais de financiamento e empréstimo, outra possibilidade que você pode levar em consideração são os consórcios. Todas essas são alternativas viáveis para você realizar o seu sonho.

Existem muitas empresas especializadas nessa modalidade. Você deve estar acostumada a ver consórcios de imóveis, de veículos ou de motos. Porém, saiba que existem ainda o consórcio de silicone ou o consórcio de cirurgia plástica.

Consórcio de silicone: como funciona?

Funciona como qualquer outro consórcio. Em linhas gerais, você define o valor total que será pago e escolhe quanto pode pagar por mês. A empresa que administra o consórcio abre um grupo para os interessados e cuida dos sorteios e da administração dos depósitos.

Todos os meses alguém é sorteado. A felizarda recebe uma carta de crédito com o valor total a ser pago via consórcio e, a partir desse momento, já pode utilizá-lo.

Em outras palavras isso significa que você tem duas oportunidades: com sorteio ou sem. A vantagem de ser sorteada é a de poder usar o crédito antes do final do pagamento das parcelas.

Vamos supor que o seu contrato seja de 24 meses, mas já no terceiro mês sua carta é contemplada: isso quer dizer que em pouco mais de 90 dias você estará apta a pagar pela sua cirurgia.

Da mesma forma, caso você não seja contemplada, basta seguir pagando normalmente as parcelas mensais que, ao final do período de vigência do contrato, você receberá uma carta de crédito com o valor integral para quitar sua cirurgia plástica. Entenda também sobre o procedimento e como se recuperar no pós operatório de silicone.

O consórcio cirurgia plastica é mais comum do que você imagina

Basicamente, todo item que tenha um valor significativo e que seja passível de ser pago em médio e longo prazo pode ser contemplado pelo consórcio. As administradoras desse produto financeiro sabem muito bem disso, assim existem consórcios de praticamente tudo.

Portanto, o primeiro passo é procurar uma administradora de consórcios e descobrir se existe essa modalidade. Depois, basta firmar o seu contrato em um dos muitos grupos existentes e torcer para ser sorteada. No final, a carta de crédito é o seu prêmio.

Existem modalidades de consórcio com diversos tipos de duração. Os planos, em geral, vão de 12 a 60 meses, portanto de 1 a 5 anos. Assim, é importante que você observe dois fatores na hora de se programar: o número e o valor das parcelas.

Muito provavelmente, quanto menor o número de parcelas, maior o valor de cada uma delas. É preciso encontrar um equilíbrio para que o pagamento caiba dentro do seu orçamento e para que o prazo total de pagamento seja razoável para a cirurgia em questão.

Como ser contemplado em um consórcio?

Existem duas formas de ser contemplado em um consórcio, seja ele um consórcio de silicone ou de qualquer outra modalidade: por sorteio ou por lances.

A primeira delas nós já mencionamos aqui: via sorteio mensal. Basta estar em dia com suas parcelas que, caso seja você a sorteada do mês, a carta de crédito será liberada rapidamente e você poderá agendar sua consulta e fazer a cirurgia plástica.

A outra maneira é via lances – e nesse caso a regra tem diversas variações. Pode ser que a pessoa que fizer o lance mais alto, da mesma forma que em um leilão, fique com o direito de contemplação daquele mês.

Em alguns consórcios não é o lance mais alto que vence, mas sim o fato de ter mais parcelas pagas de forma adiantada. Ou seja, tudo vai depender das regras estabelecidas pela administradora. Por isso, fique atenta a esse aspecto na hora de fechar o contrato.

Depois de ser sorteada, eu preciso continuar pagando?

Sim. Pode parecer simples, mas é uma dúvida recorrente entre as pessoas que procuram a modalidade de consórcio. Quando você é sorteada, isso não significa que você deixa de pagar as parcelas. Isso não muda, os valores combinados em contrato precisam ser pagos até o final.

O que muda – e essa é a razão do sorteio – é a data de acesso à carta de crédito com o valor total. Em um contrato de 24 meses, por exemplo, pode ser que você receba a sua carta de crédito já no terceiro ou quarto mês. Nesse caso, é quase como se fosse um empréstimo.

Ninguém perde em um consórcio; no fim, todos ganham, mesmo aqueles que não foram contemplados.

A única diferença é que pode ser que em um consórcio de silicone você não seja uma das escolhidas antecipadamente. Nesse caso, a sua carta de crédito virá apenas após o pagamento das parcelas. Se você tem alguma dúvida sobre o assunto,veja se é necessário renovar o silicone nos seios e como funciona.

Outra vantagem dessa forma de pagamento é que, mesmo que você desista no meio do caminho por algum motivo, o dinheiro investido não será necessariamente perdido.

Isso porque existe a possibilidade de transferir o consórcio para o nome de outra pessoa – e nesse caso você pode negociar diretamente com o interessado para receber aquilo que já pagou.

A modalidade de consórcio de cirurgias é oferecida por diversas administradoras e, portanto, você não vai ter muita dificuldade em encontrar oportunidades. Basta apenas encontrar uma que esteja de acordo com as suas possibilidades e as suas expectativas.

Qual a sua opinião sobre o assunto? Deixe nos comentários! Que tal mudar a sua vida com o consórcio de silicone?

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp