11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Conheça o fast-track recovery

Conheça o fast-track recovery!

Técnica do fast-track recovery garante pós-operatório mais rápido e menos dolorido da cirurgia plástica provendo recuperação mais satisfatória da paciente.

As técnicas usadas nas cirurgias plásticas têm avançado constantemente visando resultados estéticos mais satisfatórios e melhor recuperação das pacientes. Uma dessas novas possibilidades é o fast-track recovery.

O que é o fast-track recovery?

O fast-track recovery, que pode ser traduzido como “recuperação rápida”, consiste em uma técnica que visa que a paciente possa retomar as atividades em menos tempo por meio de um pós-operatório mais rápido e menos dolorido.

O pós-operatório depende diretamente da extensão dos traumas cirúrgicos. Quanto menores eles forem, melhor e mais rápida será a recuperação.

O trauma cirúrgico consiste nos danos colaterais aos tecidos, portanto, não pode ser totalmente evitado em uma cirurgia plástica, mas pode ser minimizado em alguns casos, dependendo da técnica e materiais utilizados.

É justamente com a redução do trauma cirúrgico que o fast-track recovery torna-se possível, acelerando o pós-operatório para que o paciente possa ter alta hospitalar no mesmo dia e retomar atividades em poucos dias após o procedimento.

Quais as diferenças na cirurgia plástica?

Atualmente, o fast-track recovery tem sido muito associado à mamoplastia de aumento, pois permite uma recuperação mais rápida dessa cirurgia plástica que está entre as mais frequentes entre o público feminino.

Pré-operatório

As diferenças iniciam-se ainda no pré-operatório, com uma atenção à instrução da paciente sobre os cuidados e exercícios pós-cirúrgicos que vão contribuir para uma recuperação mais rápida.

Outro aspecto importante é a escolha da prótese, considerando perfil, formato e volume, respeitando as características e estrutura física da paciente.

Procedimento cirúrgico

As diferenças cruciais da técnica de fast-track recovery ocorrem durante a realização do procedimento. A primeira alteração é na administração da anestesia, de forma a evitar dores no pós-operatório.

Utiliza-se ainda técnicas que permitem minimizar o traumatismo dos tecidos. Uma opção é a hemostasia prospectiva na qual os vasos sanguíneos são identificados e preservados para reduzir o sangramento.

Para que a cirurgia plástica seja bem sucedida é necessário um controle minucioso das etapas evitando hematomas durante a operação que desencadeariam um quadro pós-operatório mais complicado e demorado.

Portanto, no fast-track recovery utilizam-se materiais e técnicas diferentes com o objetivo de reduzir o trauma cirúrgico para amenizar o pós-operatório.

O fast-track recovery no Pós-operatório

O sucesso da mamoplastia com fast-track recovery depende diretamente do pós-operatório que deve ter início ainda com a paciente no hospital.

Logo após a finalização da cirurgia plástica, a paciente é instruída a realizar exercícios de reabilitação para promover ganho de mobilidade e movimentação adequada dos braços e tronco para não comprometer os resultados cirúrgicos.

Os exercícios ajudam a retomada mais rápida das atividades rotineiras, como trabalho, estudo, dirigir, levantar peso (ainda que pouco nos primeiros dias), entre outras.

Os exercícios ensinados pela equipe médica devem ser realizados diariamente, contribuindo na mobilidade dos braços e tronco e melhora contínua dos hematomas pós-cirúrgicos.

Deve-se ainda evitar tomar sol por 3 meses e adotar as demais recomendações da equipe médica no que diz respeito à limpeza das incisões cirúrgicas, uso do sutiã pós-operatório e posição para dormir, por exemplo.

Apenas um cirurgião plástico poderá avaliar se os ganhos do fast-track recovery justificam a realização da técnica. Além disso, apenas um profissional com mais experiência e qualificado terá conhecimento para execução dessa técnica mais minuciosa.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).