11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Como se preparar para uma cirurgia de correção de umbigo?

Dicas para ver antes de realizar cirurgia de correção de umbigo

A onfaloplastia, cirurgia plástica do umbigo, demanda exames médicos e preparo do pré e pós-operatório para resultados mais satisfatórios. Conheça o passo a passo aqui!

A cirurgia de correção de umbigo, chamada onfaloplastia, é um procedimento indicado para pacientes insatisfeitos com a aparência do umbigo devido às características congênitas ou adquiridas ao longo da vida.

Normalmente, a onfaloplastia é procurada para atender a uma demanda estética da paciente, no entanto, existem casos, como aqueles associados à hérnia umbilical, no qual o procedimento também atende uma questão de saúde.

A seguir saiba como se preparar para realizar a onfaloplastia considerando 5 passos para fazer essa cirurgia plástica com mais segurança.

1. Escolher do cirurgião plástico

O primeiro passo de qualquer cirurgia plástica, independentemente da complexidade do procedimento, é escolher um cirurgião plástico qualificado. Algumas recomendações incluem:

  • verificar se o cirurgião plástico tem registro ativo no Conselho Federal de Medicina;
  • avaliar se ele é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP);
  • verificar as recomendações de pacientes que já trataram com ele;
  • conferir a infraestrutura da clínica e hospital no qual ele atende.

A partir desses cuidados será possível escolher um profissional mais qualificado e experiente, garantindo segurança no procedimento e resultados mais satisfatórios.

2. Entender as indicações da onfaloplastia

A onfaloplastia é indicada para pacientes insatisfeitas com a estética umbilical em decorrência de fatores como: excesso de gordura e pele no local; abertura após a gravidez; efeito sanfona; emagrecimento; portadores de hérnia umbilical; e umbigo inestético congênito.

Entre as recomendações para realização da cirurgia está, por exemplo, perder peso antes de recorrer ao procedimento, pois o emagrecimento posterior pode comprometer os resultados.

No caso de pacientes com hérnia umbilical, a cirurgia pode ser realizada no ato da correção do problema de saúde ou posteriormente, de acordo com as condições da paciente.

Destaca-se ainda que a cirurgia plástica para correção do umbigo é recomendada para pacientes que estejam em boas condições de saúde.

3. Realizar a consulta inicial e exames médicos

Quando aderir à onfaloplastia

 

Após entender se a onfaloplastia atende as características do seu caso e escolher um cirurgião plástico confiável é chegada a hora da consulta inicial.

Nesse momento, o especialista vai buscar entender suas motivações e expectativas com a cirurgia plástica, sendo fundamental ser honesta quanto aos motivos para procurar o procedimento.

Além disso, serão solicitados exames médicos como cardiovasculares, hemograma, coagulograma e outros se necessário. Para segurança da intervenção cirúrgica é essencial avisar ao médico de qualquer condição de saúde prévia, como hipertensão ou diabetes.

4. Esclarecer dúvidas sobre a cirurgia de umbigo

A consulta inicial e as seguintes devem ser aproveitadas pela paciente para esclarecer todas as dúvidas referentes à cirurgia plástica, por exemplo, anestesia usada, duração do procedimento, pré-operatório do dia do procedimento, entre outras.

As informações sobre a cirurgia de umbigo são importantes para que a paciente se prepare e também para controlar a ansiedade em relação à cirurgia.

5. Preparar-se para o pós-operatório

Por fim, é fundamental que já no preparo para a cirurgia, a paciente informe-se sobre o pós-operatório da correção de umbigo e encaminhe tudo o que for possível para que a recuperação seja mais tranquila e satisfatória. Alguns cuidados incluem:

  • uso de cinta modeladora;
  • evitar esforço físico com retomada de atividades cotidianas em 7 dias e atividades físicas em cerca de um mês;
  • evitar a exposição solar por três meses;
  • fazer compressas frias para reduzir inchaço e hematomas;
  • tirar os pontos da cirurgia em cerca de 15 dias.

O preparo antecipado dos cuidados do pós-operatório da onfaloplastia garante uma recuperação mais satisfatória, reduz as chances de complicações e entrega um melhor resultado estético. Agende sua consulta aqui e saiba mais!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).