11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Como funciona a dermolipectomia braquial? Entenda mais o procedimento

Dermolipectomia braquial

Fatores como processos rígidos de emagrecimento, idade avançada ou alternância de períodos de perda e ganho de peso costumam causar o abaulamento flácido da parte de cima do braço, resultando na formação de excesso de pele devido ao seu estiramento. Para resolver esse problema, é recomendado o procedimento de dermolipectomia braquial.

Neste artigo, mostraremos o que é a dermolipectomia braquial, como é realizada, a quem é indicada, entre outras questões importantes que você deve saber antes de tomar a decisão de realizá-la. Continue lendo para entender melhor!

O que é a cirurgia de dermolipectomia braquial?

A dermolipectomia braquial ou lifting de braço, como também é conhecida, consiste no procedimento cirúrgico realizado para remover a flacidez ou o excesso de gordura, ou pele, da região posterior do braço, em especial na área do tríceps. Essa cirurgia pode ser feita por meio da lipoaspiração do local.

Como esse procedimento é feito?

De forma resumida, a dermolipectomia braquial é feita por meio do reposicionamento da pele da área do braço, removendo a parte excessiva com a finalidade de eliminar toda a flacidez da região. Uma lipoaspiração pode ser recomendada se também houver presença de gordura localizada. Nesse caso, a incisão é realizada na área axilar.

O procedimento pode ser efetuado com sedação, anestesia local ou geral, principalmente se estiver relacionado a outras cirurgias plásticas, como a mamoplastia ou a abdominoplastia.

Para quem a dermolipectomia braquial é indicada?

Geralmente, pessoas que passaram por uma grande perda de peso — como após uma reeducação alimentar severa ou uma cirurgia bariátrica — recebem a indicação de um cirurgião plástico para fazerem a dermolipectomia braquial a fim de remover os excessos de pele ou gordura. Assim, o paciente tem um resultado mais satisfatório.

Esse procedimento cirúrgico também costuma ser indicado para pessoas com mais predisposição genética para flacidez, especialmente depois de determinada idade.

Como funciona a recuperação?

O processo pós-operatório dessa cirurgia exige certo período de repouso. Embora a internação dure somente um dia, o paciente não pode levantar os seus braços por até 21 dias.

Ele também deve usar uma malha elástica compressiva no local por um mês, sempre evitando fazer movimentos bruscos e pegar peso nas primeiras semanas. Além disso, pode ser necessário realizar uma drenagem linfática para reduzir o edema.

Como realizar a dermolipectomia braquial de maneira segura?

Procurar uma clínica com bastante credibilidade no mercado de cirurgia plástica, que receba recomendações positivas de seus pacientes e, é claro, que tenha profissionais que integrem a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica é a forma mais segura de realizar o procedimento.

Como você pôde conferir neste artigo, a dermolipectomia braquial é um procedimento que costuma ser procurado por pessoas que tiveram a pele submetida a processos severos como o emagrecimento rápido (cirurgia bariátrica), o ganho de peso ou o envelhecimento. Realizá-la com profissionais capacitados é a melhor maneira de garantir os resultados desejados.

Quer marcar uma consulta para sanar todas as suas dúvidas sobre a dermolipectomia braquial com os melhores profissionais do mercado de cirurgia plástica? Então, entre em contato agora mesmo com a Clínica Dra. Luciana Pepino!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).