(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
Pensando em realizar um implante capilar? Entenda o procedimento e quais são suas vantagens no nosso post

O que é o implante capilar e quais são suas vantagens?

O transplante capilar é uma técnica cirúrgica muito procurada por homens e mulheres para o tratamento da calvície, um problema cada vez mais frequente na população. A falta de cabelos pode ser causada por diferentes fatores relacionados a hormônios, genética, estresse, deficiência nutricional e até doenças, como aCovid-19, que provocam a queda dos fios.

Além disso, pessoas que sofreram traumas, como cortes ou queimaduras, também se beneficiam muito com esse tipo de cirurgia plástica. Isso porque, é possível restaurar o cabelo por meio do transplante de folículos sobre áreas com cicatrizes pós-trauma, com excelentes resultados.

Neste artigo, explicaremos para quem o implante é indicado, como ele é feito e os benefícios físicos e emocionais que proporciona, bem como sobre a relação que existe entrecabelo e autoestima, entre outros. Continue a leitura para saber mais!

Qual a diferença entre transplante e implante capilar?

Antes de falarmos do procedimento em si, esclareceremos uma das dúvidas mais recorrentes. Afinal, qual a principal diferença entre o transplante e implante capilar?

Pois bem, no implante capilar inseri-se sob o couro cabeludo anestesiado, certa quantidade de cabelos artificiais, até obter a densidade capilar desejada pelo paciente. Se o paciente estiver apto para o tratamento — e se o procedimento for realizado corretamente — o implante capilar é uma intervenção simples e que obtém resultados imediatos e satisfatórios na maioria dos casos.

No entanto, serão necessárias contínuas sessões para manter a densidade capilar, uma vez que nenhum material artificial é 100% aceito pelo organismo, gerando algum grau de rejeição. Já o transplante capilar baseia-se na redistribuição do cabelo da coroa hipocrática (área doadora) para uma área esparsa do couro cabeludo. 

A realização é feita por meio de uma técnica bastante simples, sem tiras, sem dor, sem bisturi; além de ser eficaz, durável e sem risco de rejeição. As consequências pós-operatórias são leves, o resultado é natural e a retomada das atividades rotineiras é imediata (como veremos mais detalhadamente ao longo deste artigo).

Para quem o transplante capilar é indicado?

Esse tipo de cirurgia plástica é indicado para atender a diversas necessidades de homens e mulheres, independentemente da faixa etária, que apresentam falta de cabelo ou de pelos, provocada por problemas genéticos, hormonais, nutricionais ou traumatismos causados por acidentes.

Entretanto, para que os resultados sejam satisfatórios, é importante que a pessoa apresente uma densidade capilar suficiente na área lateral ou na parte de trás da cabeça, para permitir a retirada de fios de uma região e a recolocação em outra.

Como é feito o transplante capilar?

O princípio do transplante capilar é a retirada de folículos da área posterior do couro cabeludo, onde não ocorre tendência à queda. Após transferidas, essas raízes de cabelo crescem em seu novo local como se estivessem em sua região de origem.

O transplante capilar é uma cirurgia plástica que redistribui folículos de uma área doadora do couro cabeludo para outra (receptora), aproveitando os fios da própria pessoa. A retirada dos folículos, pode ser feita em um segmento do couro cabeludo, tira de pele com folículos (FUT) ou de maneira individual pela técnica FUE (Extração Folicular Unitária).

A primeira opção deixa uma discreta cicatriz na área doadora, que fica escondida debaixo dos cabelos. Já a aplicação da técnica FUE deixa microcicatrizes praticamente imperceptíveis e permite uma recuperação mais rápida.

Ela também pode ser utilizada para preencher outras áreas do corpo, como falhas na sobrancelha e barba, além de ser uma alternativa para devolver os pelos em locais que sofreram traumas.

Mas como saber qual a melhor técnica?

Não há que se falar em uma técnica melhor do que a outra. Tanto a FUT, quanto a FUE são excelentes técnicas. E devem ser adotadas de acordo com as características de cada paciente (anatomia, grau de calvície, tipo de cabelo, entre outras). Bem como, com vistas a atender a expectativa do paciente.

Outro equívoco bastante comum, é considerar a FUE menos agressiva que a FUT. Até porque, ambas as técnicas exigem incisões com a mesma profundidade. A única diferença é na unicidade ou diversidade das áreas de coleta. Enquanto na FUE são realizadas incisões circulares em vários pontos, na FUT é realizada uma incisão linear.

Vale ressaltar, que apenas o cirurgião especialista poderá definir qual a melhor técnica a ser adotada, levanto em consideração todas as variáveis que incidem nessa escolha.

Realização da cirurgia

A cirurgia de implante capilar é feita com anestesia local e pode demorar até 12 horas. Normalmente, em cada sessão são implantados cerca de 2 mil fios de cabelo, da seguinte maneira:

  • retirada de uma parte do cabelo do próprio paciente da região da nuca;
  • separação das unidades de cabelo a serem implantadas, conservando as raízes;
  • implantação fio a fio nas áreas sem cabelo.

Em alguns casos, pode ser necessário utilizar cabelos artificiais, principalmente se a pessoa apresentar pouca densidade nos fios das regiões doadoras.

Pós-operatório

O paciente não deve sentir dor após o procedimento. E a recuperação é bastante rápida. Inclusive, não há sequer a aplicação de qualquer curativo. O paciente sai do consultório como chegou. A única recomendação é que o paciente utilize uma roupa com abertura frontal, de modo a evitar prender os implantes ao se vestir.

Também são necessários alguns cuidados no período pós-operatório, como não praticar atividades físicas de alta intensidade, nem colocar a cabeça debaixo d’água (piscina ou mar) por 15 dias. As atividades esportivas tradicionais podem ser retomadas após 8 dias.

O uso de boné ou chapéu é especialmente recomendado para pacientes trabalhando em ambientes sujos (agricultura, construção, etc.), para evitar ou mitigar a formação natural de pequenas crostas, que podem perdurar por 7 a 10 dias após o procedimento.

Outro ponto fundamental é a higiene. Sendo possível usar xampu no quarto dia pós-operatório. Recomenda-se que a esfregação seja muito suavemente, seguida de enxágue com água morna abundante. No entanto, é desaconselhado o uso secador quente. É possível voltar ao cabeleireiro após 3 a 4 semanas.

Quais são os benefícios do transplante capilar?

A cirurgia de restauração capilar apresenta cada vez mais técnicas inovadoras que proporcionam excelentes resultados em pouco tempo, com uma cicatrização simplificada. Veja, a seguir, os principais benefícios do implante de cabelos!

Aumenta a autoestima

Esse é o principal benefício da cirurgia capilar, já que a acentuadaqueda de cabelo ou falta total de cabelo é um problema que afeta diretamente a autoestima e a autoconfiança.

Esses fatores psicológicos impactam fortemente nas relações sociais e profissionais, fazendo com a pessoa se retraia e sinta-se deprimida. O implante de cabelos, preenche os locais afetados pela calvície e devolve a autoestima e a alegria de viver.

Naturalidade nos resultados

A junção do avanço da tecnologia em cirurgias e a alta capacidade e conhecimento de equipes médicas, proporcionam resultados naturais, permitindo o uso de qualquer corte de cabelo.

Cicatriz imperceptível

Há menos de 10 anos, as cirurgias de implante capilar precisavam fazer cortes que deixavam cicatrizes lineares na nuca. Hoje, com a aplicação da técnica FUE (Follicular Unit Extraction) o procedimento proporciona microcicatrizes puntiformes, imperceptíveis a olho nu.

Resultados rápidos

Segundo o consenso de especialistas, após 30 a 40 dias começa um processo de queda dos fios transplantados. Cerca de 3 a 4 meses após a realização da cirurgia de implante capilar já começam a surgir novos fios que vão ganhando corpo e espessura.

Após 6 meses da realização do procedimento, já é possível notar resultados e, dentro de 12 meses, a aparência final já pode ser notada. Esse tempo pode variar para mais ou para menos, dependendo do ritmo de crescimento dos fios, de acordo com as características individuais dos pacientes.

Preenche totalmente a área implantada e cura a calvície

O implante de cabelo tem uma elevada taxa de sucesso, pois preenche totalmente a área implantada, curando acalvície. Isso é possível porque os fios a serem implantados são recolhidos das laterais e da parte de trás da cabeça, regiões que apresentam menor sensibilidade à ação do hormônio testosterona, envolvido na queda dos fios.

Como escolher uma clínica para fazer o transplante capilar?

O implante capilar deve ser feito por um cirurgião plástico habilitado, em umaclínica de cirurgia plástica confiável, que apresente infraestrutura necessária para atender às necessidades desse tipo de procedimento.

Veja, a seguir, os aspectos mais importantes que devem ser observados para fazer uma boa escolha e ter sucesso no procedimento:

  • credenciamento profissional — verifique se o cirurgião é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP);
  • segurança — analise a higiene do local, equipamentos e materiais utilizados;
  • atendimentos às normas — certifique-se de que a clínica atende às normas da Coordenadoria de Vigilância Sanitária (COVISA) e do Conselho Regional de Medicina que atua no Estado onde pretende realizar a cirurgia;
  •  equipe médica — analise a qualificação dos profissionais envolvidos na cirurgia, como anestesista, enfermeira, entre outros;
  • transparência nos dados — todas as informações sobre a clínica e o corpo médico devem estar disponíveis em locais de fácil acesso, como o site da empresa e formulários utilizados.

Como pôde ver, o implante capilar é feito com base em técnicas que proporcionam o preenchimento total da área sem fios, oferecendo excelentes resultados e aumento da autoestima, entre outros benefícios. 

Mas é fundamental saber escolher o local para realizá-lo, como a Clínica da Dra. Luciana Pepino, que oferece umaequipe médica especializada, em ambiente confortável, confiável e seguro.

Tem interesse em saber mais? Acesse aqui e entraremos em contato com você.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    Quero ajudar!
    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    logo

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    Quero ajudar!

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.