(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
harmonização facial

Como é feita a harmonização facial?

A harmonização facial é um tratamento personalizado, podendo ser realizado com diferentes técnicas e procedimentos estéticos a depender do caso.

A harmonização facial é um tratamento que visa o rejuvenescimento do rosto ou mesmo a busca por estruturas faciais mais harmônicas, a partir de procedimentos pouco invasivos.

Os procedimentos aplicados conseguem entregar resultados personalizados, de acordo com as necessidades da paciente e proporcionar as mudanças desejadas sem exigir internação hospitalar ou realização de cirurgias plásticas.

Neste artigo, vamos explicar quais procedimentos podem ser realizados para a harmonização do rosto, quando eles são indicados, para que servem, quando é possível notar os resultados, quanto tempo os efeitos duram e como é a recuperação. Continue lendo e saiba mais!

Quais procedimentos podem ser aplicados para a harmonização facial?

A harmonização facial é um tratamento estético composto por diferentes procedimentos que podem variar de acordo com as necessidades de cada pessoa. Dessa forma, o conjunto de procedimentos adotados podem variar de intensidade e resultados, já que são consideradas as expectativas da paciente e as recomendações do cirurgião plástico, de maneira personalizada.

Veja, a seguir, quais são os procedimentos que podem ser aplicados visando a harmonia do rosto.

Aplicação de Botox (toxina botulínica)

O Botox consiste em uma substância identificada como toxina botulínica, que promove o relaxamento da musculatura facial, amenizando as rugas dinâmicas, como os pés de galinha, vincos na glabela e outras linhas faciais. Isso porque, a botulina age como um bloqueador neuromuscular, impedindo a contração e a movimentação do músculo tratado.

Bichectomia

A bichectomia é um dos poucos procedimentos definitivos realizados na harmonização facial, mas sua indicação é menos comum. Trata-se de uma microcirurgia com a qual é realizada a remoção das bolas de Bichat, que são responsáveis pelo volume das bochechas.

Normalmente, as pessoas que apresentam interesse por esse procedimento, são as que se sentem incomodadas com a proeminência das maçãs do rosto e, por isso, desejam amenizar essa característica.

Lifting com fios

O lifting com fios é uma técnica que utiliza uma agulha para criar uma “rede” na derme, com o objetivo de amenizar a flacidez facial. Além do resultado imediato, conforme o produto o fio é absorvido, estimula a produção natural do colágeno.

Microagulhamento

O microagulhamento é um procedimento também utilizado na harmonização facial. Ele promove uma abrasão controlada na derme, resultando em um processo inflamatório local. Durante a regeneração dos tecidos, a região tratada recebe mais oxigênio e colágeno, o que contribui na amenização de diferentes incômodos, como:

  • flacidez;
  • melasmas;
  • poros abertos;
  • rugas;
  • cicatrizes e outros sinais de envelhecimento na face.

Peeling

O peeling também pode ser realizado na harmonização facial por diferentes técnicas e intensidades que vão depender das demandas de cada caso. Em geral, ele provoca abrasão na camada superficial da pele, que leva à descamação e substituição dos tecidos devido à renovação celular, o que promove o rejuvenescimento. Esse tratamento é indicado para:

  • cicatrizes;
  • flacidez;
  • melasmas;
  • rugas finas.

Preenchimento facial

Um dos procedimentos mais recomendados na harmonização do rosto é o preenchimento facial, normalmente feito com ácido hialurônico. Nesse tratamento, a substância é injetada com uma agulha muito fina no tecido subcutâneo.

O ácido age atraindo moléculas de água ao local, aumentando o volume. O preenchimento facial é recomendado no tratamento de sulcos, como o bigode nasogeniano (bigode chinês), assim como para a melhoria do contorno facial e aumento do volume dos lábios. A substância também pode ser usada na correção de assimetrias faciais no nariz (rinomodelação) e no queixo.

Tratamentos dentários

Os dentes são partes fundamentais da estrutura facial e interferem diretamente na harmonia e beleza do rosto. Eles podem transformar literalmente a aparência das pessoas e rejuvenescê-las em até 10 anos. Nesse sentido, além dos procedimentos realizados na pele, a harmonização do rosto pode incluir tratamentos dentários, como:

  • uso de aparelhos para correção da arcada;
  • implantes dentários;
  • clareamento;
  • lentes de contato colocadas por cima dos dentes.

Quando é indicado que a harmonização facial seja feita?

A harmonização é indicada quando a pessoa deseja reduzir a papada, linhas de expressão ou até mesmo olheiras. Além disso, ela pode ser aplicada para a definição da mandíbula ou alterações na testa, nariz e queixo. Mas antes de realizar qualquer procedimento é importante que a pessoa consulte um cirurgião plástico para avaliação da pele e das condições de saúde, a fim de garantir bons resultados e evitar efeitos indesejáveis.

Qual é a finalidade desse conjunto de procedimentos?

O conjunto de procedimentos envolvidos na harmonização tem como principal objetivo, fazer com que as diversas partes do rosto (superior, média e inferior) fiquem equilibradas em suas proporções e com os sinais de envelhecimento amenizados. Para isso são analisadas as características físicas individuais, que permitem um tratamento personalizado.

Em geral, o diagnóstico é realizado com o auxílio de um programa de computador que fotografa a face em três dimensões, permitindo projetar a futura aparência, com uma simulação virtual do “antes e depois”.

Como a harmonização é feita?

A harmonização facial pode ser feita por meio de diferentes procedimentos, escolhidos de acordo com a avaliação do cirurgião plástico, para atender às necessidades do paciente e suas expectativas, com base nas características individuais. Em geral, o procedimento mais utilizado é o preenchimento.

Quando é possível notar os primeiros resultados?

O resultado pode ser notado em todas as fases da harmonização, desde a primeira consulta até o final da sessão. Já na fase de avaliação é possível ver grande parte da futura aparência na simulação do programa de computador. Durante o procedimento, a paciente também vai observando e opinando na frente do espelho.

Ao final da sessão já é possível notar a transformação para um rosto rejuvenescido. Contudo, a aparência final é visível cerca de sete a quinze dias após o procedimento, com a redução do inchaço.

Quanto tempo dura os efeitos da harmonização no rosto?

Os efeitos da harmonização podem durar cerca de um a quatro anos quando aplicados produtos temporários ou serem permanentes, nos casos da utilização de produtos definitivos. Essa escolha depende da avaliação e sugestão médica, bem como da preferência da paciente, após devidamente informada sobre as possibilidades e resultados.

Na maioria dos casos são utilizados procedimentos e produtos com efeito temporário, que precisam de manutenção, por meio de cuidados com a rotina de beleza e com os hábitos do dia a dia, que envolvem, desde uma alimentação saudável até a posição adotada para dormir.

Como é a recuperação da harmonização facial?

No período de recuperação pode ocorrer inchaço, vermelhidão e sensibilidade, que regridem naturalmente na primeira semana após o procedimento. As compressas frias e gelo podem ajudar no alívio do inchaço e a pessoa pode voltar a trabalhar no mesmo dia, porém com restrições de esforços e atividades físicas, para evitar o agravamento de inchaço e surgimento de dor.

Além disso, deve ser evitada a exposição solar por sete dias, a fim de prevenir o aparecimento de manchas na pele. Caso seja necessário se expor, é importante o uso de chapéu e protetor solar, conforme orientações médicas. Normalmente, é agendada uma consulta de retorno após 30 dias, quando o cirurgião pode avaliar a necessidade de intervenções complementares.

Como vimos, há vários procedimentos que podem ser realizados para a harmonização do rosto. Entretanto, é fundamental que sejam feitos por um cirurgião plástico, que é o profissional habilitado. Nesse sentido, é importante observar que a realização de procedimentos com profissionais não qualificados pode levar a riscos de infecções e deformações no rosto.

Quer saber mais sobre harmonização do rosto e como prolongar os seus efeitos? Então, veja como fazer a manutenção da harmonização facial!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.