(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
saiba como colocar botox sem perder as expressões faciais

Como colocar botox e não perder as expressões faciais?

Conheça quais são os cuidados mais importantes antes de colocar Botox para garantir mais segurança e confiabilidade no tratamento

Antes de colocar Botox é fundamental compreender como funciona o tratamento estético e quais cuidados adotar para não correr o risco de perder as expressões faciais devido à técnica.

O Botox é, na verdade, a primeira marca a comercializar a toxina botulínica tipo A para fins estéticos, o que ocorreu no início dos anos 1990.

A toxina botulínica consiste em uma substância que também é responsável pela doença botulismo. 

Para aplicações estéticas ela passa por uma purificação e é usada em doses mínimas para não resultar em complicações de saúde, como o congelamento das expressões.

Considerando essa origem, é importante saber que ao colocar Botox e qualquer outra marca de toxina botulínica há riscos de perder temporariamente as expressões faciais. Saiba mais a seguir.

Quais as dicas para colocar Botox?

mulher a colocar botox facial

Para colocar Botox e fazer um tratamento com toxina botulínica é fundamental seguir algumas orientações que tornam o procedimento mais seguro e melhoram as chances de resultados satisfatórios.

A toxina botulínica promove uma paralisia temporária da musculatura na qual é aplicada, prevenindo a contração muscular, mas o resultado deve ser suave, sem prejudicar a expressividade da paciente. 

Escolha do profissional

O primeiro e mais importante passo no tratamento com toxina botulínica é a escolha do profissional que vai conduzir o procedimento.

Atualmente, profissionais não habilitados ou com uma formação não focada na área médica tem feito uso da toxina botulínica, aumentando os riscos do tratamento.

O ideal é colocar Botox com um cirurgião plástico ou dermatologista, os profissionais mais aptos para manuseio desse tipo de substância e também para melhor avaliação das demandas da paciente.

Infraestrutura da clínica

Outro ponto a ser avaliado pela paciente antes de decidir por colocar Botox é quanto à infraestrutura da clínica.

Certifique-se que o local tem as autorizações necessárias para funcionar, o que inclui vigilância sanitária e corpo de bombeiros.

Apesar de não ser um tratamento invasivo, como uma cirurgia plástica, a aplicação de toxina botulínica não deve ser feita em qualquer lugar.

Qualidade do produto

Como visto, o Botox é uma marca de toxina botulínica, mas existem outras opções, igualmente confiáveis, disponíveis no mercado.

Questione o profissional escolhido quanto à procedência do produto e também as formas de armazenamento e manipulação.

A toxina botulínica é comercializada em pó e, para aplicação, deve ser diluída em soro fisiológico.

Os principais erros que podem levar à perda de expressões faciais consistem no uso de uma quantidade inadequada da substância, erro na proporção diluída ou no local de aplicação.

Alinhamento das expectativas

A experiência do profissional escolhido para aplicação de toxina botulínica é fundamental e, uma das primeiras etapas do tratamento, é o alinhamento das expectativas.

O Botox é indicado para amenizar rugas dinâmicas, como os pés de galinha e aquelas que se formam conforme a face é movimentada, não surtindo efeito em rugas estáticas ou sulcos e vincos faciais.

Ao apresentar ao cirurgião plástico quais são suas insatisfações em relação à estética facial ele vai indicar se colocar Botox é, de fato, a abordagem mais apropriada. Agende sua consulta aqui!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    Quero ajudar!
    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    logo

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    Quero ajudar!

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.