Menu

Prótese Mamária: Quais Fatores Determinam Volume E Simetria?

Seja para ter uma pele mais jovem, emagrecer uns quilos ou até mesmo modificar algo que incomoda no corpo, o importante é encontrar uma solução para viver melhor

Toda mulher quer se sentir bem com ela mesma. Não importa qual o motivo, a busca constante pelo bem-estar toma conta de boa parte da vida delas.

Os seios são uma das partes do corpo que as mulheres mais se preocupam, a grande maioria se encontra insatisfeita com os mesmos, por questões genéticas, aumento de peso, gravidade, exposição ao sol, gravidez e desejam aumenta-los. Nestes casos é indicada a cirurgia de inclusão de implante de silicone.

Para quem é indicada a cirurgia?

A cirurgia é indicada para todas as mulheres que desejam aumentar ou para aquelas que estão insatisfeitas com o tamanho e alteração na forma de suas mamas.

O procedimento também é indicado e benéfico para mulheres que tenham assimetria entre as mamas. Importante lembrar que o implante mamário não corrige as mamas caídas, neste caso é necessário realizar a mamoplastia de aumento, que pode ser feita junto a esse procedimento.

Fatores importantes para definir o tamanho da prótese mamária

Cada mulher é diferente e possui características e individualidades, portanto, o tamanho ideal só pode ser indicado pelo próprio cirurgião.

No momento da avaliação, o médico leva em consideração diversos fatores para definir o tamanho ideal da prótese mamária, como: presença de flacidez, tamanho do tórax, estilo de vida e a preferência da paciente por tamanhos maiores ou menores e mais naturais.

Existem implantes de três formas: anatômica (gota), cônica e redonda. Não existe uma regra para cada forma de implante ser utilizada, pois, somente o cirurgião poderá indicar a prótese mamária ideal de acordo com o aspecto da mama e a expectativa da paciente.

Com a sua experiência, o médico ira examinar também o tipo de pele, se há cobertura o suficiente para “esconder” o implante, além de analisar o corpo com um todo para que o resultado seja simétrico e que as próteses não se adequem somente as mamas, mas no equilíbrio corporal da paciente.

Mastopexia x Prótese de silicone

A mastopexia é indicada para o levantamento das mamas com flacidez. Quando feita sem prótese mamária, o volume não é alterado, somente corrige a flacidez, reposiciona a glândula e retira o excesso de pele.

Porém, em alguns casos a paciente não está contente com o volume das mamas e solicita o aumento da mama associado à mastopexia. Veja mais detalhes de como funciona a prótese mamária.

Prótese de mamas e/ou mastopexia para corrigir assimetria mamária

O corpo feminino produz diversos hormônios em diferentes quantidades, sendo responsáveis pelas mudanças do corpo da mulher desde a adolescência até a fase adulta.

Ligeiras assimetrias corporais são comuns e afetam a maioria das mulheres, porém, em alguns casos como a assimetria dos seios, pode atingir graus elevados cuja correção exige a redução de uma das mamas e/ou colocação de prótese mamária na outra.

A assimetria mamária é a falta de igualdade entre as mamas, quando a diferença entre elas são visível, o que causa um desconforto e constrangimento para a paciente.

Nesse caso o cirurgião faz uma avaliação das mamas, leva em consideração algumas medidas como: altura das aréolas, diâmetro das aréolas, distância das aréolas e sulco inframamário e recomenda qual procedimento cirúrgico é mais recomendado.

Quando um seio é maior que o outro, próteses de silicone garantem a simetria e um resultado proporcional, mas para resolver casos de assimetria de formato de aréola ou quando há algum grau de flacidez, a mastopexia, geralmente é o processo mais indicado.

A escolha de um bom profissional é fundamental nesse momento, assim como a consulta presencial. Converse pessoalmente com o médico e esclareça todas as suas dúvidas.

Siga seus planos de ficar ainda mais bonita com segurança e tranquilidade. Agende uma consulta com a Dra. Luciana Pepino e esclareça suas dúvidas sobre o assunto.

Quer saber mais sobre a mastopexia? Baixe agora nosso e-book sobre o assunto!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).