11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Ninfoplastia: Tudo o que você precisa saber

Mulher sorrindo com as mãos formando um coração na frente do rosto

A redução dos pequenos lábios vaginais pode devolver a autoestima e a confiança a uma mulher. Saiba como é feito este procedimento.

Assim como existem pessoas que se incomodam com o tamanho do nariz ou com a abertura das orelhas, existem outras que se se sentem desconfortáveis com partes do corpo na região íntima. Na verdade, muitas mulheres se queixam a respeito da aparência de sua genitália. E um dos principais motivos para isso é o tamanho aumentado dos pequenos lábios, que podem sofrer uma hipertrofia.

Quando essa parte do corpo apresenta tamanho maior do que a média, a mulher passa por constrangimentos e desconfortos durante a relação sexual. Muitas ficam envergonhadas pela aparência de sua genitália. Sentindo-se extremamente desconfortáveis durante o ato. Além disso, uma desproporção dos pequenos lábios pode ocasionar dor durante as relações. Pois essas estruturas podem se dobrar para dentro da vagina na hora da penetração, causando até mesmo algumas lesões pelo atrito.

cirurgia íntima

Muitas mulheres têm vergonha de suas partes íntimas, a Ninfoplastia pode ser uma solução.

Ainda, em alguns casos, pode surgir uma dificuldade maior de fazer a higienização correta do local, levando ao acúmulo de secreções e urina, o que pode acarretar infecções frequentes, como a candidíase.

Para esses casos, é recomendável se submeter à ninfoplastia. Que consiste na redução dos pequenos lábios da vagina, deixando-os com a aparência mais próxima à padrão. Esse procedimento também pode ser chamado de cirurgia íntima feminina. Conheça mais sobre essa cirurgia:

Função dos pequenos lábios

Os pequenos lábios são estruturas responsáveis por proteger a entrada da vagina. Eevitando que micro-organismos indesejados adentrem este ambiente e causem infecções. Além disso, os pequenos lábios também atuam na lubrificação durante a relação sexual.

Tipo de anestesia utilizado

Na ninfoplastia, por se tratar de uma cirurgia de pequeno porte. Pode-se optar pela anestesia local com sedação da paciente, para que ela durma durante o procedimento. Nesse caso, a paciente poderá ir para casa no mesmo dia.

Como é feita a ninfoplastia

Com a região anestesiada, o cirurgião-plástico retira o excesso de tecido utilizando um bisturi ou, em alguns casos, o laser. Quando é utilizado o laser de CO2 fracionado, já ocorre a cauterização dos vasinhos, resultando em sangramento de menos intensidade e menos inchaço.

A quantidade de tecido a ser retirada será definida pelo médico e deve se concentrar apenas no excesso, isto é, o volume que fica mais aparente e para fora dos grandes lábios quando a mulher está em posição normal, sem afastar os dois lados da vulva. Uma redução exagerada dos pequenos lábios pode prejudicar a proteção da entrada da vagina, favorecendo infecções, e também causar ressecamento pela falta de lubrificação.

A cirurgia costuma levar de 30 a 90 minutos, e a paciente recebe alta cerca de 6 a 8 horas depois do procedimento. As suturas são feitas com pontos absorvíveis, ou seja, eles não precisam ser retirados.

Recuperação da ninfoplastia

O pós-operatório da ninfoplastia não costuma ser muito complicado. Pode haver uma dor discreta e algum desconforto, que serão tratados com analgésicos comuns receitados pelo médico.

O que mais costuma incomodar as mulheres depois da cirurgia é o inchaço da região (edema), que começa a regredir cerca de uma semana depois do procedimento. O inchaço pode ser acompanhado por manchas arroxeadas no local caso algum vasinho seja rompido.

A volta ao trabalho, dependendo da atividade, costuma acontecer depois de 3 dias a partir da data da cirurgia. Se a sua profissão exigir muito esforço físico ou longas caminhadas, é recomendável voltar somente após 3 semanas.

Os exercícios físicos podem ser retomados gradativamente cerca de um mês após a ninfoplastia. No começo, a paciente deve evitar esforços excessivos e atividades que causem algum tipo de pressão na região, como o spinnning. O banho de mar ou piscina deve aguardar de 2 a 3 semanas.

Para as relações sexuais, recomenda-se aguardar de 30 a 45 dias depois da cirurgia para que os pontos estejam bem firmes. Caso contrário, o atrito na região poderá ocasionar o rompimento de algum ponto, prejudicando o processo de cicatrização. Recomenda-se recorrer à lubrificação extra para diminuir o atrito.

Cirurgia plástica íntima

Após a cirurgia íntima, muitas mulheres retomam a sua autoestima.

Alguns cuidados no dia a dia depois da cirurgia

A paciente deverá seguir as recomendações do cirurgião-plástico, como utilizar as pomadas prescritas e fazer compressa de gelo na região para diminuir o inchaço.

Para maior conforto da paciente, é recomendado utilizar calcinhas de algodão mais largas durante as primeiras semanas. Evitando roupas que apertem a região operada.

A higiene deve ser feita com água morna e sabonete neutro. Não sendo necessário o uso de sabonetes especiais para a região íntima feminina. Após utilizar o sanitário, é interessante fazer o procedimento de higiene.

Recomenda-se que a ninfoplastia seja feita logo depois do período menstrual, evitando que a mulher menstrue logo nos primeiros dias depois da cirurgia.

A ninfoplastia deixa cicatriz? Quando verei o resultado definitivo?

Como toda cirurgia de remoção de tecidos, a cirurgia íntima deixa sim uma cicatriz. A boa notícia é que ela fica bastante discreta por causa da constituição da pele dos pequenos lábios e da região onde ela está localizada.

Por causa do inchado, o resultado da cirurgia só começa a ser visível 2 meses depois da cirurgia, levando em torno de 6 meses para chegar ao formato definitivo.

Sensibilidade da região íntima

Um dos maiores medos das mulheres ao se submeterem a uma ninfoplastia é perder a sensibilidade da região íntima. Apesar de poder ocorrer uma diminuição da sensibilidade logo depois da cirurgia, ela voltará ao normal conforme ocorre a cicatrização, em cerca de 30 dias.

Dessa forma, não haverá diminuição da sensibilidade dos pequenos lábios nem do clitóris durante a atividade sexual.

Cirurgia Intima

A Ninfoplastia pode mudar a vida da mulher que antes se sentia mal com a região íntima.

Você também pode gostar de: Autoestima: Conselhos da Dra. Luciana para mantê-la em qualquer ocasião

Conheça mais sobre o procedimento em: Ninfoplastia

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).