Menu

Cirurgia para diminuir os grandes lábios: entenda como ela é feita!

A cirurgia íntima mais comum é a redução dos pequenos lábios, mas os grandes lábios também pode ser fonte de desconforto. Saiba como esse problema pode ser resolvido.

É muito comum conversar sobre rinoplastia, lipoaspiração e prótese de silicone. Porém, a insatisfação com a aparência das partes íntimas ainda é um tabu, mas ela incomoda muitas mulheres. Por isso, hoje nós vamos falar sobre a cirurgia para diminuir os grandes lábios.

Localizados na parte externa da vulva, os grandes lábios podem causar incômodo por esconderem os pequenos lábios, apresentarem excesso de pele ou de gordura ou estarem muito flácidos, causando uma assimetria ou distorção estética nessa parte do corpo.

Em consequência, a mulher não se sente à vontade para manter relações íntimas, deixando de viver plenamente a sua feminilidade e a sua sexualidade, o que pode causar transtornos emocionais e psicológicos.

Muitas vezes, a desproporção dos grandes lábios pode ficar aparente sob roupas de ginástica ou de banho, limitando a vida da mulher de diversas formas.

Esse procedimento é igual à ninfoplastia?

Não. A ninfoplastia é procedimento que reduz o tamanho dos pequenos lábios, que ficam na parte interna da vulva, e portanto ela é diferente da cirurgia para diminuir os grandes lábios, que se localizam do lado externo.

cirurgia para diminuir os grandes lábios

Veja mais – Ninfoplastia: quando esse procedimento é indicado?

Como é feita a cirurgia para diminuir os grandes lábios

Quando se fala em reduzir o tamanho dos lábios vaginais externos, não estamos nos referindo a apenas um procedimento. Na verdade, a técnica escolhida para essa cirurgia depende da origem do problema. Conheça as mais comuns:

  1. Lipoaspiração dos grandes lábios

O aumento dos lábios vaginais externos pode acontecer em função de um acúmulo de gordura nessa região. Essa é uma alteração que pode surgir em função da própria genética, pelo ganho de peso ou durante a gestação.

Neste caso, a cirurgia para diminuir os grandes lábios é feita por meio da lipoaspiração, ou seja, a remoção do excesso de gordura por meio de cânulas finas ligadas a um aparelho a vácuo. As cicatrizes são pequenas e ficam escondidas sob o biquíni.

A anestesia pode ser local, peridural ou raquidiana, sempre associada com sedação – por isso, o procedimento deve ser feito no hospital. Se necessário, a cirurgia também pode incluir a lipoaspiração do monte de Vênus, a região que fica entre o abdômen e o clitóris.

  1. Remoção do excesso de pele

Com o avanço da idade, os grandes lábios podem apresentar um excesso de pele, dando a impressão de que eles aumentaram e ficaram desproporcionais. Essa é uma situação que costuma afetar principalmente mulheres que já passaram pela menopausa.

Além disso, mulheres que fizeram uma lipoaspiração para remover o excesso de gordura nos grandes lábios podem ficar com a pele “sobrando” nessa região.

Nesse caso, a cirurgia para diminuir os grandes lábios se dá com a técnica da ressecção, ou seja, com a remoção de um segmento de pele com o uso do bisturi.

Para isso, é feita uma incisão na parte interna dos grandes lábios, rente à linha onde acabam os pelos pubianos. Dessa forma, a cicatriz costuma ser bastante discreta e apresenta uma boa qualidade.

A sutura geralmente é feita com fios absorvíveis, de modo que não é preciso retirá-los. Na maior parte das cirurgias, utiliza-se a anestesia local com sedação, e a paciente recebe alta no mesmo dia. O procedimento dura cerca de 40 minutos.

  1. Correção da flacidez

Em algumas mulheres, os grandes lábios podem parecer aumentados em função da flacidez da região, que deixa a vulva com um aspecto envelhecido.

Dependendo do grau da flacidez, a correção pode ser feita por meio de uma cirurgia a laser. Nesse caso, a aplicação do feixe de luz promove a retração da pele que recobre os grandes lábios, corrigindo a flacidez e deixando-os aparentemente menores.

Essa cirurgia é feita com anestesia local associada com sedação intravenosa para que a paciente durma e leva cerca de 40 minutos, com alta no mesmo dia.

É importante ter em mente que, dependendo do grau de flacidez e da existência de muito excesso de pele, pode ser necessário associar o laser com a ressecção feita com o bisturi.

Além disso, é preciso considerar que, muitas vezes, a causa da flacidez está na perda de gordura dos grandes lábios. Nesse caso, a correção é feita por meio do aumento do volume da região, e não a sua diminuição.

Isso pode ser feito por meio do enxerto de gordura do próprio corpo da paciente, geralmente retirada do abdômen ou das costas, ou com a injeção de ácido hialurônico, a mesma substância utilizada no preenchimento facial.

cirurgia para diminuir os grandes lábios

Não deixe de ver – Emagrecer com saúde não é mais problema! Confira todas as dicas aqui!

Como é a recuperação da cirurgia para diminuir os grandes lábios

O pós-operatório depende da técnica utilizada na cirurgia, mas, em geral, ele não costuma ser muito doloroso, e os desconfortos podem ser aliviados com anti-inflamatórios e analgésicos prescritos pelo cirurgião plástico.

Contudo, esse procedimento pode causar inchaço e manchas arroxeadas na região, que perduram por cerca de duas semanas. Além disso, é comum que haja perda da sensibilidade nos grandes lábios, mas ela é temporária e não atinge o clitóris.

Recomenda-se fazer repouso por pelo menos três dias, evitando-se fazer esforço. As atividades físicas devem ser suspensas por cerca de 30 dias, sendo retomadas gradativamente.

Da mesma forma, é necessário evitar as relações sexuais por pelo menos um mês. Depois desse período, a retomada da atividade sexual deve contar com uma boa lubrificação para evitar traumas na região.

Se você se sente incomodada com a aparência da sua região íntima, agende uma avaliação com a Dra. Luciana Pepino para descobrir o melhor tratamento para você e aproveite para conhecer as demais cirurgias plásticas oferecidas na clínica!

  • 12
    Shares

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).