(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
causas da flacidez facial

6 causas da flacidez facial

Saber quais são as causas da flacidez facial pode te ajudar a evitá-la; descubra mais a seguir

Apesar de muitos conhecerem quais são as causas da flacidez facial, há ainda aqueles que as desconhecem e por essa razão, tem mais dificuldade para evitá-la e tratá-la.

A flacidez é um processo natural e gradativo do corpo humano e ocorre graças à diminuição de algumas substâncias que conferem sustentação à pele, entre elas, estão principalmente o ácido hialurônico e o colágeno.

Essa queda se inicia por volta dos 30 anos e se acentua aos 50 anos, segundo dermatologistas especialistas. Entretanto, existem algumas outras causas, além do envelhecimento natural. Você sabe quais são elas? Confira abaixo!

Quais são as principais causas da flacidez facial?

mulher tocando seu rosto

Como já destacado acima, o fator idade é uma das mais convencionais causas da flacidez facial e, normalmente, é o primeiro motivo em que pensamos.

Além dele, existem outros que merecem ser levados em consideração. São eles:

Perda de peso e efeito sanfona Quando alguém passa por uma perda de peso, ou até mesmo sofre pelo efeito sanfona, é comum que ocorra um estiramento da pele que, consequentemente, resulta na flacidez do rosto.

Isso também é comum em mulheres que passam por uma gestação, já que a condição implica em um grande aumento e posterior perda de peso.

Alterações hormonais

As alterações hormonais, principalmente a menopausa, que implica em uma diminuição drástica da produção de elastina e colágeno, também podem causar a flacidez na pele do rosto.

Exposição solar

Como já sabemos, a radiação solar é uma inimiga da pele. Assim, pessoas que se expõem muito ao sol, principalmente sem a devida proteção, têm uma alteração no DNA das células que resulta tanto no envelhecimento precoce quanto na flacidez.

Má alimentação

Os riscos de seguir uma dieta não balanceada são enormes para a saúde geral e, além disso, também é uma das causas da flacidez facial.

A falta de proteínas degrada mais rapidamente os tecidos elásticos e o colágeno e o excesso de carboidratos, açúcares e gorduras também agravam o problema.

Tabagismo

O ato de fumar é um dos maiores inimigos da saúde e da vida. As substâncias presentes no cigarro prejudicam consideravelmente a produção do colágeno. Assim, fumantes sofrem com a flacidez de forma mais rápida e mais intensa dos que não são.

Como tratar a flacidez facial? Felizmente, nos dias de hoje existem muitas opções de tratamento para flacidez facial.

Há cosméticos exclusivamente criados para essa finalidade, além de diversos procedimentos estéticos que podem ser realizados em clínicas especializadas. Listamos a seguir alguns deles:

Sculptra

A Sculptra é um procedimento que preenche o rosto com ácido poli-L-láctico (PLLA), uma substância que estimula os fibroblastos, os responsáveis pela produção de colágeno.

Ácido hialurônico

Essa substância é produzida naturalmente pelo organismo e confere tonicidade e hidratação. Entretanto, com o passar dos anos, ela é reduzida no organismo. Por essa razão, a aplicação é extremamente recomendada para tratar a flacidez.

Radiofrequência

O procedimento de radiofrequência é um procedimento que superaquece a pele, contraindo as fibras de colágeno, estimulando o aumento da produção.

Se a flacidez facial é um incômodo para você, procure um médico especializado para ajudá-lo a identificar quais são as causas e os melhores tratamentos para o seu caso!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    Quero ajudar!
    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    logo

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    Quero ajudar!

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.