4 coisas que você faz que estão a impedindo de emagrecer

Emagrecer é o sonho de muitas mulheres que estão acima do peso e está longe de ser uma tarefa fácil. Mas, será que realmente é tão difícil? Veja nossas dicas!

Qual a mulher que não se olha no espelho e sempre acha que pode emagrecer um pouquinho mais?  Com o sobrepeso, muitas vão em busca de uma série de alternativas para conseguirem se livrar das gordurinhas, mas não conseguem manter-se firmes e acabam deslizando em algum momento e botando todo o esforço a perder. Mas, o que é que eu preciso para emagrecer de forma efetiva e evitar o retorno da gordura? A resposta é simples e sem rebuliços: maus hábitos. Na verdade, muitas mulheres têm sim a capacidade de emagrecer muito mais rapidamente do que pensam. Porém, esses maus hábitos acabam tornando-se uma barreira a mais nesse processo que já não é tão fácil.

Limitar os alimentos
Se pararmos para refletir um pouco, a primeira coisa que temos que avaliar é o que estamos colocando na boca, uma vez que é isso o que vai se transformar em calorias e ser armazenado em nossos depósitos. Não adianta nada querer mergulhar em esportes e aeróbicas, mas chegar em casa e comer duas pratadas de macarrão e para piorar, tomando líquidos. As primeiras coisas que devem sair da lista são: embutidos, derivados da farinha branca, frituras e doces em geral. As frutas, saladas e vegetais são sempre bem-vindos, além de serem obrigatórios para a reposição de energia necessária para a manutenção de nosso corpo. Pense da seguinte maneira: quanto mais você ingere alimentos calóricos, mas você vai precisar se sacrificar para tirar essas calorias de seu corpo. O ideal é ir tirando aos poucos, sem radicalismos. Com isso, seu corpo vai pedindo cada vez menos.

Não contar com ajuda profissional
Esse é outro erro muito comum cometido por nós mulheres. É muito comum pensarmos que basta dar uma caminhada ou começar a cortar certos alimentos que vamos conseguir emagrecer de fato. Mas, geralmente, quando não se procura um profissional que vai analisar seu corpo, IMC, hábitos, condição física, estatura e estrutura óssea, por exemplo, a mulher fica vulnerável a possíveis lesões, fraturas ou mesmo desgaste físico e emocional, se não souber o que é melhor para o seu caso em particular. O melhor mesmo é deixar-se ser instruída por um profissional.

Pular refeições
Pular dietas é um mito e traz malefícios a saúde. Não vai adiantar ficar tanto tempo sem comer para não engordar. O que vai acontecer é sua barriga murchar e você ter a ilusão de que está emagrecendo. Porém, o efeito é o contrário! Quando comemos menos, o corpo entende que estamos precisando de nutrientes e energia urgentemente e, ao comer depois de muitas horas, ele começa a armazenar cada vez mais gordura, exatamente para poder pegar de onde tenha armazenado, caso você não se alimente novamente. Quando você come de três em três horas, no entanto, a coisa toma outro contorno. Comer a cada 3 horas é benéfico para a saúde e irá acelerar seu sistema metabólico, ajudando na queima de gordura.

Desistir da dieta no meio do caminho
Não é muito incomum ver mulheres que começam a fazer alguma dieta e, depois de muito sacrifício, morrem na praia. O problema está no radicalismo e ansiedade de hoje em dia. Todo mundo quer tudo para ontem e faz o que for necessário para conseguir o que quer. Temos que lembrar, no entanto, que nosso corpo precisa de adaptação, seja ela qual for. Como dissemos logo no início, o melhor é ir tirando aos poucos aqueles alimentos calóricos com os quais você não vive sem. Tirar todos os alimentos da lista e começar a comer saladas irá prejudicar todo o funcionamento de seu organismo, irá deixá-la enfraquecida, além de não ser nada eficaz, pois assim que você não conseguir aguentar mais, irá voltar a comer e com muito mais intensidade em comparação com o período anterior à dieta.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).