Confira 09 mitos e verdades sobre celulites e estrias!

Você sabia que celulite e estria não aparecem apenas em pessoas acima do peso? Desvende outros mitos sobre essas imperfeições e saiba como conquistar a pele dos sonhos

Ter uma pele lisa e uniforme é o sonho de muitas mulheres, mas algumas imperfeições muitas vezes prejudicam o visual e derrubam a autoestima. Felizmente, os tratamentos para estrias e celulite são excelentes aliados para corrigir esses problemas.

Pensando nesses defeitinhos que incomodam muitas de nós, elaboramos uma lista de mitos e verdades sobre essas marcas indesejadas com as quais quase todo o público feminino se depara no decorrer da vida. Confira:

Quase todas as mulheres têm estrias ou celulite

Verdade. Os hormônios femininos favorecem o acúmulo de gordura em regiões como coxas, bumbum e quadris, facilitando o surgimento da celulite nesses locais em 90% das mulheres.

Além disso, esses mesmos hormônios promovem a degradação da elastina, a proteína responsável pela elasticidade da pele, favorecendo o aparecimento das estrias em 60% da população feminina – quadro que é agravado pela gestação.

Por isso, quase todo o público feminino apresenta estrias e celulites, mas isso não significa que os homens não sofram com esses problemas: eles também podem desenvolvê-los, mas com muito menos frequência.

Refrigerante e calça jeans são os grandes vilões da celulite

Mito. Por si só, esses fatores não são capazes de causar essas imperfeições. No caso do refrigerante, existe a falsa crença de que o gás causaria celulite, mas isso não é verdade. O problema seria causado pelo excesso de açúcar, que pode ser obtido de outros alimentos.

Já no caso da calça jeans, é muito difícil que essa peça possa causar celulite, mesmo que ela seja muito apertada. O que poderia acontecer, porém, é que qualquer roupa muito justa pode comprometer a circulação, causando uma piora do quadro.

refrigerante mitos e verdades tratamento para estrias

Celulite e estrias não desaparecem sozinhas

Verdade. A celulite pode até ser atenuada com o emagrecimento, mas ela não vai desaparecer. As estrias, por sua vez, tendem a ficar mais esbranquiçadas com o passar do tempo, mas isso não significa que elas sumiram.

Contudo, isso não significa que você precise exibir essas imperfeições para sempre, pois existem tratamentos para estrias e celulite que oferecem excelentes resultados para cada um desses problemas.

A lipoaspiração é excelente para tratar a celulite

Mito. A lipoaspiração é uma cirurgia plástica indicada para remover depósitos de gordura localizada pelo corpo, enquanto a celulite é uma deformação das células devido ao acúmulo de gordura, água e toxinas, deixando-as mais volumosas e endurecidas.

Em consequência, formam-se os nódulos e as ondulações visíveis na pele, que não são removidos apenas com a aspiração da gordura.

Para acabar com a celulite, é necessário recorrer a procedimentos estéticos específicos como drenagem linfática, Accent, carboxiterapia, radiofrequência, Manthus e Ultracontour.

Pessoas magras também podem ter celulite e estria

Verdade. Embora o sobrepeso e a gordura localizada favoreçam a celulite e um ganho de peso repentino estimule o surgimento das estrias, essas imperfeições da pele não são exclusividade de pessoas que estão com alguns quilos a mais.

Fatores como a predisposição genética, tabagismo e sedentarismo também são determinantes para o desenvolvimento desses problemas.

Além disso, as estrias são agravadas pela gestação e pelo efeito sanfona, enquanto a celulite é acentuada por uma baixa ingestão de água, consumo excessivo de sal e açúcares e má circulação.

Praticar exercícios físicos ajuda a prevenir estrias e celulite

Verdade. As atividades físicas estimulam uma boa circulação sanguínea, o que ajuda a remover as toxinas que contribuem para o surgimento da celulite e evita o acúmulo de tecido adiposo, que favorece os dois problemas.

Além disso, exercícios específicos para tonificar as pernas, como agachamentos e musculação, aumentam a firmeza dos tecidos das coxas, prevenindo o aparecimento das estrias – além de afastar a possibilidade de um efeito sanfona.

Confira também – Abdominoplastia: 05 correções que ela pode fazer pelo seu corpo.

Óleo de amêndoas é a melhor forma de evitar estrias na gravidez

Mito. Embora o óleo de amêndoas e de semente de uva realmente possam ajudar a evitar o surgimento de estrias quando utilizados diariamente para massagear a barriga e as mamas, esses produtos são apenas parte dos cuidados com a pele nesse período.

Nesse caso, a principal forma de prevenção ainda é o controle do peso, de forma a evitar um estiramento da pele além da sua capacidade elástica, o que levará ao rompimento das fibras de elastina.

Para isso, recomenda-se ganhar no máximo de 11 a 15 quilos durante a gestação – valor que pode ser diferente para cada mulher conforme as orientações do obstetra. O uso de roupas íntimas especiais, que ofereçam sustentação adequada, também é importante.

A alimentação pode ajudar a prevenir estrias e celulite

Verdade. Uma alimentação saudável não apenas evita o acúmulo de peso como também fornece nutrientes que trazem benefícios para a pele.

Para isso, é fundamental consumir frutas cítricas como acerola, laranja, limão e tangerina, que são ricas em vitamina C, um micronutriente que participa da formação do colágeno – proteína essencial para conferir firmeza à pele.

laranja tratamento para estrias

Outro elemento importante é a vitamina E, que protege a membrana celular e promove um efeito antioxidante, combatendo a degradação do colágeno pelos radicais livres. Essa vitamina é encontrada na gema, nas nozes, nas sementes, nos óleos vegetais e nos cereais integrais.

Tratamentos para estrias só funcionam nas marcas avermelhadas

Mito. As estrias avermelhadas, que são mais jovens, realmente são mais fáceis de tratar, e diversos procedimentos estéticos oferecem resultados mais significativos para elas do que para as estrias esbranquiçadas, como é o caso do ácido retinoico e da carboxiterapia.

Contudo, existem tratamentos para estrias que também são capazes de melhorar bastante (até 70%) a aparência das marcas mais antigas, como o laser fracionado, a luz pulsada e o peeling de cristal.

E então, você já conhecida todas essas informações sobre esses problemas tão comuns na vida das mulheres? Se você tem outras dicas para combater estrias e celulite, compartilhe seu segredinho de beleza conosco nos comentários!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp