11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Mitos e verdades sobre o melasma

Tire todas as suas dúvidas sobre as incômodas manchinhas escuras e conheça os tratamentos mais indicados

 

Bem comuns durante o verão, o surgimento de manchas escuras que se assemelham a sardas acometem homens e mulheres que se expõem ao sol, normalmente sem qualquer proteção. 

Apesar de o melasma no rosto ser mais comum, a condição também pode atingir as regiões dos braços, colo e pescoço, que da mesma forma, são mais expostos aos raios solares. 

Mas afinal, o que é o melasma? Essa doença tem cura? Como é possível preveni-lo? Encontre essas e outras respostas para suas dúvidas a seguir! 

O que é o melasma? 

Trata-se de uma condição que provoca manchas no rosto de cor amarronzada na pele e pode ser causada por diversos fatores, como por exemplo o desequilíbrio hormonal e a radiação solar. 

Além de prejudicar a aparência, o melasma necessita de cuidados especiais para evitar que a condição se agrave e fique cada vez mais difícil de combatê-la.

Quais são suas principais causas? 

O surgimento do melasma está atrelado diretamente à exposição solar e com a luz visível – como a luz do celular e das lâmpadas. 

Além disso, o desequilíbrio na parte hormonal causado pelo uso de medicamentos ou outras condições também pode ajudar no desenvolvimento da doença de pele. 

O estresse e a poluição – ainda que em menor escala – são outros fatores que contribuem para o surgimento de melasma.

Mitos e verdades mais comuns sobre a doença

1 – Melasma é uma mancha que surge apenas na gravidez

Mito. Embora apareça com frequência durante a gravidez, o problema não é exclusivo de mulheres grávidas. 

Isso acontece pois durante a gestação, há um aumento do hormônio melanócito estimulante (que aumenta a produção de melanina), fazendo com que as mulheres nessas condições sejam mais suscetíveis a desenvolver a doença. 

2 – Somente as mulheres têm melasma

Mito. A condição pode se desenvolver independente do sexo, sendo influenciada apenas por questões relacionadas à exposição ao sol, fatores hormonais e genéticos.

Saiba o que é melasma

3 – Quem tem melasma não pode se expor ao sol

Verdade. O sol é um dos grandes vilões quando o assunto é melasma, sendo que a exposição à luz ultravioleta é responsável pelo surgimento da doença.

Por isso, o uso do filtro solar é importante não só para prevenir a condição, como também para evitar que quem já tem o problema seja mais prejudicado. 

Especialistas indicam que o ideal é utilizar um protetor solar preferencialmente com cor, para fins de esconder a mancha e aumentar a  proteção à luz visível.

4 – Não existe cura para a doença

Verdade. Embora seja possível controlar o melasma no rosto com tratamentos e procedimentos estéticos como o peeling químico, o microagulhamento, dentre outros, não existe uma cura definitiva.

Nestes casos, o acompanhamento com um profissional de confiança é essencial para melhorar a aparência das manchas e utilizar os produtos mais adequados para o seu tipo de pele. 

Dessa forma, você conseguirá deixar o seu rosto com um melhor aspecto e recuperar a sua autoestima!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).