A Criofrequência é realmente confiável? Descubra agora!

Por meio de um choque térmico, esse tratamento promete combater a gordura localizada, a celulite e a flacidez, entre outras imperfeições. Saiba mais sobre a criofrequência

A criofrequência é um procedimento estético relativamente novo, que tem se tornado mais conhecido nos últimos cinco anos. Por meio de uma associação do frio e da radiofrequência, como o próprio nome indica, essa técnica promete tratar imperfeições do rosto e do corpo.

Esse tratamento consiste no uso de um aparelho com uma ponteira que aplica temperaturas muito baixas seguidas de ondas de radiofrequência, as quais geram calor. E é essa combinação que gera os resultados tão desejados na pele e em tecidos mais profundos.

Indicações e benefícios da criofrequência

Esse procedimento estético pode ser aplicado tanto na face quanto em diversas outras regiões do corpo, com o objetivo de combater a flacidez, a gordura localizada, a celulite e outras imperfeições que prejudicam a silhueta e a autoestima.

Dessa forma, homens e mulheres podem aproveitar os benefícios dessa técnica não invasiva. Conheça as principais vantagens e indicações da criofrequência:

– No rosto:

  • Combater a flacidez, promovendo efeito de lifting;
  • Diminuir as rugas decorrentes da “queda” dos tecidos;
  • Promover uma melhora geral na aparência da pele;
  • Aumentar o nível de hidratação do tecido cutâneo.

– No corpo:

  • Combater a celulite;
  • Tratar estrias e fibroses;
  • Suavizar a aparência de cicatrizes;
  • Combater a gordura localizada em regiões como abdômen, culotes, flancos, braços, papada, coxas e bumbum;
  • Tratar a flacidez nos braços, na parte interna das coxas e em outras regiões.

Além desses benefícios, a criofrequência estimula a produção do colágeno e da elastina, as fibras responsáveis por conferir firmeza e elasticidade à pele. Com isso, é possível combater e tratar imperfeições como flacidez, rugas e estrias e ainda promover o rejuvenescimento.

Como a criofrequência funciona

A criofrequência oferece seus benefícios por meio de um choque térmico aplicado na pele e em tecidos mais profundos. Para isso, é utilizado um aparelho ligado a uma ponteira ou cabeçote, o qual aplica temperaturas de até 10 graus negativos na superfície da pele.

tratamento para estrias criofrequência

Junto com o frio, o aparelho também aplica a tecnologia de radiofrequência mono e multipolar, que gera uma temperatura de aproximadamente 60 graus. Pelo princípio físico da conversão, esse calor se propaga pelos tecidos e atinge camadas mais profundas.

Com a associação entre frio e calor, é possível aplicar o choque térmico sem causar queimaduras na pele. Em consequência, há uma desestabilização do metabolismo local, o que mobiliza as células de gordura e estimula a produção de colágeno e elastina.

Criofrequência é a mesma coisa que criolipólise?

Não, tratam-se de procedimentos diferentes, apesar de terem nomes parecidos. A criolipólise consiste em resfriar as células de gordura para destruí-las, focando apenas na redução da gordura localizada.

Já a criofrequência pode ser definida como uma radiofrequência mais poderosa que utiliza o resfriamento para promover o choque térmico, tratando a gordura localizada, a flacidez, a celulite e outras imperfeições como vimos acima.

Confira também – Tudo o que você precisa saber sobre o ácido hialurônico.

O que esperar dos resultados da criofrequência

Os resultados de qualquer procedimento estético ou cirurgia plástica dependem das características individuais de cada pessoa, incluindo as condições da pele e os hábitos de alimentação, prática de atividade física, tabagismo etc.

Porém, é possível ter uma ideia geral das possibilidades oferecidas pela criofrequência, de modo que você saiba melhor o que esperar como resultado desse tratamento. Confira:

– Criofrequência para estrias

A criofrequência estimula a produção de colágeno, o que reforça a estrutura da pele. Dessa forma, esse tratamento pode melhorar a aparência ou mesmo eliminar estrias jovens (avermelhadas) e de tamanho pequeno.

Contudo, existem outros procedimentos estéticos que são mais específicos para tratar essas marcas, incluindo as estrias mais antigas e esbranquiças. Saiba mais sobre tratamentos para estrias oferecidos pela Clínica Dra. Luciana Pepino.

– Criofrequência para gordura localizada

Esse procedimento oferece resultados muito interessantes para combater a gordura que não é eliminada mesmo com dieta e exercício físico, como o tecido adiposo que se acumula nos braços, nas coxas, nos joelhos, no abdômen e em outras regiões do corpo.

Dependendo dos objetivos e da quantidade de gordura localizada de cada pessoa, o tratamento com a criofrequência pode levar de 4 a 10 sessões para chegar ao resultado esperado.

– Criofrequência para rugas e linhas de expressão

Como esse tratamento estimula a produção de colágeno, a pele ficará mais firme, o que ajuda a suavizar a aparência das rugas e linhas de expressão, promovendo um efeito de rejuvenescimento natural.

Contudo, dependendo do caso, os resultados podem ser potencializados associando a criofrequência com outros tratamentos específicos para as rugas, como o Botox e o preenchimento.

Veja mais – Botox para o rosto: Esclareça todas as suas dúvidas e descubra como ele pode te ajudar a recuperar a autoestima.

tratamentos criofrequência

A criofrequência é um procedimento seguro e confiável?

Sim, esse tratamento estético oferece muita segurança aos pacientes, desde que sejam seguidas todas as recomendações. Por exemplo, algumas pessoas têm receio de que a criofrequência possa causar queimaduras ou dores, mas isso não acontece.

Apesar da temperatura de 60 graus, o tratamento não causa danos à pele devido ao resfriamento promovido pela ponteira – assim como o frio não queima devido ao calor.

Porém, existem alguns cuidados e contraindicações. Pessoas que usam piercing, por exemplo, precisam retirá-lo antes da sessão (assim como brincos, pulseiras e outros acessórios), pois o metal é um grande condutor de calor e poderia causar queimaduras.

Dessa forma, pessoas que usam próteses metálicas e marca-passo não podem fazer esse tratamento, assim como pacientes com câncer de pele, dermatite atópica, gestantes, lactantes e pessoas em uso de corticoides.

Excluindo-se esses casos e utilizando-se um aparelho e as técnicas corretas, porém, a criofrequência é um procedimento muito seguro e confiável.

Por isso, se você ficou interessada nos benefícios, agende sua avaliação presencial na clínica da Dra. Luciana Pepino para descobrir tudo o que esse e outros procedimentos estéticos e cirurgias plásticas podem fazer pela sua beleza!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).