11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Alimentos saudáveis que saciam a fome por mais tempo

Alimentos que saciam a fome por mais tempo

Saiba quais alimentos prolongam a sensação de saciedade.

Nos tempos modernos, comer é um hábito que ficou totalmente desgastado e com a correria do dia a dia fica muito difícil ter uma alimentação saudável. A grande maioria das pessoas come rapidamente e nem se dá conta do que está pondo na boca, seja em casa, no trabalho ou na faculdade. Isso não só causa um descontrole no organismo, como pode até aumentar a fome.
De uma perspectiva mais aprofundada, temos o sobrepeso, que é causa da falta de atividades físicas e da própria alimentação desregrada. Como alternativa saudável e bastante útil temos os alimentos que nos proporcionam saciedade por tempo prolongado e ajudam principalmente quem precisa passar por uma reeducação alimentar.

Se você está fazendo dieta e passando fome, partimos do princípio de que algo não vai bem. Uma dieta saudável é aquela que proporciona à seu corpo tudo o que ele precisa para se manter forte e funcional durante o dia todo, mas sem passar fome.

Quem passa fome geralmente recorre àquelas tão famosas “besteiras” e se ilude com dietas de cortes extremos na alimentação. A grande solução para quem quer perder alguns quilinhos é comer determinados alimentos que têm o poder de prolongar o tempo de saciedade e diminuem a necessidade de comer. Quer saber quais são eles? Continue lendo este artigo.

1. Batata doce

Esse é um dos alimentos campeões quando o assunto é saciedade e, além disso, ele não engorda. A batata doce possui absorção mais lenta em comparação com a batata inglesa, por exemplo, gerando energia constantemente e sendo uma fonte excelente de carboidrato. A batata doce ainda auxilia no emagrecimento e reduz consideravelmente o nível de colesterol, sendo muito consumida por atletas.

2. Banana

Além de trazer saciedade, a velha e boa banana é uma excelente fonte de Potássio e ajuda na manutenção do organismo como um todo, auxiliando também no controle de problemas ligados ao coração e prevenindo doenças cardiovasculares, além de tratar fraquezas, cãibras e músculos lesionados. Por esse motivo, a banana é tão consumida por quem pratica exercícios físicos com regularidade, por exemplo.

3. Pão e arroz integral

O arroz integral (não refinado) é uma ótima alternativa para qualquer dieta, pois sacia a fome por mais tempo e auxilia no emagrecimento. Assim como os demais alimentos integrais, o arroz integral é uma excelente fonte de fibras. Isso também se estende aos outros tipos de alimentos integrais, como pães, massas e bolos. Mas, muito cuidado porque o consumo em excesso de massas pode engordar.

4. Aveia

A lista não poderia ficar sem a aveia. Ela é um dos principais alimentos que ajudam a saciar a fome e o melhor: não engordam. As aveias servem como um regulador da fome e graças à sua alta concentração de fibras apresenta inúmeras funções para nosso organismo, sendo rica em Cálcio, Ferroe um grande número de proteínas, vitaminas e carboidratos. A aveia também apresenta beta-glucana, substância que ajuda a regular os níveis de lipídeos e glicose no sangue, ajudando no funcionamento do intestino.

5. Gelatina

Se você é uma daquelas que não fica sem comer sobremesa, uma boa dica é apostar na gelatina. Muita gente não dá o devido valor às gelatinas, mas elas são extremamente úteis para prolongar a saciedade. Isso porque a proteína contida nesse alimento é processada e digerida de forma mais lenta pelo organismo. Além disso, a gelatina apresenta muita água, que ajuda a preencher o estômago.

6. Ovo

Os ovos possuem altas concentrações de colina, uma vitamina do complexo B que estimula a produção do neurotransmissor acetilcolina – fundamental para a formação e o desenvolvimento do cérebro. O ovo também é rico em proteínas e são saudáveis no café da manhã, exatamente por ter o poder de promover uma maior saciedade até a hora do almoço.
Para quem não ingere ovos por medo da elevação do colesterol no sangue, estudos recentes revelam que isso é mito. Excessos, porém, sempre devem ser evitados.
Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).