11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Acne em mulheres adultas o que pode ser

O que pode gerar acne em adultos?

Acne em adultos pode ter diferentes causas, desde hormônios até alimentação, exigindo investigação especializada para definição do tratamento.

A acne em adultos é caracterizada quando o quadro acneico instala-se em pessoas a partir dos 25 anos de idade. O problema pode tornar-se crônico, com oscilação entre períodos de melhora e piora.

A dermatose é mais comum em mulheres de pele clara. Estudos estimam que 12% das mulheres e 3% dos homens apresentam o quadro acneico na vida adulta, enquanto outras pesquisas estiam que até 41% das mulheres podem ter acne nessa faixa etária, consistindo em uma situação comum.

Atualmente, com maior acesso à informação, é possível identificar a acne em adultos e iniciar um tratamento precocemente. Saiba mais!

Quais as causas da acne em adultos?

Antes de apresentar as causas da acne em adultos, especialmente nas mulheres, é importante entender os diferentes subtipos dessa dermatose. São elas:

  • acne persistente: ocorre em aproximadamente 80% dos casos, consistindo no tipo que se inicia na adolescência e continua mesmo na idade adulta;
  • acne de início tardio ou acne tardia: começa a se manifestar após a adolescência, em geral, entre 21 e 25 anos de idade;
  • acne recorrente: tem início na adolescência, melhora posteriormente, mas volta a se agravar após os 25 anos de idade.

Verificar qual dos subtipos é mais semelhante à sua experiência é importante para que o profissional especializado a avaliar o caso tenha melhores informações para iniciar a investigação das causas. Conheça as principais a seguir.

Alterações hormonais

Entre os motivos mais frequentes de acne em adultos, principalmente nas mulheres, estão as alterações hormonais, visto que os hormônios androgênicos têm grande influencia na pele.

Esses distúrbios podem indicar inclusive a presença de doenças endócrinas, sendo a reposição hormonal um dos tratamentos sugeridos, mas não o único. Apenas um médico poderá avaliar esse quadro e indicar os cuidados necessários.

Sistema imunológico

A hereditariedade e o sistema imunológico também são fatores relevantes no quadro de acne em adultos.

Estudos identificaram que a bactéria P. acnes está presente igualmente na derme das pessoas, o que muda e torna a pessoa mais predisposta à acne é a presença dos receptores TLR-2, que fazem parte do sistema imunológico.

Algumas pessoas têm mais desses receptores na pele, mesmo em locais que não apresentam acne.

Alimentação

A alimentação inadequada é outro fator que pode desencadear quadros inflamatórios na pele aumentando a presença de acnes. Esse problema é mais comum em quem exagera no consumo de açúcares, gorduras, processados e álcool.

Estresse

O estresse causa alterações hormonais e eleva os níveis de cortisol no organismo, favorecendo processos inflamatórios como aqueles que desencadeiam o quadro acneico.

Dermocosméticos

O erro ou ausência na escolha dos dermocosméticos podem influenciar o surgimento de acnes. A radiação ultravioleta do sol, por exemplo, é uma grande inimiga da derme de forma que a falta do protetor solar pode causar acnes.

Além disso, escolher um produto inadequado ao seu tipo de pele é outro erro que pode aumentar a incidência de espinhas.

Quais os tratamentos para acne em mulheres adultas?

O tratamento da acne em adultos só pode ser definido após a identificação do subtipo da dermatose e das causas dela. No caso de uma alteração hormonal, por exemplo, o tratamento com dermocosméticos não é suficiente.

Após avaliação especializada podem ser recomendados tratamentos tópicos que incluem o uso de produtos com ácido azelaico, peróxido de benzoíla ou retinóides.

Existe ainda a opção tratamentos sistêmicos que incluem antibióticos, anti-inflamatórios, isotretinoína, terapia hormonal e outros.

Caso seja acometida pelas acnes em adultos recomenda-se buscar auxílio médico especializado para identificar as causas e melhores opções de tratamento. Agende sua consulta aqui!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).