(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
mulher com corpo perfeitamente definido após abdominoplastia

Perguntas que você deve se fazer antes de fazer uma abdominoplastia

Se você tem interesse no procedimento, veja quais são as perguntas que você deve se fazer antes de realizá-lo

Muitas mulheres têm o sonho de realizar a famosa abdominoplastia, sendo esta uma das mais cirurgias estéticas procuradas no país.

Esse desejo é tanto que muitas adquirem muito conhecimento sobre o procedimento como um todo e chegam ao consultório médico já certas de todas as suas decisões.

Entretanto, em razão de ser este um processo cirúrgico, todas as perguntas são válidas e quanto maiores as informações, melhor. Por isso, veja a seguir as respostas que vocês devem buscar para se decidirem da melhor maneira possível.

Como será a minha recuperação?

O pós-operatório é um momento muito delicado, independentemente de qual tipo de qual o tipo de procedimento realizado, seja ele estético ou não. Ele garantirá melhores resultados e evitará complicações. Por isso, requer atenção.

A recuperação total leva cerca de dois meses e é exigido um repouso total no período de dez dias. Dessa forma, é importante adequar a rotina de trabalho, estudos, exercícios e afazeres domésticos para cumprir todas as orientações médicas.

A princípio, logo após a cirurgia plástica, é comum permanecer em internação por um prazo de dois a quatro dias, além de utilizar alguns itens essenciais, como o dreno, a cinta modeladora e as meias de compressão.

O dreno, como o nome sugere, irá drenar os líquidos e o sangue do local que foi submetido ao procedimento e costuma ser retirado antes do final da alta. 

A cinta modeladora comprime e protege a barriga, evitando também que novos líquidos se acumulem. O ideal é que se mantenha com ela durante uma semana sem removê-la e quarenta e cinco dias após a operação, tirando só para a higienização.

Já as meias de compressão servem para comprimir a região das pernas, de forma a evitar a formação de possíveis coágulos e só pode ser removida para o banho.

Depois da alta, a paciente pode ir para casa e retomar algumas atividades cotidianas, seguindo, é claro, algumas orientações, e desde que não haja dor ou desconforto ao realizá-las.

É fundamental que se durma com a barriga para cima, com o tronco e as pernas mais altas, com auxílio de travesseiros. Assim, o abdômen não é comprimido e a cicatriz não corre o risco de ser machucada.

Para andar, as costas precisam estar um pouco curvadas para frente e as mãos devem dar suporte a região operada, ao menos durante quinze dias. Para se sentar, é preferível que se escolha cadeiras com apoios nas costas e com os pés completamente no chão.

Um detalhe importante acerca do banho é que, durante a primeira semana, não pode ser realizado, pois a cinta não pode ser retirada. Ou seja, para a higiene pessoal, deve-se utilizar somente lenços umedecidos nesse período inicial.

Os curativos são trocados passados quatro dias e os pontos são retirados somente após oito dias, pelo cirurgião que realizou a abdominoplastia.

As dores são evitadas com o uso de medicamentos prescritos por médicos e bolsas de água quente. Se nada disso funcionar, é preciso retornar para a clínica ou o hospital.

São recomendadas várias caminhadas diárias para ativar a circulação e não formar coágulos e os exercícios mais intensos só podem ser recomeçados após dois ou três meses, com a recuperação total, quando não há qualquer tipo de dor.

Poderei ter filhos depois da cirurgia?

Não existem complicações para quem deseja engravidar depois de ter feito a abdominoplastia. Entretanto, provavelmente os resultados se perderão, pois na gestação além do peso aumentar, a pele também estica.

O mesmo se aplica para mulheres que acabaram de se tornar mães. Mesmo que a gravidez tenha passado, ainda existe a amamentação, que altera completamente a composição hormonal da paciente.

Os profissionais recomendam um período mínimo de seis meses após o final da amamentação para que a cirurgia plástica seja feita. Assim, os hormônios já estão estabilizados e não existirão riscos concretos de formação de queloides.

Dessa maneira, o melhor é que já se tenha todos os filhos que deseja antes de se submeter ao procedimento, para que riscos sejam evitados e os resultados não sejam perdidos.

Quanto emagreço com a abdominoplastia?

mulher com corpo definido após emagrecimento com abdominoplastia.

O ponto chave que precisa ser compreendido é que esta cirurgia não causa o emagrecimento. Se este for o seu foco, ela não é para você. O que ela faz, na verdade, é melhorar o contorno do corpo, removendo o excesso de pele e gordura.

Para realizá-la, inclusive, o cirurgião te avaliará fisicamente e te aconselhará a estar o mais próximo possível do índice de massa corpórea recomendado para as suas características.

Esse procedimento diminuirá o seu peso em torno de dois quilos, devido a retirada do que está sobressaindo na região abdominal.

Quais são as minhas expectativas finais?

É importante que se converse com o médico escolhido sobre isso, pois muitas mulheres desejam ter corpos que jamais terão. Isso porque cada um possui um biotipo diferente e outras inúmeras variáveis que podem influenciar no resultado.

Ainda, muitas creem que nunca mais engordarão ou nunca mais terão estrias, o que não é uma verdade.

Assim, é de muita importância que todos os pontos sejam pensados para evitar frustrações ao final de todo o processo que irá se submeter. 

Qual é o real objetivo da abdominoplastia?

Muito atrelada à pergunta anterior, está a questão do objetivo que se quer ter com a abdominoplastia.

Entre os mais comuns, estão as pessoas magras que pretendem se livrar da gordura localizada que não conseguem eliminar e as pessoas que foram obesas e conseguiram emagrecer, mas permanecem com gordura no abdômen e excesso de pele.

Mas, mais do que isso, o objetivo maior precisa ser muito bem definido. Para muitas mulheres, essa é uma questão de autoaceitação.

Porém, é necessário se ter em mente se essa é uma decisão própria ou influenciada pela pressão estética sofrida através da sociedade, e se existem condições psicológicas para fazê-la ou outras opções viáveis que resolveriam o problema.

Este é um trabalho crucial e conjunto, que deve ser feito entre paciente, cirurgião e até mesmo psicólogo.

Quer saber mais? Agende sua consulta agora mesmo e tire suas dúvidas!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    Quero ajudar!
    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    logo

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    Quero ajudar!

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.