11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Os riscos de consumo excessivo de sal

Quantas vezes já ouvimos que sal faz mal para a saúde? Perdemos a conta… Hoje vamos descobrir porquê. Confira quais os riscos do consumo excessivo de sal para o ser humano.

Todos conhecemos o sal. Estamos tão habituadas a tê-lo sempre presente em nossas vidas que assim que nossa sopa ou salada não tem sal, damos conta e vamos logo buscá-lo. Até que ponto este hábito tão enraizado em nossa rotina diária pode ser prejudicial pra nossa saúde? Sabia que há vários tipos de sal?

Vamos começar pela última pergunta:

Sabia que há vários tipos de sal?

Pois é, quando vamos ao supermercado quase nem olhamos. Pegamos no sal e seguimos em frente. Geralmente escolhemos o sal refinado, esse que é mais branquinho e que também é mais barato. A constituição desse sal é quase só cloreto de sódio. Sódio? Onde já vi isso hoje? No título do artigo. É deste sal, rico em sódio, que vamos falar mais à frente. O outro sal, um que não é tão branco, parece estar úmido e ainda por cima é mais caro, o sal marinho, esse já tem na sua constituição outros tipos de minerais, como o cloreto de magnésio, o cloreto de potássio, partículas microscópicas de algas, entre outros componentes.

Sal faz mal ao coração

Esta é a frase que anda na boca de toda a gente, vamos saber porquê. Para isso vamos ver o que acontece ao sal quando entra no nosso corpo. Assim que chega ao estômago, ele vai para o intestino delgado, passando rapidamente para o sangue.

Como a concentração de sal no sangue deve ser constante, o organismo responde ao excesso de sal aumentando o fluxo de sangue. Ora isso implica que a pressão arterial aumente e isto é o começo de todo o mal. Depois vem que o coração precisa de se exercitar mais para bombear mais sangue e pode surgir arritmia. Se o hábito de comer sal em excesso for constante, todos os dias vamos estar a forçar o coração. Assim, o excesso continuado de esforço pode resultar num infarto.

Sal faz mal aos rins

O excesso de sal tem que ser eliminado. Como faz o nosso organismo para que isso aconteça? O rim filtra o sangue, fazendo com que o excesso de sal fique retido. Se os dias isso estiver a acontecer, o rim fica saturado e o excesso de sal começa a cristalizar no rim, dando origem aos cálculos renais que podem vir a ser muito dolorosos.

Relembrando, este sal que faz mais mal é o cloreto de sódio. Se optarmos por começar a usar o sal marinho, a flor de sal ou o cloreto de magnésio, os efeitos do sal excessivo podem ser menores.

Agora quero saber o que você achou do que acabou de ler. Costuma ter cuidado com o sal que coloca na comida? Tem sempre o saleiro na mesa? Já sabia que existem vários tipos de sal de acordo com os seus componentes?

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).