Menu

Otoplastia: A correção para as "orelhas de abano"

Quando estamos em fase de crescimento, nosso corpo muda de maneira muito rápida. Às vezes, gostamos do que vemos no espelho, outras nem tanto. Nessa fase de transição, o rosto fica com espinhas, as unhas quebradiças, a roupa pode marcar um pouco a barriga. Esses são impasses comuns na vida de muitas pessoas, até mesmo quando se chega à idade adulta.

Mas a nossa maior preocupação pode estar voltada aos incômodos permanentes, como é o caso das “orelhas de abano”. Esse problema pode surgir por conta de fatores genéticos, características familiares e raciais ou crescimento da cartilagem. Para resolver esse mal-estar, muitas pessoas recorrem à otoplastia, cirurgia que tem como intuito corrigir alterações anatômicas nas orelhas.

Muitos pais levam os filhos para se consultarem e eles verificam se o procedimento é possível e viável. No caso de crianças e adolescentes é preciso seja feita uma visita ao médico responsável para ajudar a família na tomada de decisão. De forma geral, será analisada se a vontade do paciente em fazer a cirurgia é verdadeira e, especialmente, se a situação na qual se encontra traz desconforto no convívio social.

Ter “orelhas de abano” pode refletir na autoestima da criança, do adolescente e do adulto. Muitas vezes, os cabelos se tornam escudos das orelhas para evitar piadas e olhares de desaprovação, que podem refletir nas atitudes e tomadas de decisões no decorrer da vida. Pessoas de ambos os sexos, ao se sentirem diferentes por conta da orelha chamativa, possuem receio de aparecerem em público, por sempre serem o centro das atenções.

A otoplastia faz do sonho feminino de usar rabo de cavalo e da vontade masculina de ter um novo corte de cabelo possíveis. A cirurgia amenizará as orelhas salientes, as corrigirá de acordo com o perfil do paciente e eliminará qualquer desconforto estético. Não se esqueça que, antes de recorrer ao procedimento, uma avaliação pré-operatória é essencial.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Fernanda disse:

    Ola boa noite!vi o site pelo facebook…e me chamou muito atençao, principalmente esse tema, pois tenho orelha de abano, e gostaria muito de fazer a cirurgia..mas queria saber…mais ou menos o q eu tenho q ter…em maos…

    quanto está o custo da cirurgia???mais ou menos..

    sei q nao passam valores..mas marcar consulta..como funciona..ha custo???
    aceita convenio?!

    Agradeço…tbm desejo diminuir o nariz, e queria fazer nariz e orelha tem como???

    • Luciana Pepino disse:

      Oi, Fernanda!

      Em relação a valores para consulta, peço que, por gentileza, nos ligue. Nossas secretárias terão o maior prazer tirar essas dúvidas.
      Já quanto ao convênio médico, infelizmente nenhum deles cobre consultas, tratamentos, procedimentos e cirurgias plásticas com fins estéticos, e por isto não somos conveniados a eles. Trabalhamos por reembolso e se o seu plano trabalhar desta forma, você leva o recibo e tenta reembolsar com eles.

      Nos ligue para agendar a sua primeira consulta, se preferir. Neste link estão nossos telefones: https://www.lucianapepino.com.br/contato

      Beijos!