Os cuidados que você deve ter ao praticar corrida!

Quer começar a correr? Confira dicas importantes para evitar futuras lesões.

O número de brasileiros que pratica a corrida atualmente não é claro, mas o fato é que está cada vez mais comum avistar adeptos da corrida em praias, parques e academias ao long do país. Correr, além de ser gratuito, consegue ajudar a queimar mais de 500 calorias em apenas uma hora de treino, melhorando o fluxo sanguíneo da pessoa – principalmente as artérias do coração – e diminuindo riscos de cardiopatias. A corrida fortalece o sistema imunológico e estimula a produção de células que protegem contra bactérias e vírus. Além disso, a corrida também se mostra eficaz no melhoramento do raciocínio e na otimização da memória, uma vez que a prática exige muita concentração.

Correr é natural do homem, mas correr por muito tempo não é. Por isso, é preciso tomar alguns cuidados para evitar lesões futuras que, além de forçar a pessoa a parar de correr, comprometerão sua saúde. Veja a seguir algumas dicas que irão ajudar os marinheiros de primeira viagem, ou mesmo aqueles que praticam a corrida de forma errada por negligência ou, muitas vezes, por falta de conhecimento.

1. Vá ao médico
Antes de iniciar suas atividades, passe por uma avaliação médica e verifique seu estado de saúde. O ortopedista e o cardiologista são os melhores médicos para consultar antes da corrida. Eles irão analisar como está a saúde do seu coração e checar a qualidade de seus ossos e músculos a fim de evitar possíveis lesões ortopédicas. Além disso, é sempre bom você saber quanto de gordura irá perder, pois assim poderá traçar um treinamento feito especificamente para seu quadro e metas de perda.

2. Fique atento ao tênis e roupa
Esses itens são ideais para praticar esportes de forma confortável. Para a escolha do tênis, você vai precisar averiguar seu tipo de pisada – que pode ser estabelecida através do ortopedista. Elas podem variar entre neutras, supinadas ou pronadas e têm influência direta na postura pela compressão que causam nos discos e a influência no alinhamento da coluna. Se você por alguma razão não puder adquirir um tênis específico, opte por um tênis que tenha sido projetado para correr e, de preferencia, que esteja equipado com amortecedores. Quanto às roupas, elas devem ser mais leves e estarem de acordo com o clima de sua região.

3. Comece lentamente
Se você está sedentário e quer iniciar a prática da corrida, é importante começar com calma. Os treinos devem ser montados individualmente e, com base no estado de saúde e no porte físico do futuro atleta, é possível variar no tempo de adaptação e na intensificação dos exercícios. O ideal é começar com caminhadas moderadas que tenham duração de até 30 minutos e a permanência no treino dependerá da fase de adaptação de cada um. Quanto mais adaptado o corpo ficar, mais fácil será para realizar os exercícios. Após o período inicial, pode-se incluir corridas intercaladas ou mesmo sem pausa.

4. Corrija sua postura
É recomendado que, inicialmente, sejam feitos exercícios posturais com alongamentos para que o condicionamento da coluna seja otimizado e permaneça sempre ereta. Ao correr, deixe os braços em 90º, uma vez que isso conserva a postura e amortece o impacto do corpo. Suas pisadas precisam ser feitas partindo do calcanhar até a ponta dos pés, pois assim não há tanta pressão na região dos joelhos, garantindo também uma melhor estabilidade para os quadris e a coluna em si. Uma outra dica é optar por correr em pisos de areia para ajudar na adaptação inicial, já que a areia promove menos impacto e não atleta acaba não forçando muito as articulações, evitando que o corpo fique sobrecarregado.

5. Hidrate-se e alimente-se bem
Os exercícios físicos devem ser feitos quando o corpo está bem nutrido, caso contrário ele traz efeitos contrários, deixando o corpo vulnerável a uma série de doenças. Beba bastante água para hidratar o corpo; a ingestão deve ser de, pelo menos, entre 2 a 3 litros por dia. Mudar a dieta e adotar o consumo de carboidratos de fácil absorção irá ajudar o iniciante a ter mais energia, além de evitar problemas de congestão. Se possível, consulte um profissional nutricionista para ajudar na porção diária ideal para sua estrutura corporal e condição física.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).