11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Mastopexia de substituição: o que é e como funciona?

Mastopexia de substituição

A noção de que a autoestima e qualidade de vida estão diretamente relacionadas é um consenso em nossa sociedade. Não à toa, os procedimentos estéticos e os cuidados com o corpo são cada vez mais valorizados e difundidos: as pessoas buscam e necessitam de bem estar .

É neste contexto que está inserida a mastopexia de substituição, procedimento fundamental para alguns pacientes, e que traz retornos muito positivos. Afinal, o tratamento auxilia no reposicionamento dos seios e possibilita a remoção do excesso de tecidos e de gordura.

Você já ouviu falar nessa técnica?

O fato é que a flacidez nos seios é algo bastante comum e pode afetar pessoas em diferentes idades, gerando desconforto e diminuindo a confiança. A mastopexia de substituição surge para auxiliar nesse sentido, promovendo a elevação e a firmeza nas mamas (e, consequentemente, mais qualidade de vida).

Afinal, o que é a Mastopexia de substituição?

A ptose mamária, popularmente conhecida como “caimento dos seios”, ocorre por diversos motivos: ganho e perda de peso, gestação, mudança hormonal, diminuição de colágeno, avanço de idade ou maus hábitos. Com ela, os seios perdem a firmeza e o volume natural e tendem a ficar mais assimétricos.

A mastopexia de substituição atua na correção desses aspectos; trata-se de uma cirurgia plástica que reposiciona os seios e as aréolas mamárias, devolvendo a aparência natural e saudável, deixando-os mais firmes.

O procedimento dura de 2 a 4 horas e demanda anestesia geral ou peridural com sedação intravenosa, com uma cicatrização que normalmente é tranquila. Portanto, podemos dizer que a mastopexia de substituição permite a remoção de pele, gordura e glândulas dos seios, sendo combinada com a inserção de uma prótese de silicone abaixo do músculo.

A utilização da prótese é sempre necessária?

O procedimento da mastopexia pode ou não demandar a utilização de uma prótese de silicone. É importante esclarecer essa questão, pois cada caso exige uma análise técnica do especialista e de um entendimento sobre as reais necessidades do paciente.

Ou seja, é possível a realização da mastopexia clássica/convencional (em que a prótese e o silicone não são utilizados). Mas, em algumas situações em que há muita flacidez ou uma maior necessidade de remodelação, por exemplo, a utilização da prótese é recomendada.

Por isso, é tão importante a escolha correta do médico e é indicado que ele seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Quais são os cuidados pós operatórios indicados?

Os cuidados após a realização da mastopexia demandam mais atenção nas 4 primeiras semanas.

Em geral, a recomendação é que o paciente não realize movimentos bruscos com os braços ou atividades físicas intensas, que evite exposição ao sol, faça o uso correto das medicações e durma de barriga para cima. É importante também ter bastante cuidado com a higienização, fazendo a troca correta dos curativos.

Quais são os benefícios da Mastopexia de substituição?

O aumento da procura pelas cirurgias de mama no Brasil e no exterior demonstram o quanto o aspecto dos seios é importante para as mulheres e influencia diretamente em suas vidas.

Conforme a pesquisa realizada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, das 1,7 milhão cirurgias plásticas realizadas em 2017 e 2018 no Brasil, 18,8% correspondem as cirurgias de mamas. E, para você ter uma ideia, o Brasil ultrapassou (em 2019) os Estados Unidos na realização de cirurgias plásticas (sendo que os procedimentos nos seios lideram o ranking).

Dentre os benefícios da mastopexia de substituição, podemos citar a maior simetria das mamas, longevidade do resultado (a depender dos cuidados do paciente), diminuição no tecido mamário (e redução nas chances de desenvolvimento de câncer de mama), melhoria na disposição física e na autoconfiança.

E então, conseguiu entender um pouco mais sobre o tema? Como você pode perceber, a mastopexia de substituição é uma cirurgia plástica que beneficia muitas pacientes e que traz mais tranquilidade e segurança em suas vidas!

Reforçamos sempre a importância de contar com especialistas neste e em outros procedimentos. Possui alguma dúvida sobre o assunto ou deseja realizar uma avaliação? Entre em contato conosco!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).