A importância do alongamento

O alongamento é um tipo específico de exercício físico cujo objetivo é o aumento da flexibilidade muscular, promovendo o estiramento das fibras musculares. A flexibilidade muscular é a amplitude do movimento possível de uma articulação, ou seja, quanto mais alongado é um músculo, maior será a capacidade de uma articulação de se movimentar comandada pelo músculo, aumentando sua flexibilidade. É recomendado realizar o alongamento antes de atividades físicas, contudo ele também é recomendado antes de atividades não esportivas como dança e por que não no trabalho? A prática de se alongar em intervalos, no trabalho, ameniza desconfortos, diminui o sedentarismo e ajuda no processo de recuperação de cirurgias, sobretudo as plásticas.

A postura incorreta durante o trabalho pode causar sérios problemas nas articulações e ossos e influenciam diretamente no humor na qualidade de vida do empregado e o alongamento é a melhor forma de diminuir os impactos causados por essa má postura. Ele pode auxiliar no fortalecimento de estruturas frágeis, relaxando os locais que estão sobrecarregados devido ao desgaste causado pela má postura. Alongar-se promovem desde um alívio as dores comuns até a prevenção de doenças causadas pelo esforço contínuo ou stress devido a postura inadequada. Existem mais vantagens em se alongar no trabalho, como a diminuição do estresse, aumentando a flexibilidade dos músculos, força, ritmo, coordenação, melhora na postura e na agilidade durante o período do trabalho.

O alongamento durante o expediente deveria ser obrigatório em diversas funções, principalmente aquelas em que o funcionário permanece durante várias horas em frente ao computador. Algumas profissões como Operador de Telemarketing exige, por meio do sindicato, que os funcionários realizem a chamada ginástica laboral, que consiste em pequenas práticas de alongamento e exercícios para a melhora na qualidade do trabalho. A prática também pode ser adotada em casa, principalmente ao acordar e quando for dormir.

Pequenos exercícios de alongamentos podem ser feitos corriqueiramente. Os mais comuns podem ser feitos com movimento do pescoço e dos ombros, no caso movimentos circulares, que não exigem muita energia de quem pratica. Esticar as pernas também podem ajudar, além de movimentos dos braços e mãos inclinando e buscando os pés. Procure alongar os braços esticando tanto para cima quanto para a direita e esquerda com o auxílio da outra mão, apoiando sob o cotovelo. Se a empresa não oferece um período adequado para realizar o alongamento, o ideal é realizar o alongamento quando for ao banheiro ou nas pausas.

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).